Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

O Pai Natal

Seres humanos, antes de começar com isto tenho que fazer menção à Fábrica de Letras, essa coisa muito linda em que uma série de criaturas escreve um texto sobre determinado assunto e o publica lá. Menciono a Fábrica visto que este texto  "vai para lá" e porque eles nos obrigam a mencioná-los nos nossos textos. Sem recorrer à violência. Só ao último cd do Nel Monteiro. Passem por lá e leiam os restantes posts, nem que seja por pena. O tema deste mês é, obviamente, o Natal. Embora este texto seja dedicado ao Pai Natal, mas está tudo relacionado...
Ah, o Natal. Época de convívio familiar (ou de cinismo), da maratona dos filmes do Beethoven na TVI, (não é este, é o outro), de paz e de alegria, de muita doçaria, do bolo-rei, de oferta de cuecas e meias e muitas diarreias, de prendas e claro, do Pai Natal, esse malandro. Por esta altura, perguntar-se-á o leitor porque carga de água eu insulto de forma gratuita o Pai Natal. Em primeiro lugar, porque me apetece e depois porque ele é de facto, um malandro, para não dizer pior. Se o leitor não acredita em mim, analisemos os factos:
O Pai Natal só trabalha uma vez por ano, na madrugada de 24 para 25 de Dezembro, estando o resto do ano sem fazer nenhum. Neste aspecto, o Pai Natal é similar a muitos portugueses, que trabalham o tempo mínimo necessário para que possam depois ser despedidos e usufruir do subsídio de desemprego durante muito tempo, sem ter que fazer nenhum.
Tendo em conta esta comparação, o termo "Natal é quando um homem quiser" ganha um pouco mais de força - pelo menos em Portugal - a ver pelos inúmeros "pais natais" que por aí andam...
E como se isto fosse pouco, para não ter que trabalhar todo o ano, o calão do Pai Natal tem duendes que, segundo o próprio, fazem "trabalho voluntário". Ora, eu não tenho conhecimento do que vem no Código do Trabalho acerca dos duendes, mas ter alguém com 30 cm de altura a fazer trabalhos pesados e sem ser renumerado cheira-me um bocado a exploração. É contranatura. É como imaginar o Jorge Jesus a recitar "Hamlet". Não pode ser feito.  Há caixas de cereais maiores que alguns duendes, catano! E quase que aposto que não têm seguro de acidentes de trabalho.
Acho vergonhoso que as autoridades ainda não tenham feito nada para resolver esta situação. E, além disso, o Marques Mendes não merece estar tanto tempo longe da sua família.
A juntar a isto, o Pai Natal tem renas que o levam por todo o Mundo no único dia em que este se lembra de trabalhar. Nove animais têm que atravessar a Terra de um lado ao outro numa só noite! E ainda há quem fale em exploração dos animais do circo! Onde é que estão esses activistas agora? Hein?
Mas há mais: uma das renas - o Rodolfo - tem uma luz vermelha espetada no seu focinho. Mas que raio de dono é este que deixa um animal andar com uma lanterna vermelha dentro do focinho e não o leva ao veterinário para ver se aquilo é grave? Não! Nada disso. Em vez disso, o Pai Natal aproveita o facto do Rodolfo ter uma lanterna enfiada no focinho para o meter à frente das outras renas, a iluminar o caminho, só para poupar dinheiro em luzes para o seu trenó. Além de explorador é sovina, o raio do homem.
Só para terminar, chateia-me saber que há pais a trabalhar que nem cães para poderem dar o último grito em bonecas que fazem xixi aos seus petizes para depois vir um caramelo - o Pai Natal - ficar com os louros daquele presente. E de todos os outros, já agora.
Ora, se isto não é um tipo com mau carácter, então não sei o que seja.
Escrito por: João Cacelas às 09:13
Ligação directa | Comentar | favorito
|
21 comentários:
De meldevespas a 2 de Dezembro de 2009 às 11:52
Era só pra dizer que (isto soa um bocadinho feio, mas é verdade) cá em casa vai haver diarreias de muito mais do que prendas, posso assegurar...afinal de contas é Natal porra!
Quanto ao Pai Natal, o tipo já nem tem idade pra estas aventuras, e este trabalhinho, mesmo que uma vez por ano podia ser para alguém em idade de trabalhar e que provavelmente está desmpregado. É só.
Beijo, e boas Festas


De João Cacelas a 2 de Dezembro de 2009 às 12:36
Concordo plenamente com a questão da diarreia. :)
Beijinho e boas festas.


De Peixe Frito a 2 de Dezembro de 2009 às 12:13
João...! Tudo bem? Só passei para te dar uma beijoca de parabéns pelo (mais um, mas todos todos merecidos :D) destaque no sapo! ;)
Beijocas.


De João Cacelas a 2 de Dezembro de 2009 às 12:37
Viva, só topei que estava em destaque através do teu comentário, que agradeço, como é óbvio! :)
Beijinhos e continuação de óptimo dia. ;)


De Gingerbread Girl a 2 de Dezembro de 2009 às 14:46
O Pai Natal este ano vai ter pouco que fazer... há cada vez menos cachopada e cheira-me que o volume de presentes também vai ser mínimo, de uma forma geral e cá em casa em particular.
Pá... desde que hajam filhoses, por mim está óptimo! =D


De João Cacelas a 2 de Dezembro de 2009 às 17:55
Concordo. :D


De Gingerbread Girl a 2 de Dezembro de 2009 às 14:46
E Bolo Rei de frutos secos...


De João Cacelas a 2 de Dezembro de 2009 às 17:55
Pois, só se for esse porque o de frutas cristalizadas é a modos que a virar para o mau.


De Lucia II a 2 de Dezembro de 2009 às 15:37

Só para deixar os parabens por mais um post!! E desde já respeito quem adora o espirito Natalicio...é como tudo na vida são gostos...
Já agora o Natal está para mim como a fava no bolo rei...esta lá mas não serve para nada...e as sms que recebemos, nessa data, de gente que já nem sabiamos que existia??!! e familias k se dão mal mas nessa noite faz conta que gostam mto uns dos outros, e a insistencia de doar tudo a instituições que secalhar nos restantes 365 não precisam??!! é por essas e mtas outras k não faço arvore de natal, muito menos presepio e a unica coisa k faço é voluntariado para os sem abrigo (diga-se de passagem k so não faço mais vezes no ano pk não deixam) O Natal é quando o Homem quiser? Sim é, mas fora do mês de Dezembro não era a mesma coisa...seria perfeito de mais...


De João Cacelas a 2 de Dezembro de 2009 às 17:57
Eu como só recebo sms de quem realmente importa e contacto com a família que me importa até gosto do espírito da coisa.
Nota: também não faço árvore, nem presépio. Voluntariado nunca fiz, mas admiro muito quem faz e um dia quiçá, virei a fazer.
Beijinho


De kamikasedb5 a 10 de Dezembro de 2009 às 17:18
ola lucia, infelizmente vc esta certa...hoje em dia natal virou sinonimo de falsidade...falsos amigos mandando falsas msgs...voluntariado e doaçoes q so sao feitas nessa altura, quando deveriam ser feitas o ano inteiro...mas nem tudo esta perdido, pelo menos nos temos  no mes de dezembro uma ajudinha...veja bem , muita gente quer ajudar mais n sabe como, ou n tem tempo...(infelizmente é verdade, quando se trabalha p se sustentar n sobra muito tempo)...durante o ano existem pessoas como vc q dao a cara e ajudam, muitos de nos esperam por campanhas p poderem ajudar, e o natal é o mes em q temos todos os tipos de campanhas e podemos ajudar toda a gente..mesmo q com pouco, mas ja é uma ajuda...mas vale isso q nada...

...o mal de muitos é pensar q so se ajuda nessa epoca, como se nos outros meses as pessoas nao precisassem de ajuda tbm ...


De Hugo a 2 de Dezembro de 2009 às 18:06
Antes de tudo, parabéns pelo destaque.
Quanto ao Pai Natal...a avaliar pela descrição que fazes, cheira-me que deve ser português... :)


De João Cacelas a 2 de Dezembro de 2009 às 20:16
Quem sabe? :)


De Mary Brown a 3 de Dezembro de 2009 às 22:07
Onde estão esses Pais Natais em Portugal? Só se forem aqueles que enchem o próprio sapatinho. São? Estes conheço. Tens toda a razão o Pai Natal não merece tantos louros mas, concordas comigo, merece mais que os politicozitos que andam para aí, não? Pelo menos quando chega essa noite os outros, aqueles que nos roubam durante o ano, estão a descansar, em família Que bom temos uma noite em paz, que venha o Pai Natal, todas a as noites. Quem sabe consegue esmagar os outros com o peso, de uma vez por todas.


De João Cacelas a 3 de Dezembro de 2009 às 22:14
Sobre os políticos já falo praticamente todo o ano. :)
Há que aproveitar enquanto é tempo para falar do Pai Natal.


De Lala a 6 de Dezembro de 2009 às 16:36
Ahahahahah ! Mais ou menos aceitável! Junte lá o seu texto ao meu (http://memoriasdaminhacaneta.blogspot.com/2009/12/afinal-o-pai-natal-trabalha-nas.html)(que também está na fábrica) e chegamos à conclusão de que o Pai Natal, as Renas e os próprios duendes não fazem é nenhum! Nem naquela noite do ano! O Barbinhas Brancas já deve é ser reformado das finanças!


Quanto à diarreia de prendas [gostei da expressão]... este ano não está famoso... mas já estou como a Ginger diz: "desde que haja filhoses por mim está óptimo!"


Beijinhos e.... Bom natal, claro!


De João Cacelas a 7 de Dezembro de 2009 às 00:06
Podes tratar-me por tu. ;)
Sim, há uma certa ligação, embora continue a acreditar que há uma certa exploração por parte do Pai Natal às renas e aos duendes. :)
Desde que haja saúde, como dizem os mais velhos, é o que é preciso. :)


Beijinhos e bom Natal. :)


De kamikasedb5 a 10 de Dezembro de 2009 às 17:01
hahaha...da um disconto p cota ne...velho como ele ta nao aguentaria trabalhar o ano todo...ja basta o trabalho q ele tem, ou vc acha q é facil vigiar um monte de duendes p q nenhum escape ao trabalho escravo, ou tomar conta de renas voadoras??? aff essa parte é dificil e alguem tem q fazer...assim nos sobra tempo p trabalhar , comprar as prendas p o papai noel ficar comm os louros...ele merece...rsrs


De João Cacelas a 10 de Dezembro de 2009 às 17:11
Ele prende os duendes numa barraca e as renas numa gaiola.
Para mim, é um malandro. :)


De kamikasedb5 a 10 de Dezembro de 2009 às 17:21
hahaha vc sabe muito sobre o papai noel...deve ser ca uma barraca rs


De João Cacelas a 10 de Dezembro de 2009 às 19:06
É um barracão feito com tábuas velhas, que o velho é forreta.


Acha este texto mais ou menos aceitável? Então comente!

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds