Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

Parece que agora a crise virou desculpa para tudo

É certo e sabido que o Mundo atravessa uma grande crise nos dias que correm. Uma crise como nunca antes se tinha visto, sem quaisquer precedentes, que atingiu de facto todo o mundo, sem excepção.

Também sabemos que graças à dita crise têm havido centenas de milhares de despedimentos em todo o Mundo. E se é certo que muitos desses foram justificados também não é menos verdade que a "desculpa" da crise também "ajudou" a despedir muito boa gente. A ocasião faz o ladrão, como diria o outro. Mas e se a crise começa mesmo a ser desculpa para tudo e tudo e tudo? "Como assim, João?", perguntam vocês. Então...assim:

- Ai Manuel estou cá com uns calores...anda homem, chega-te aqui para o pé de mim...

- Então mas ó mulher, se estás com calor, tenho é que me afastar, não é?

- Ah, não sejas bruto, homem! Anda cá que eu estou a arder...

- Ó mulher, não me apetece nada disso! Esta crise deixa-me sem vontade nenhuma disso...

Ou assim:

- Posso saber quem é que foi o espertinho que andou a tirar cópias do rabo na fotocopiadora dos Recursos Humanos?!

- Nós não fomos chefe...mas ouvi dizer há pouco que a culpada foi uma tal de crise. Parece que é nova aqui, chegou há uns meses.

Assim:

- Paulinho, se isto continua assim vou ter que te chumbar...

- Então mas porquê professora?

- Olha filho, é a crise...

- Mas quem é essa? Veio fazer queixinhas de mim à professora?? Mas eu nem fiz nada!!

E assim:

- Manolo, tu és um rapaz muito querido, sempre atencioso comigo e carinhoso mas sabes que as coisas têm andado mal em Wall Street e o Dow Jones também anda muito em baixo e estes despedimentos todos...

- O quê...fofinha, estás a querer acabar comigo?

- Tu és muito querido, a sério...mas já não aguento a recessão dos principais mercados mundiais...

E pronto coisinhos, é isto. Desculpem lá este momento de estupidez e insanidade total (se isto fosse uma rábula humorística do programa "Fátima", eu teria acabado a frase com um "mas a culpa não é minha, é da crise!", o que teria sido um momento de humor fantástico, proporcionador de enormes gargalhadas entre as pessoas presentes).

Um grande bem haja a todos vós.

 

Escrito por: João Cacelas às 16:42
Ligação directa | Comentar | favorito
|
12 comentários:
De Maria a 6 de Fevereiro de 2009 às 19:07
... momento de estupidez e insanidade total, mas a mim fez-me muito bem, pois para estes lados outras crises apertam. Também tenho de ir à TV falar das minhas crises, estou a ver...

;)


De João Cacelas a 6 de Fevereiro de 2009 às 20:10
Ainda bem que já fez bem a alguém :)
Vai ao Nós Por Cá que eles com certeza que te ouvem. ;)


De nuno miguel a 6 de Fevereiro de 2009 às 21:20
VAI LÁ.. VAI


De João Cacelas a 6 de Fevereiro de 2009 às 21:33
Peço desculpa, mas não entendi o comentário. :)


De Peixe Frito a 7 de Fevereiro de 2009 às 16:27
A crise é tramada. Está sempre onde menos se espera. Vê lá que a crise, na minha empresa, até se vê pelo papel higiénico: acho que era preferível investirem em folhas de bananeira, que não são tão ásperas. ;D
Beijinho e um bom fim-de-semana.


De João Cacelas a 7 de Fevereiro de 2009 às 16:43
Pois, talvez não fosse má ideia não. :)
bom fim de semana para ti também.


De umcasoisolado a 7 de Fevereiro de 2009 às 20:53
aquele metodo de acabar com os namorados é muito giro... mas acho que poucos iam perceber...o namorado do post era muito inteligente lol va, mais um post muito giro, mesmo com insanidade mental...:D


De João Cacelas a 7 de Fevereiro de 2009 às 21:53
Claro que quem lê este blog, além de ser sexy, também é inteligente ;)


De Lúcia a 8 de Fevereiro de 2009 às 14:33
Eu acho que o facto de chover sem parar é culpa do sócrates... Posso?
A única 'culpa' da crise é o nome que lhe deram... e mesmo assim ela não o escolheu...


De João Cacelas a 9 de Fevereiro de 2009 às 09:45
Atenção: não sou eu que ando a aproveitar para despedir pessoas ao desbarato, aproveitando a deixa da crise, que parece servir de desculpa para todo o despedimento e mais algum, quando na verdade, não é bem assim.
Basicamente, é um texto a ironizar essa situação.


De Lúcia a 9 de Fevereiro de 2009 às 11:33
Sim eu percebi... E a minha resposta não foi a discordar do que escreveste.
Mas por isso mesmo... a crise é desculpa para tudo, se não fosse a crise seria outra coisa qualquer.


De João Cacelas a 9 de Fevereiro de 2009 às 11:46
Sim, claro que seria.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds