Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009

Ser português (18)

é ir ao cinema ver filmes portugueses e só apanhar com seios desnudos.

Não tenho nada contra seios desnudos, até acho que é uma temática muito interessante mas não exageremos. Neste momento, o cinema português parece um filme musical, só que nos musicais qualquer coisa serve de pretexto para cantar, já nos filmes portugueses qualquer coisa serve para se mostrar seios. É mais ou menos assim:

- Então Teresa, parece que hoje vai chover...

- Pois é Manuel...que pena...assim não posso andar com os meus seios desnudos como estou a fazer precisamente agora...

Ou ainda:

- Que linda que é esta paisagem!

- Pois é! Mas mais lindos são os meus seios desnudos...redondinhos e rijinhos...

 Vejam lá isso, pá. É que agora também deu à Lili Caneças  para ser actriz e eu não quero ir ao cinema e sujeitar-me a ver a Lili em topless. Não iria aguentar o trauma.

 

Nota: "Second Life", "Contrato", "A vida privada de Salazar"...o que é que têm em comum? Seios e mais seios ao léu.

Escrito por: João Cacelas às 15:20
Ligação directa | Comentar | favorito
|
12 comentários:
De AngKorVat a 4 de Fevereiro de 2009 às 15:43
pois, ainda bem que não sou a única a achar isso. eu lamentei-me aqui: http://hojeescrevoeu.blogs.sapo.pt/16109.html e entretanto estava preocupada porque não tinha ouvido mais ninguém queixar-se. Agora sim! :)
A indústria (?) cinematográfica portuguesa vai de mal a pior...


De João Cacelas a 4 de Fevereiro de 2009 às 19:00
E com certeza que deve haver mais alguém a queixar-se. :)


De amigos do concelho de aviz a 4 de Fevereiro de 2009 às 16:34
Peço desculpa por vir ocupar um espaço que é seu, com um assunto que não tem nada a ver com o teor do “post”, mas garanto que é por uma boa causa: a DEFESA DA CULTURA POPULAR. Permita-me que aqui publicite os VII JOGOS FLORAIS DE AVIS, cujo regulamento se encontra disponível em www.aca.com.sapo.pt e cujas dúvidas podem ser esclarecidas pelo 969015106.
Grato pela amabilidade, queira receber saudações culturais do
Fernando Máximo/Avis



De João Cacelas a 4 de Fevereiro de 2009 às 19:00
Disponha sempre que quiser para fazer publicidade.


De » a 4 de Fevereiro de 2009 às 20:15
Olá!
Partilho as suas opiniões acerca do cinema português : ).

Caso esteja interessado(a) em GANHAR DINHEIRO, colocando publicidade contextualizada no seu blogue, visite http://custozero.blogs.sapo.pt/37170.html

Sério, sem necessidade de qualquer investimento monetário e... prático

E à Crise eu disse Não. E você?!


De Peixe Frito a 6 de Fevereiro de 2009 às 11:39
looool nuca pensei em ver um homem a comentar o exagero de nudez feminina :D
Olha que isso da Lili Caneças fazer topless... é material da pesada.


De João Cacelas a 6 de Fevereiro de 2009 às 12:55
É bonito ver um corpo feminino, numa cena sensual e tal e o catano mas acho que em Portugal se tem exagerado muito nesse departamento, qualquer coisa, qualquer filme serve para mostrar nudez. Nudez essa que na maior parte das vezes não vem acrescentar nada às histórias. Só serve para mostrar mamas, para chamar gente ao cinema. É um exagero e o que é demais enjoa.


De João Cacelas a 6 de Fevereiro de 2009 às 12:56
Ah, quanto à Lili...dizer que é da pesada é pouco! Isso era uma cena de um filme de terror, podendo vir a ser até candidata à cena mais assustadora de toda a história do cinema. :)


De Lúcia a 7 de Fevereiro de 2009 às 11:35
lool é verdade... e tembém são raros os que não têm a soraia chaves:)


De João Cacelas a 7 de Fevereiro de 2009 às 16:44
Parece que é umas da condições exigidas para se fazer um filme português hoje em dia. É Soraia Chaves e mamocas ao léu.


De Fulano a 26 de Fevereiro de 2009 às 17:25
Bem, não sou grande frequentador de cinema e portanto não tenho visto cinema portugês mas pergunto se o facto de mostrar muita maminha é a explicação para a maltinha do cinema ser tão "branché"? Dos electricistas às meninas que andam nos sets com uns radinhos na mão é tudo do mais fino que há!
É o que dá ser tu cá tu lá com a Elizabeth Taylor. Referem-se aos realizadores estranjas conhecidos como, o Wim isto, o Francis aquilo... Se um figurante se atreve a dirigir-lhes a palavra é fulminado só com a intensidade do desprezo no olhar. Morro por as ver de caixeiras da Parfois. Ou balconistas no Frágil. Pode ser que consigam organizar uma fundação daquelas em que 80% das receitas são para pagar aos funcionários.


De João Cacelas a 26 de Fevereiro de 2009 às 18:05
Pois, essa questão já se deve a outro factor, muito português: o ter a mania que se é mais que o próximo só porque está numa posição de chefia ou superior aos outros. É assim no cinema (como bem diz), é com apresentadores de TV, professores do ensino superior...
Obrigado pelo comentário e volte sempre.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds