Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

Os críticos "profissionais"

Olá, há uma profissão que sempre me fez um bocado de impressão: os críticos. O que é um crítico? Basicamente, é um senhor que é pago por outros senhores para escrever ou dizer mal sobre várias coisas. Uma espécie de Carlos Castro mas menos bicha e com menos rosa-choque no armário. "Ah, mas ó João, uma crítica também pode ser construtiva", dizem vocês e muito bem. Ora, então atentemos no significado da palavra crítica: "maledicência, censura". Pois. Coiso.
Mas, o mais giro acerca dos críticos é que eles se denominam como os verdadeiros apaixonados e admiradores das áreas que "criticam", apesar de raramente encontrarem algo que realmente admirem. Confusos? Basta folhear um jornal e ir parar à área do cinema, por exemplo e ler as críticas desses "apaixonados" por cinema. Não há um filme que lhes agrade, nem um. É mais ou menos isto:
- " Então o que é que você faz?"
- " Sou crítico de cinema...."
- " Ah, então já deve ter visto milhares de filmes! Há algum que me recomende?
- "De facto, já vi para cima de 2.000 filmes. Eu adoro cinema! Devo sofrer de "cinefilite aguda"! Até acho que gosto mais de cinema do que da minha própria mãe! Mas, que me lembre, não houve nenhum filme que tenha gostado. Foi tudo corrido a 1 estrela..." 
Os críticos de televisão idem, é tudo mau para eles. Sim, é certo que grande parte dos programas de TV (falando dos 4 canais) são maus, mas também há coisas boas, catano:"Os Contemporâneos", "Sociedade Civil", "Câmara Clara", alguma séries da 2, aquele período entre o fim  e o início de emissão da TVI...entre outras coisas. Mas, tal como estes, também os críticos literários, políticos, de arte, etc. são amigos do "deita abaixo". Penso que a excepção que confirma a regra são os críticos de culinária (talvez porque lhes pagam para enfardar?). Em suma, os críticos (na sua maioria) não passam de pessoas frustradas que, não conseguindo enveredar pela carreira que queriam, optaram por deitar abaixo os que têm (ou tentam ter) sucesso nessas mesmas áreas. São pessoas amargas que acabarão por passar o resto das suas vidas sós porque ninguém quer estar com uma pessoa que avalia tudo a uma estrela:
- "Então amor, gostaste da surpresa que te preparei?
- "Hmm...foi muito banal e extremamente previsível...essa ideia das pessoas escondidas atrás dos cortinados e das luzes apagadas já está demasiado gasta no que a festas surpresa diz respeito. Uma estrela e meio em cinco. E o facto de levares o meio é só por causa do esforço que tiveste..."
- "Então Manel, o que é que achas desta praia? E olha-me para aquela boazona ali ao fundo!"
- "A areia é muito banal, este sol é extremamente fraco, a água é gelada, em suma, é absolutamente má. Já vi praias muito melhores que esta na minha vida. Uma estrela em cinco. Quanto à tal "cavalona" a que te referes: sobrancelhas péssimas, tem o dedo do pé direito - o grande - uns milímetros curvado para a direita, umas orelhas muito banais, aquelas narinas então, nem comento... em suma em cinco estrelas, vale uma."
Na blogosfera também existe uma espécie de críticos, também conhecidos como os "anónimos" que são indivíduos que não tendo mais nada que fazer, além de coçar a micose, entretêm-se a passear de blog em blog, insultando os seus autores e por quem lá passa. Na última visita que tive dum desses seres fui brindado com um "és um grande atrasado mental", num post sobre o grande Luís Freitas Lobo. Sim, eu sei que isto não é bem um insulto mas sim a constatação de um facto. Na altura pensei "será que é o LFL?", mas se fosse ele teria escrito: "você padece de uma condicionante ao nível do cérebro que o impede de ter um desenvolvimento intelectual ao nível da média pelo que pode se considerar que tem uma certa lentidão de processos de raciocínio". E é melhor ficar por aqui, que já têm muita coisa má para ler.
Só mais uma coisinha para os críticos profissionais: se classificam tudo como sendo sempre tão mau, façam vocês próprios para que seja tudo perfeito...
 
Escrito por: João Cacelas às 15:40
Ligação directa | Comentar | favorito
|
8 comentários:
De Treze a 23 de Julho de 2009 às 16:59
Os críticos de cinema adoram (menos de 4 em 5 é raro) filmes europeus e independentes.

Olha lá, onde está o texto que deu azo ao comentário sobre o LFL? Tenho que o ler para introspeccionar se relamente padecerás de uma condicionante mental ou se correspondes às exigências escriturais dele.

PS: E já agora, onde está o texto dos políticos fornicadores? Assim não vale!


De João Cacelas a 23 de Julho de 2009 às 17:08
Ora, o texto sobre o LFL é este: http://joao-cacelas.blogs.sapo.pt/163441.html.
O texto dos políticos fornicadores sofreu um acidente e foi apagado, mas, está nos rascunhos e já o coloco. Mas, está mau. A inspiração já esteve melhor para estes lados. Isto do Verão mata-me. :)


De Treze a 23 de Julho de 2009 às 17:21
Afinal sempre o tinha lido mas já não me lembrava. Até o tinha comentado...

E tens razão, aquilo claramente não foi o grande LFL a responder.
Só tive pena que não tenhas respondido com linguagem Luis-Freitas-Lobiana...


De João Cacelas a 23 de Julho de 2009 às 17:23
Não valia a pena o esforço.


De Hugo a 23 de Julho de 2009 às 17:51
Isso cá para mim, é falta de sexo.


De João Cacelas a 23 de Julho de 2009 às 18:03
Ou isso ou as mãezinhas não lhes deram a devida atenção em crianças...


De Gingerbread Girl a 24 de Julho de 2009 às 12:52
"Sim, é certo que grande parte dos programas de TV (falando dos 4 canais) são maus, mas também há coisas boas... aquele período entre o fim e o início de emissão da TVI...entre outras coisas".

LOOOOOOOOOOOL =D
ah ah ah

Btw... eu gostava de ser crítica de vinhos. É um sonho que acalento. Enfim.

*


De João Cacelas a 24 de Julho de 2009 às 13:30
Os críticos de vinhos estão naquela categoria dos de culinária, hotelaria e áreas semelhantes, são as excepções que confirmam a regra.
É uma profissão interessante.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds