Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

A saga Twilight e os príncipes encantados ou porque raio me lembrei eu disto?

Olá aos dois. Por mais que tente não consigo entender o porquê do estrondoso sucesso da saga "Twilight".
Que me perdoem as fãs, mas a ideia de uma espécie de triângulo amoroso entre uma rapariga humana (que depois se torna vampira), um vampiro (que parece que é vegetariano, o que me parece um bocado antagónico, tipo um psicopata pacifista ou um benfiquista portista) e um lobisomem não é coisa que me puxe muito para ler. É que a escolha nem é muito difícil: eu se fosse à moça ficava antes com o vampiro que sempre sai mais barato comprar um litro de sangue no talho ou fazer uma cabidela do que comprar Frontline para as pulgas e carraças.
Mas, não é para troçar da saga "Twilight" que este texto existe. Estou aqui porque esta série de livros veio alimentar uma esperança em todas as suas fãs: a esperança de um amor impossível e do príncipe encantado (ou vampiro, para as mais sádicas) que chegará no seu cavalo branco para as levar para um mundo de sonho, onde tudo é colorido e muito bonito.
Meninas (e alguns meninos): esqueçam os príncipes encantados e os cavalos brancos (no caso da Cicciolina, pode ficar com o cavalo). Os príncipes também não gostam de ir às compras (até pagam para que o façam por eles); também deixam a casa-de-banho a cheirar mal (e o cavalo então...é cocó aos montes); também não colocam uma base sob os copos quando estão a ver a bola; não sabem cozinhar nem fazer tarefas domésticas (sempre as fizeram por eles); também deixam a roupa suja por todo o lado (sempre tiveram quem a apanhasse).
Em suma, a única diferença entre o príncipe encantado e o homem comum é que um anda de cavalo e o outro de carro ou mota (a não ser que o homem comum seja campino, residente em Samora Correia, Alcochete, Salvaterra de Magos e Chamusca). E até aí, o príncipe não tem vantagem nenhuma: o cavalo não tem tejadilho para os dias de chuva, não tem faróis de nevoeiro, aliás, não tem faróis de qualquer espécie, cinto de segurança, rádio, ar condicionado, anda relativamente devagar e ainda por cima, a sua flatulência polui quase tanto como um carro (e cheira mal), com o bónus de espalhar cocó pelo chão de dois em dois metros. Onde é que está o encanto disto? É só publicidade enganosa.
Vá, deixem lá de se lamentar pelos cantos que são infelizes e que ninguém vos quer, deixem de esperar pelo príncipe encantado e dêem uma oportunidade ao tipo de Famel-Zundapp que passa por vocês todos os dias e vão ver que volta e meia ele até é um tipo às direitas.
Mesmo que não seja perfeito, sempre o podem moldar à vossa vontade que nós (homens) somos fáceis de domesticar. Mesmo.
 
Escrito por: João Cacelas às 13:19
Ligação directa | Comentar | favorito
|
19 comentários:
De Gingerbread Girl a 22 de Outubro de 2009 às 15:00
Opá... vi o primeiro filme, e achei "catita".

Agora livros... nhé. Não comprei nem vou comprar... e tanto vale para isto como para os Harry Potters e assim.
Anda por aí uma onde de vampiros na literatura que até assusta!! :s
Impressionante!! Onde anda a originalidade dos escritores?!?

Enfim...

btw... o gajo do Twilight é um péssimo actor... agora a miúda ah e tal até se desenrasca.

E realmente... vampiros que não bebem sangue humano... -.-'
A tradição já não e mesmo o que era.


*


De João Cacelas a 22 de Outubro de 2009 às 17:21
Acho muito interessante a cena da vampiragem e há filmes bons sobre o assunto, falando de um "Nosferatu" ou um "Drácula de Bram Stocker", por exemplo, que são filmes de vampiros a sério.
Agora, isto nem são filmes (ou livros) de vampiros, são histórias/ tragédias amorosas onde por mero acaso há um tipo (ou mais) que é vampiro e ainda por cima vegetariano. Isso lá é vampiro que se apresente?




De Fábrica das Letras a 22 de Outubro de 2009 às 15:17
Nós somos a <a href="http://fabricadeletrasepalavras.blogspot.com/">Fábrica de Letras</a>.
Estamos a iniciar um projecto de blogagens colectivas.
Pretendemos que os bloguers portugueses possam interagir e dar-se a conhecer.
No dia 1 de cada mês, a Fábrica de Letras lançará um tema. Para participar basta escrever um texto sobre o tema proposto e inscrever-se no link que estará à disposição no blog, no dia 15 de cada mês.
Podem ser usados textos,poemas, contos, fotos ou vídeos. Participa, divulga!


De João Cacelas a 22 de Outubro de 2009 às 17:28
Ok, obrigado pelo convite, embora ache muito perigoso da vossa parte estarem-me a convidar para uma coisa dessas, na medida em que só escrevo parvoíces. Mas, se for para que pareça que escrevam ainda melhor (por comparação com os meus textos), tudo bem. Eu estou cá é para ajudar os outros.


De Maria a 22 de Outubro de 2009 às 15:19
João,

A isto é que eu chamo modéstia! E um gesto genuinamente altruísta para com o sexo oposto!

Isto é como a história do Pai Natal... Numa dada altura da vida é bom acreditar, ou fazer acreditar. Passar a vida envolta numa fábula é que não... Mas que queres, se há tanto mulherio que só vê cor-de-rosa à frente?

Olha, a mim ninguém me quer... Acho que os homens preferem as pink mesmo :D!

;)


De João Cacelas a 22 de Outubro de 2009 às 17:34
Alguém tinha que o fazer.
Isso dos homens preferirem as "pink", já depende do tipo de homem. Afinal de contas, grande parte dos homens são um bocado "bestas" e nem lhes convém que as "suas" mulheres pensem, infelzmente. 


De 13 a 22 de Outubro de 2009 às 15:26
Já para não falar no desconforto do cavalo... Um texto obrigatório a todas as "meninas" que andam por aí.

Voltaste em forma :)


De João Cacelas a 22 de Outubro de 2009 às 17:36
Outro grande inconveniente, o desconforto. :)
Em forma não diria, mas com "ganas", sim. E já não tinha "ganas" de blogar há muito tempo. ;)


De Hugo a 22 de Outubro de 2009 às 22:14
Um vampiro vegetariano é deveras estranho...
Quanto aos príncipes encantados, é como diz a Maria no comentário dela. E, tal como haverá sempre quem acreditará no Pai Natal, o mesmo acontece com os príncipes.


De João Cacelas a 23 de Outubro de 2009 às 10:17
Ora nem mais.


De Lucia II a 23 de Outubro de 2009 às 09:45

Grande post!! Se eu fosse como akela senhora fã do tony das "caminetes" ofendia-te já,  mas não, fartei-me de rir! Gostei principalmente do gajo da Famel-Zundapp muito bom! Eu vi o filme gostei e já ando a ler os livros...sou fã de vampiros papo tudo do género, mas claro está que isto esta muito longe de um filme de vampiros a sério...andar estérica não me parece porque akilo não passa de mais uma tragédia romântica que na realidade não existe nem nunca vai existir...mas o people gosta de sonhar e a senhora por acaso até escreve bem....eu pensava é que esta juventude não se apegava a uma historia do género, digamos que esta juventude é mais carnal que vegetariana ahah...este filme tem o efeito que o Dirty Dancing teve na minha juventude...


De João Cacelas a 23 de Outubro de 2009 às 10:21
Antes de mais nada, eu sabia que não  me irias ofender porque te tenho em conta como uma pessoa inteligente e que sabe lidar com as opiniões dos outros, mesmo que vão contra aquilo que gostes.
Claro que a senhora escreve bem, por isso é que deixou as adolescentes (e não só) desta maneira, e a acreditar nas histórias de amor ao estilo "Romeo and Juliet", que não verdade não são histórias de amor mas sim tragédias que têm como base uma história de amor.


De Inês a 15 de Novembro de 2009 às 17:42
Concordo contigo "melher". Sabes que sim. Beijos.


De eueuemaiseu a 23 de Outubro de 2009 às 22:37
querido joão, tens andado ausente da blogosfera e eu tenho tido preguiça de comentar quando apareces (shame on me).
eu, twilight aholic, me confesso. adorei os livros, adorei o filme, ganhei bilhetes para a ante estreia do novo filme, adoro o actor... enfim só me falta ter posters deles no quarto! estou a regredir portanto.
e, óbvio, que quero viver uma história de amor assim. porque eu sonho demais:(
tudo isto pra dizer, que mesmo sendo super fã, o teu post me fez rir:) cada vez mais talentoso.
um grande beijinho

 


De João Cacelas a 24 de Outubro de 2009 às 11:08
Tenho que confessar que tinha receio de escrever aquela introdução porque sei que és fã da saga, mas, pensei bem e sabendo que és inteligente e que não te importavas, até porque eu nem digo nenhuma barbaridade acerca da saga, cujo contexto no texto serve apenas para introduzir a questão do príncipe encantado...
Não queiras viver nada desse género. Isso é uma tragédia de amor e as histórias de amor, quando este é verdadeiro, podem ser tão simples e tão boas


De Manuel Silva a 25 de Outubro de 2009 às 11:30
E mais, tenho a certeza que os príncipes também deixam o tampo da sanita para cima. :)
Grande post pá. Não percebo porque é que os tipos do Sapo não destacam este blog...


De João Cacelas a 25 de Outubro de 2009 às 12:40
Boa observação, que não sei porquê não me lembrei.
Quanto aos destaques...quando este blog era jovem e tinha sonhos (no seu 1.º ano de vida) ligava a isso, agora...se me permites, estou-me a lixar para isso. Mesmo.


De Carlos Filipe Jesus a 27 de Outubro de 2009 às 20:29
Só gostei da interpretação do Robert Pattinson, mas acho um exagero tremendo as adolescentes ficarem assim só por causa de um tipo (que ainda por cima é bife) a fazer-se de vampiro com lentes de contacto amarelas e maquilagem de menina...
A minha opinião é basicamente a mesma do que a tua... tenho de experimentar ir um dia todo maquilhado e produzido que pode ser que em confundam com o Robert pattinson... LOL (estou a gozar). vou agora ver o SCP...


De João Cacelas a 28 de Outubro de 2009 às 09:22
Não posso falar muito sobre o filme, além do que já escrevi no post, porque não o vi com olhos de ver. Mas, não o considero um filme de vampiros "a sério" (como o Nosferatu), é mais um romance em que por acaso há vampiros e lobisomens.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds