Domingo, 8 de Março de 2009

Funerais low-cost: falecer nunca foi tão barato!

Olá coisinhos! E esse fim de semana? Foi gostoso?

Depois do sucesso das companhias aéreas low cost eis que chega até nós o conceito de funerais low cost. Sim, leram bem: funerais low cost.

E será que também farão aquelas promoções malucas como nas companhias aéreas? Do tipo: "de 20 de Março a 20 de Abril o seu funeral tem 50% de desconto em todos os serviços e ainda lhe oferecemos uma coroa de flores absolutamente gratuita!!" ou então: "Aproveite para falecer com a sua cara-metade no Verão pois temos para si uma mega promoção de enterre 2 e pague 1!! Faleça já antes que esgote!! Promoção válida até ao final do Verão" ou ainda: "Falecer nunca foi tão barato! Com a Agência EasyFuneral desfrute de todos os serviços de um funeral normal a metade do preço! E sem quaisquer burocracias e taxas que isso só aborrece! E para aborrecimento já basta o seu falecimento!!".

Em suma, é um conceito muito semelhante ao das companhias aéreas só que em vez de um bilhete de ida e volta só compramos o de ida e claro que nunca podemos pedir opiniões a amigos sobre qual a melhor companhia low cost existente no mercado.

Escrito por: João Cacelas às 21:07
Ligação directa | Comentar | favorito
|
10 comentários:
De Maria a 8 de Março de 2009 às 23:12
Nós já tínhamos falado nas promoções... Uma pechincha morrer em tempos de crise :D
Façam fila para os suicídios, vá lá (hoje o humor está negro...)...

;)


De DD a 9 de Março de 2009 às 00:38
E os suicídios saem mais baratos ainda? Ou o preço é o mesmo?


De João Cacelas a 9 de Março de 2009 às 09:50
Não tenho a tabela de preços aqui à mão mas deve ser igual.


De João Cacelas a 9 de Março de 2009 às 09:49
Eu acho que é de aproveitar. ;)


De Maria a 9 de Março de 2009 às 14:03
É claro que é de aproveitar... Apenas temos de dizer à Morte para aguentar a foice até às promoções: assim aproveita para levar dois em vez de apenas um... E de uma só vez! Só rendimento... E todos ficam a ganhar :D


De João Cacelas a 9 de Março de 2009 às 17:19
É dois coelhos de uma "ceifada" só! :)


De LuciaII a 9 de Março de 2009 às 11:58
Dado k dizem k daki por uns anos nem reformas ha para os cidadãos olha aí está uma ideia brilhante!!! assim como assim morriamos a fome.... mas convem legalizarem a eutanasia para akelas pessoas como eu k não têm coragem de falecer "pelas proprias maos"...ahahah


De João Cacelas a 9 de Março de 2009 às 12:16
Falando um pouco mais a sério, sim é uma boa ideia porque os funerais são muito caros e muita gente não tem como os pagar.


De MARISA GOMES a 24 de Março de 2009 às 11:20
Bem eu concordo, que os funerais não sejam, e devido á fragilidade das familias, não passe de um biom negóçlio para as funerárias. Pois as mesmasm não tem em conta por exemplo se a viuva ou viuvo terá dinheiro para pagar qyuanbtias elevadas tendo em conta as palhacadas que as funerárias se expôem a fazer, desde3 pintar os mortos ter urrnas de 1ª que se fosse uma casa, e banqquetes, piois bnunca tal se viu, e até tem formação...para melhor vigarizarem as pessoas.

O que esses senhores não sabem, é que os viuvos zse não tiverem rendimentos, estão aguardsar meses apóz a morte do seu maridio ou esposa, para pocderem receberem as reformas, e é de lamentar que as leis favorecem esses abutrees.
Ainda bem que está a surgir essas empresas que tem preços mais razoáveis, pois nunca se viu tal coiusa.
WEu, e podem crer, que quando acontecer, e se bna altura ainda c á estiver, se meu marido que hoje tem 77 anos, falecer primeiro do que eu, a mim n bão me vão enganar, mesmo tendo dinheiro n e taembém jazigo de familia, não me vou esqueçer que com io desgosto, o maior será depois de ele vir e as conbtas surgirem,
Sou uma pessoa muito prática e atenta a v igariçes deste genero, poiis as funerárias valem se disso para encher os bolsos, mas comivgo vai se dificil
Sou uma jovem com 60 anos e com muitas fac faculdsades activas para enfrentar abutes desses.
Seria bom que essas empresas começassem a surgir aqui na cidade do Porto.
Os meus parabéns aos responsáveis que tiveram essa ideia, pois em tempos de crise, não se vai estar a gastar dinheiro para se deitar fora.

Marisa Gomes


De João Cacelas a 24 de Março de 2009 às 13:06
Claro, tem toda a razão. Ainda há uns tempos deu uma reportagem sobre as agências funerárias em Portugal e é um negócio que movimenta muito dinheiro, sem dúvidas.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds