Sábado, 2 de Maio de 2009

A manifestação do Primeiro do Maio e uma das provas do porquê de sermos tão pequeninos

O 1º de Maio ficou marcado por duas coisas: a primeira foi o facto de ter sido à sexta-feira e assim o bom do português lá pôde voltar a ter mais um fim-de-semana prologado e a segunda foram as agressões a Vital Moreira, o cabeça de lista do PS às Europeias. Como é que os tipos que estão numa manifestação em defesa da democracia não permitem que o senhor Vital Moreira esteja na mesma rua que eles e que vá cumprimentar os dirigentes da CGTP? É isso que é ser democrático? É que se for, tenho que rever as minhas ideias sobre o termo democracia...

Mas nem tudo foi mau pois parece que também havia manifestantes com bom senso, como comprova esta peça do jornal Público.

Nota: Uma coisa é manifestarmo-nos, comentar, dar a nossa opinião em blogs, jornais, telejornais, etc. Outra coisa completamente diferente é agredir o homem só porque ele tem outros ideais políticos. Também não sou fã do senhor, nem de Sócrates, nem de Durão Barroso mas daí a dar-lhes "tau-tau" vai uma grande distância. Isto não é democracia meus amigos. Lembro-me perfeitamente de um ou dois tipos que usavam ou usam a violência sobre quem tem ideias políticas diferentes das suas. Assim de repente, um chamava-se Hitler e o outro chama-se Robert Mugabe. E que eu saiba a democracia nunca foi o forte deles. E o Vital até é de esquerda. Nem quero imaginar o que teria acontecido se fosse um tipo do PSD ou do PP. Parece-me que nós, portugueses, conseguimos fazer muito melhor que isto, não acham?

Escrito por: João Cacelas às 16:49
Ligação directa | Comentar | favorito
|
8 comentários:
De João a 3 de Maio de 2009 às 16:38
Acho que a diferença entre os líderes que falaste e os descohecidos que atacaram Vital Moreira, é que uma é violência institucionalizada e a outra é uma violência individual, instantânea oriunda do desespero. Não justifica nada, mas, sabendo que os fenómenos em multidão atenuam o sentido da responsabilidade das pessoas e propiciam actos como aquele, diferencia certamente. Numa situação social melhor, apenas um ou outro mandaria uma boca, agora, juntando todos os ingredientes, haverá mais gente a embarcar nesta forma de manifestação política que tenderá também a assumir formas mais graves, como se viu na Grécia ou em França e como se verá em muitos outros lugares.


De João Cacelas a 3 de Maio de 2009 às 23:41
Sim, claro. Tens razão. Estes fenómenos de histeria em massa são propícios a situações do género.
Mas, não deixa de ser inadmissível e condenável. Até porque o que aparentemente despoletou as agressões não se deveu ao factor "crise" mas sim porque o senhor fora, outrora, membro do PCP e pelo que parece não lhe perdoaram (passados 35 anos) o facto de se ter "mudado" para o PS.
Quanto à comparação entre os líderes, é natural que tens razão e há que separar as águas. Foi apenas um recurso para demonstrar a intolerância que se passou naquele momento e porque nós, portugueses, somos capazes de melhor e acredito que podemos lutar, sem descer ao nível deles, os políticos.


De Hugo a 4 de Maio de 2009 às 11:11
Apesar de não gostar do senhor e do partido que ele representa, não acho aceitável o que se passou.
Mas há que ver que Sócrates já se aproveitou da situação. Não para defender Vital mas sim para atacar o PCP.


De João Cacelas a 4 de Maio de 2009 às 11:13
Mas isso já estava mais que sabido. O Sócrates é perito nisso.


De luciaII a 4 de Maio de 2009 às 15:25
Vergonhoso o que se passou com vital moreira e pior é os dirigentes maximos do PCP e dos sindicatos em questão "passarem a mão no pelo" de quem agrediu o senhor...enfim peço desculpa se ferir os ideais de alguem mas a minha noção de comunismo não é igual aqueles k são filiados no PCP bem como os "tentaculos" de que la saem...alias quanto a mim são autenticos ditadores...


De João Cacelas a 4 de Maio de 2009 às 16:44
Não me parece que vás ferir os ideais de alguém porque acredito que as pessoas que lêem este blog com regularidade têm bom senso e respeito pelas opiniões e ideias políticas dos outros.
Considero-me uma pessoa de esquerda mas por alguns motivos que referes no comentário não simpatizo com nenhum dos partidos que actualmente têm assento parlamentar. O PS, porque aquilo não é esquerda nem é nada. Nem centro é. É direita disfarçada de esquerda. Depois temos a CDU ou PCP (é como lhe quiserem chamar) que poderia ser o partido que conquistaria a minha simpatia e voto, mas precisa de uma renovação urgente. Uma renovação de ideais, que estão completamente ultrapassados, face à sociedade em que vivemos ,que se é boa ou má, não interessa, mas já dizia o Darwin: "não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente mas sim o que melhor se adapta à mudança" e o PCP não se adaptou ou não se soube adaptar, estagnou e encontra-se praticamente parado. O Bloco de Esquerda, apesar de ter um líder muito inteligente é demasiado radical. Por isso, das duas uma: ou surge um novo partido com ideias de esquerda mas adaptado à sociedade contemporânea ou vou continuar a votar em branco, como tenho feito até hoje.
Desculpa lá o comentário longo. ;)


De luciaII a 5 de Maio de 2009 às 10:51
E eu na mesma..la vou votar em branco mais uma vez...em tempos simpatizei com o PS mas neste momento nem consigo vislumbrar nada de socialismo naquela "fossa"...e enquanto os politicos da esquerda a direita continuarem a servir-se da politica para negocios pessoais e não em serviço do país não vamos a lado nenhum...enfim continuo com esperança que tudo melhore...


De João Cacelas a 5 de Maio de 2009 às 12:14
Há-de melhorar, acho.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds