Terça-feira, 7 de Abril de 2009

Uma pequena correcção que tenho que fazer a Maya

Maya, essa grande personalidade da nossa praça cometeu uma gafe de todo o tamanho em declarações ao Correio da Manhã. Gafe essa que deve ter passado despercebida à maioria das pessoas mas aqui ao menino não. A "tia Maya", como ela se auto-intitula, afirmou ao CM, a propósito da perseguição de um cubano que afirma ser namorado dela que a situação em que ela se encontra "é surrealista".

Cara amiga Maya: será que não queria dizer antes "surreal"? Hum? Olhe que eu acho que sim...é que vamos lá a ver: surrealista é uma palavra que tem origem no surrealismo que por sua vez foi (e ainda é) um movimento artístico que começou nos anos 20 (não é correcto dizer que este ou aquele movimento começou nesta ou naquela data mas o facto é que o surrealismo teve dia e hora marcada para começar, através do manifesto surrealista) em Paris na literatura e mais tarde na pintura e cinema e nas restantes formas de arte existentes e que teve como principal "fundador" André Breton, famoso escritor surrealista e que foi fortemente influenciado pelas teorias psicanalistas de Sigmund Freud, esse grande maluco.

Assim sendo, será que Maya queria dizer que a situação em que se encontra com o tal cubano se insere no movimento surrealista? Em que contexto?  Que é influenciada pelas teorias de psicanálise de Freud? Também não me parece...se bem que me no meio desta coisa toda há uma pessoa a precisar urgentemente de psicanálise: o moço cubano que com tanta mulher relativamente conhecida bonita em Portugal, foi logo escolher a Maya que já agora, tem um nariz digno de uma obra surrealista. Enfim, uma cena surreal...

Desculpem lá a maçada mas entristece-me ver pessoas que se dizem com conhecimentos a cometerem gafes destas. É assim que se vê o que se liga à Arte neste país. Pessoas que se dizem cultas e que vão a inaugurações de exposições, embora na verdade só lá ponham os pés por causa dos canapés...

Escrito por: João Cacelas às 18:17
Ligação directa | Comentar | favorito
|
14 comentários:
De Alexandre Kulcinskaia a 7 de Abril de 2009 às 20:45
Concordo 100% com o último parágrafo.
Eu não vou a inaugurações de exposições mas ao menos admito que sou um bronco.
Curioso, ainda há pouco tempo estive a fazer a narração de um trabalho acerca do surrealismo para o meu cunhado, portanto aquilo que disseste fez muito sentido para mim.
Não me senti tão burro como habitualmente me sinto.
_____________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/


De João Cacelas a 7 de Abril de 2009 às 22:05
Eu não vou mas porque não me convidam.
Mas além de parvo e aspirante a designer também sou artista (no verdadeiro sentido da palavra), ou pelo menos vou tentando que isso agora tem andado um bocado parado, embora tenha que começar a trabalhar para uma exposição mas voltando ao que interessa, isto para dizer que quando andava a estudar nas belas artes do Porto, sempre que me perguntavam em que curso estava, ao que eu respondia "Artes Plásticas" ficavam com uma reacção de "aah..." de como quem não sabia o que eram Artes Plásticas. E o mais giro em Portugal é que apesar de não perceberem patavina as pessoas gostam sempre de mandar bitaites sobre tudo o que seja trabalho criativo e dizem sempre o típico "não fazes nada". Devem pensar que tudo provém de inspiração divina, quando na verdade não é nada assim.
Quanto ao facto de dizeres que não te sentiste tão burro como de costume...meu caro, tu de burro não tens nada. :)


De Treze a 7 de Abril de 2009 às 21:57
"Os pés por causa dos canapés..." Sempre a dar-lhe! :D

Mas olha, se a Maya diz surrealista é porque é surrealista. Tu não te ponhas a contrariar a senhora...

PS: Aqui entre nós, a Maya é uma daquelas pessoas a quem dava umas quantas lambadas até me doer a mão, e aí passava a dar com a outra até doer também... E era na cara. Isto se o nariz não se interpusesse...


De João Cacelas a 7 de Abril de 2009 às 22:07
É uma bela rima, não achas? :D
Pois, não se pode contrariar a sábia Maya.
Em relação ao teu PS só te digo isto: põe-te na fila porque primeiro estou eu. :) E quando me doerem as mãos vai mesmo à biqueirada. A Maya, para mim é aquele tipo de pessoa a quem muito caridosamente chamo de "mete nojo".


De Treze a 7 de Abril de 2009 às 22:56
Caridosamente ou carinhosamente? :D Eu é mesmo carinhosamente. Dá mais... Pica.


De João Cacelas a 7 de Abril de 2009 às 23:00
É mesmo por caridade. Só para não a chamar de P**a do C******o. Até porque não sou moço de dizer palavrões desses. :)


De Treze a 7 de Abril de 2009 às 23:21
No meio da chapada e da biqueirada é bem capaz de sair uns quantos desses...


De João Cacelas a 8 de Abril de 2009 às 00:13
Muitos...


De Tudo SobreTudo a 7 de Abril de 2009 às 23:23
Só tenho uma coisa a dizer (isto lembra-me alguma coisa):
Essa que se diz senhora é que é Totalmente Surreal!!!!
Resumindo: Do mais estupido, ridiculo, parvo e mesquinho que existe!
E tenho dito!
TST


De João Cacelas a 8 de Abril de 2009 às 00:13
Assino por baixo.


De Tudo SobreTudo a 8 de Abril de 2009 às 10:23
Toda gente assina, e quem não o faz, é sinal de MUITO MAU GOSTO!!
TST


De João Cacelas a 8 de Abril de 2009 às 10:28
E olha que há muita gente de mau gosto. Não é bem mau gosto, digamos antes que "interesses mais altos se levantam".


De Tudo SobreTudo a 8 de Abril de 2009 às 10:31
E olha que há muita gente de mau gosto. Não é bem mau gosto, digamos antes que "interesses mais altos se levantam". = MAU GOSTO, ESTUPIDEZ, PARVOICE, MESQUINHICE... tudo farinha do mesmo saco!
TST


De João Cacelas a 8 de Abril de 2009 às 10:38
Sim, claro. E esqueceste-te do CINISMO. ;)
Quando falava em interesses mais altos, era em relação ao pessoal que não a deve poder ver à frente mas que finge que a adora só para ir às festas que ela organiza e onde vão os fotógrafos das revistas.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds