Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

Homossexualidade é doença? E estupidez, o que é?

Olá. Como sou uma pessoa que gosta de andar informada acerca da  actualidade nacional e internacional, gosto de estar informado sobre os grandes eventos que se passam no mundo e arredores, como o XXIII Campeonato Intercontinental de Chinquilho, este ano a realizar na magnífica aldeia da Porcalhota, de 23 a 28 de Novembro. Se puderem, dêem lá um saltinho, vão ver que vale a pena. E com um bocado de sorte ainda apanham o Roberto Leal por lá, afinal as suas origens estão na Porcalhota. Mas há uma coisa que me intriga em tudo isto...como se chama um habitante da Porcalhota? É Porcalheiro? Porcalhense? Porcalhoto? Porcalhão?Bom, não sei, mas seja qual for a denominação não é lá muito abonatória, para os habitantes desta aldeia, no que à sua higiene íntima e quiçá, pessoal diz respeito. Mas talvez os primeiros habitantes desta aldeia fossem mesmo uns belos duns porcalhões, para esta merecer tal nome. Mas podia ter sido pior: se fossem badalhocos, viviam agora na aldeia da Badalhoca, o que convenhamos, seria muito pior...mas badalhoquices à parte, vou passar ao que de facto interessa...  
Na passada semana, na revista Visão, vinha um artigo muito interessante acerca de mulheres que foram casadas, ou que são, com homossexuais,etc,etc. Até aqui, tudo bem. Mas depois, leio isto: “A homossexualidade é um complexo, um transtorno da identidade sexual. É uma doença e tem recuperação”, Margarida Coito, 46 anos, terapeuta familiar. Primeiro, pensei que teria lido mal. E voltei a ler e a reler e "re-reler"... não, afinal, parece que de acordo com esta nossa amiga, a Guida, (Margarida, posso tratá-la por Guida, é para rimar com amiga. Ou também será uma doença, um transtorno?), os homossexuais estão mas é todos doentes. E o melhor, a doença deles tem cura! Não tarda, haverá uma revolução total na indústria farmacêutica, para desenvolver medicamentos para a homossexualidade...vacinas, comprimidos, a pílula anti-homossexual, pastilhas, enfim, todo um vasto leque de produtos para a marota da homossexualidade, que agora "virou" (peço desculpa, mas tinha que colocar este trocadilho neste texto) doença. Já estou a imaginar..."Sente algumas dores de cabeça? Acha que o rabo do seu vizinho é bem jeitosinho? Atenção!! Você está a ficar homossexual! Mas não se preocupe!  Homossexualic 500 é a solução. Cura todo o tipo de mariquice, rabichice, ou bichice, compre já!".
Mas se a homossexualidade é uma doença, como é que se apanha? Apanhar se calhar é capaz de não ser um bom termo para este texto...como é que se fica com esta doença, doutora Margarida? Sabe? Pergunto-lhe porque tenho um conhecido que está doente, mas os médicos já estão cansados de fazer exames e ninguém sabe o que ele tem...se calhar é homossexual...
Poderia vos massacrar um pouco mais sobre este assunto, mas não me apetece. Aliás, nem sequer teria sido necessário escrever este texto, para ter aqui parvoíces...porque por mais que escrevesse, nunca conseguiria uma parvoíce maior do que esta:
 “A homossexualidade é um complexo, um transtorno da identidade sexual. É uma doença e tem recuperação”.
E estupidez, doutora Margarida, também é doença?

 
Músicas, cantigas, melodias e seus semelhantes: In The Navy, Village People
Escrito por: João Cacelas às 13:48
Ligação directa | Comentar | favorito
|
3 comentários:
De A tal pensadora a 6 de Março de 2009 às 22:32
Texto muito bem construído. Adorei especialmente os trocadilhos. =) Sou uma defensora dos direitos dos homossexuais e sou contra a discriminação e, por isso mesmo, concordo que a estupidez é que é a doença, e que essa sim tem cura. Não percebo porque não podem as pessoas aceitar os outros como são e entender que o que interessa é aquilo que faz as pessoas sentirem-se bem, desde que não prejudiquem alguma outra pessoa. A intolerância é, sinceramente, algo que não entendo. Se a vida é dos outros, não sei porque é que há gente que se acha no direito de criticar e julgar. Enfim, pode ser que um dia esse pessoal ganhe juízo e aprenda a respeitar as a individualidade de cada um.
De qualquer modo, excelente texto!


De João Cacelas a 7 de Março de 2009 às 12:25
É algo que infelizmente nunca irá mudar. Enquanto os tipos da Igreja continuarem a assumir a posição que têm, baseando-se num livro que está completa e absolutamente ultrapassado, escrito numa época completamente diferente da nossa (dizem eles), vai haver muito boa gente a pensar assim.
Obrigado pelo comentário e volta sempre.


De liedsom a 26 de Fevereiro de 2010 às 19:44

Depois de ler estes textos muito bem redigidos e desde já peço desculpa pelo meu grau de cultura baixo fiquei confuso e ao mesmo tempo com uma duvida a natureza terá criado uma aberração quando na nossa espécie criou uns seres machos e outros fêmeas?


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds