Sexta-feira, 30 de Maio de 2008

Porque é que os anúncios alusivos a laxantes são sempre uma merda?

Há um anúncio que passa na rádio, alusivo a um laxante que me anda, digamos que a fazer um bocadinho de comichão na orelha esquerda, assim naquela parte de dentro, que ganha cotão. Não é a da cera, é a do cotão. Queria muito lembrar-me do nome do produto mas o trauma que o "reclame" me causou não me permite que tal aconteça. O anúncio é mais ou menos isto: Uma rapariga liga ao amigo a dizer que está presa: "socorro, ai, ai estou presa há 3 dias" (grande momento radiofónico), isto com uma sirene de polícia como som de fundo. O diálogo continua e o amigo, estúpido que nem um cepo, que parece ser o único tipo que não entende que ela está presa sim, mas dos intestinos, pergunta-lhe se precisa de um advogado (grande momento radiofónico II), pensando que ela está no cárcere. Ela diz que não e pede ao amigo que vá à farmácia buscar-lhe o tal laxante. Fim.

Coisas a reter e que fazem pensar neste anúncio:

-em primeiro lugar, acho que nunca ninguém ligou a um amigo(a) por estar "preso";

- depois, também não me parece que haja aí alguém estúpido o suficiente para não entender de que género de "prisão" se está a falar;

- em terceiro lugar: uma pessoa que tem prisão de ventre, pode muito bem ir pelo seu próprio pé buscar o medicamento à farmácia. Se estivesse na situação inversa, aí sim, era uma tarefa complicada...

- e quem é que pede a um amigo para lhe ir comprar laxante?? Hum??

- ponto nº5, este é sem dúvidas um anúncio de merda. A todos os níveis. E se há alguém a precisar de um laxante (mas para o cérebro) são os tipos geniais que o criaram, porque têm o cérebro um bocado "preso";

- e por fim: a famosa expressão "és um amigo da merda" adquire todo um novo significado graças a este fabuloso momento de publicidade.

"E ó João,o que é que se pode retirar de bom neste anúncio? "Perguntam vocês. Ao que eu respondo: nada. Mas obrigado por terem a gentileza de perguntar.

 

Escrito por: João Cacelas às 18:08
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (6) | favorito
|

"Sal na Língua", ou um bocadinho de tento na língua?

Ontem vi a estreia do programa "Sal na Língua", apresentado por João Carlos Silva ("Na roça com os tachos). Acho muito gira a ideia de se divulgar a cultura, as artes e as tradições dos países lusófonos. E até gostei do programa, excepto quando chegámos à parte da confecção do prato típico do país (São Tomé e Príncipe). É que aí, o João Carlos transformou-se... deixou de ser o apresentador bem-disposto, que é agradável de ouvir, para se tornar num miúdo de 7 anos, com hiperactividade, insuportável de ouvir. Para ele qualquer era "boniiitaaa!!", ou "lindaaaa", ou pura e simplesmente "coisinhaaaa". O que é uma coisa "coisinha"? Alguém sabe? Cá para mim, meteram-lhe alguma coisa na pimenta e o homem ficou assim, a modos que esquisito, demasiado esquisito.

Durante o programa, o apresentador fez a "dança do tempo", uma dança muito semelhante à praticada pelos "Teletubbies", muito fofinha e querida. E aproveitou para dizer que "tocar nos alimentos é como tocar na pessoa que amamos". João Carlos, João Carlos, tocar nos alimentos é como tocar na pessoa que amamos...só se...formos canibais, aí sim, está bem, até porque caso sejamos adeptos do canibalismo (essa prática mui nobre e distinta) o mais provável é que o alimento seja mesmo a pessoa que amamos.Porque de outra maneira...não, não estou a ver... e olha que aprecio muito fazer comida e tocar em alimentos e não...não é a mesma coisa...espera, só se o João Carlos estiver apaixonado por uma mulher-courgette. Aí, a coisa já faz mais sentido, porque de outra maneira não entendo...

Escrito por: João Cacelas às 11:17
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (7) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

A verdadeira mulher mais sexy de Portugal em 2008

A Luciana Abreu, também conhecida por Floribella ganhou o prémio de mulher mais sexy de Portugal de 2008, numa votação feita pela revista FHM. Eu acho isto preocupante. Então uma rapariga que passa a vida a falar com fadinhas "ai,ai as minhas fadinhas" para aqui, "fadinha, diz-me o que fazer" para ali e que fala com árvores, vegetais e algumas leguminosas é considerada sexy??

Como dizia o outro: temos que elevar os padrõezinhos. Puxá-los para cima, padrõezinhos, upa,upa. Para cima. E é precisamente isso que vou fazer, revelando aquela que é sem dúvidas, de longe, a mulher mais sexy de 2008. Ei-la:

 

 

 

 

Escrito por: João Cacelas às 18:05
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (5) | favorito
|

Nova subida na Galp

Após tanto burburinho com os preços da gasolina da Galp, a gasolineira lá voltou a aumentar os preços da "gasosa".

Tenho para mim que foi por birra. Senão vejamos: desde o início da semana que se anda a falar num eventual aumento da subida dos preços da Galp, mesmo com o seu presidente a dizer que não e não. No entanto, os jornalistas, chatos como sempre, continuaram a "bater na mesma tecla":

Jornalista1: Então senhor presidente, os marotos dos preços da gasolina sempre são para aumentar? Hum?

Ferreira de Oliveira: Não, não são para aumentar. Eu não dei instruções a nenhum dos meus lacaios para que tal forrobodó acontecesse.

Jornalista 2 (mesmo após ter ouvido a resposta ao Jornalista 1): Senhor presidente, como é? Aumenta ou não os preços? Diga lá, meu malandro!

Ferreira de Oliveira: Já disse ao seu colega que não. Não pretendo aumentar os preços da gasolina, pelo menos não até ao final da semana, visto que quero ir com a minha esposa passear até Espanha, e como se sabe, a gasolina está carota e eu preciso de encher o depósito, o que parecendo que não, é capaz de ser muito dinheiro. De maneiras que não prevejo nenhum aumento para já.

Jornalista 3 ( que apesar de ter ouvido as respostas anteriores, continua a bater na mesma tecla):

Ferreira de Oliveira: Já disse que não! Que quero ir a Espanha, a Sevilha comprar uns caramelos que são de trás da orelha e que portanto não procederei a aumentos na gasolina,  mas são surdos ou quê?!

Jornalista do 24 Horas: Senhor presidente, é verdade que foi apanhado em actos de badalhoquice com 4 travestis, num hotel de Lisboa?

Ferreira de Oliveira: Ora aqui está uma pergunta que sim senhor, é bonita e interessante. Isto sim é trabalho sério! É bom saber que ainda se fazem jornalistas competentes! Louvo-o por isso! Mas não, não é verdade.

Jornalista do 24 Horas: E a gasolina? É para aumentar?

Ferreira de Oliveira: Raios vos parta a todos!! Já tinha dito mil vezes que não e não!! Agora só por causa de vocês serem chatos, vou aumentar os preços! Que é para ver se aprendem a deixar de ser intrometidos! Ora tomem lá!

E foi mais ou menos isto que se passou. O senhor aborreceu-se e num acto de birrinha, voltou a aumentar os preços...

Culpados? Talvez o jornalista do 24 Horas, afinal o preço do barril de petróleo até desceu e tudo. Estamos sem dúvidas na presença de um aumento devido a birra e não à subida do preço do petróleo.

Escrito por: João Cacelas às 12:49
Ligação directa | Comentar | favorito
|
Terça-feira, 27 de Maio de 2008

Uma questão de motivação

Eu sou um tipo que se preocupa com o bem-estar dos outros e devo confessar que neste momento estou muito preocupado com os jogadores da Selecção Nacional, com eles e com o seu aparelho auditivo.

É que ouvir cantar o Tony Carreira, o seu filho Mickael, o Roberto Leal e o filho e ainda a Ronalda (irmã do Cristiano Ronaldo, para quem ainda não sabe), em concertos ditos de apoio à equipa das quinas (ainda por cima todos na mesma semana) é altamente prejudicial à saúde dos atletas (e do "minino"). E isto meus amigos, está cientificamente provado. Estudos em laboratórios estrangeiros atestam-no (referir estudos feitos por estrangeiros dá sempre credibilidade ao que quer que seja).

Sr. Scolari, não é por aí... se acha que assim está a motivar os seus atletas, está muito enganado... isso tem outro nome: TORTURA. E é sabido (também através de estudos estrangeiros) que a tortura não só é chata e aleija, como também causa um leve mal-estar e um bocadinho de comichão no céu-da-boca, o que pode, ou melhor, vai ser prejudicial para o rendimento dos jogadores no EURO 2008.

Com estes métodos de "motivação" não vamos lá, Felipão! O que é que se segue? Humm? Um strip-tease da Lili Caneças nos balneários, com direito a uma table-dance ao Ronaldo para ver se ele começa a marcar penalties? Aí é que o rapaz nunca vai sequer querer se aproximar da marca de penálti. Até imagino o que ele pensará: "Tu és capaz Cristiano! O guarda-redes nem a vai ver!" E eis que de repente... zás!! Vem-lhe a imagem da Lili Caneças em fio-dental, dançando no seu colo, ao ritmo do "Sex Bomb" do Tom Jones e é claro que fica paralisado, acabando por falhar o penálti. E mais: e o trauma que depois não ficará para sempre na cabeça do rapaz? Ninguém pensa nisso? Cambada de inconscientes é o que são!

Eu se fosse ao Seleccionador fazia assim:

"Pessoal, vou-vos fazer ouvir Tony Carreira e o filho, Roberto Leal e o filho e a Ronalda durante a fase de grupos do Euro. Mas, se passarmos aos quartos-de-final, tiramos a Ronalda e se chegarem às meias deixam de ouvir os outros. Entenderam? Agora, é com vocês! Se querem deixar de ouvir estas foleiradas têm que ganhar! Ah, e caso não passem da fase de grupos vão ser obrigados a ver um strip da Lili Caneças no balneário. A bola está do vosso lado, sabem o que têm a fazer."

Isto sim, seria bom para motivar os jogadores a ganhar os jogos. Aliás, com uma motivação destas, até o Ricardo agarrava na bola na sua área e atravessava o campo de um lado ao outro e marcava golo ao adversário. Pensa nisso, ó Scolari.

E já agora, assim a modos que quando puderem, passem pelo novo blog que criei: Cabinet de Curiosités. Tem um nome todo pomposo e tudo. Aqui fica o link:jcacelas.blogs.sapo.pt/.

Músicas, cantigas, melodias e seus semelhantes: Sex Bomb, Tom Jones
Escrito por: João Cacelas às 14:58
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (2) | favorito
|

4270

porque este blog faz serviço público

sinto-me:
Escrito por: Regina às 00:02
Ligação directa | Comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

A profecia cumpriu-se

Lembram-se de num determinado post eu ter brincado com a data e hora de entrega do IRS?

Pois é, cumpriu-se a sacana da profecia. Os senhores que estão nos serviços centrais a esta hora (tadinhos) receberam a minha declaração às 22:51. Ainda lá ficaram 5355 bons e valentes portugueses. Vou voltar a espreitar aquele sítio tão excitante por volta das 00:01 para ver quantos contribuintes ficaram lixados, com "F".

 

sinto-me:
Músicas, cantigas, melodias e seus semelhantes: É p'ra amanhã, bem podias fazer hoje...
Escrito por: Regina às 23:02
Ligação directa | Comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Maio de 2008

Os EUA e o Nascar

É sobejamente conhecida (pelo menos duas pessoas sabem-no) a minha admiração pelos Estados Unidos da América e pelas suas gentes.  O que me admira nessa malta é o facto de como é que conseguiram tornar a América numa potência gigantesca, sendo um povo tão estúpido.

E perguntam vocês: "Mas ó João, meu grande malandrote! Porque dizes tu que os americanos são estúpidos? Estúpido és tu!", ao que eu respondo: "Sim, está bem. Eu sou estúpido, mas ao menos não pago fortunas para ver corridas da Nascar."

E o que fazem vocês perante tal resposta? Nada. Rigorosamente nada. E porquê? Porque sabem que aqui o menino tem razão. Foram completamente desarmados, admitam.

E era precisamente às corridas da Nascar que eu queria chegar. Como é que é possível que um povo que paga fortunas (há bilhetes que chegam aos 800 dólares) para ver uma série de carros, todos iguais, que correm numa pista oval, até totalizarem 800 quilómetros (500 milhas) durante horas e horas e mais horas consiga fazer da América o país que é?

É que vamos lá a ver: as corridas da Nascar não têm qualquer tipo de emoção ou surpresa. Ali andam alguns 50 matarruanos numa pista que tem apenas 4 curvas e ainda por cima são todas para a direita. E isto até terem feito 800 quilómetros aos círculos. Uma tortura que dura algumas 5 horas. Que estes tipos gostem de andar aos círculos, ainda passa. Agora, que haja bestas que pagam 800 dólares para verem os outros a andar às voltas durante 5 horas, já é...como é que se chama? Deixa cá ver...ah, já sei, é estúpido.

Pergunto-me qual será a emoção de assistir a uma corrida de Nascar? Será o factor supresa? "Olha!Olha! O carro vai virar à direita e vai já para a 189ª volta! Espectáculo pá! Este desporto é totalmente imprevísivel!" Não creio que seja por aí. Será pelas meninas jeitosas que andam pelos paddocks? Isso já me parece mais provável. Mas ainda assim, é estúpido. Pois para ver meninas jeitosas não creio que os americanos precisem de pagar 800 dólares, por uns trocos vão a um bar de strip e ainda vêm mais um bocadinho das moçoilas. E mais de perto.

Continuo sem entender o porquê do interesse dos "gringos" neste "desporto".

É que vamos lá a ver: se o Nascar fosse em Portugal, tudo bem, entendia-se. Não que nós sejamos mais estúpidos que os americanos, nisso estamos um pouco mais abaixo que eles, mas adoramos ver "chapa batida". E se há coisa que a Nascar tem para oferecer é muito carro amolgado. E incêndios, já me esquecia dos belos dos incêndios. Aí sim, era uma coisa que fazia sentido, mas em Portugal, não nos EUA. E mesmo os preços altíssimos não seriam problema, pois para ver "chapa batida" e um bonito de um fogo,o bom do portuga paga o que for preciso.

 

 

 

Escrito por: João Cacelas às 18:58
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (1) | favorito
|

Cougar Craze?

    

 

Na edição nº 793 da Visão (15.05.08), não pude deixar de ficar chocada com o artigo mencionado na secção sociedade/comportamento, em que se fala da "nova moda das mulheres-caçadoras" (Cougar Craze). Mulheres "entradotas" ousam conquistar (caçar) jovens atraentes/ "rapaz-brinquedo".

Não sendo especialista, poderia aqui escrever os meus pontos de vista sobre este "fenómeno" , que parece "ter rebentado" pelo mundo e que até parece já é responsável pela realização de eventos com este fim.

Decidi apenas contar-vos duas "historietas" ( gosto muito de historietas, como diria alguém que conheci em tempos) que a única coisa que têm em comum é o facto de se terem passado mais ou menos na mesma data e de serem as duas verídicas.

 

- Uma mulher com os seus 50 anos, casada (muito bem), 2 filhas adolescentes, vida económica, social e familiar estável, tem uma página num chat com fotografia de uma mulher de 30 anos, linda , solteira. Através deste chat "colecciona" amigos virtuais, troca mensagens, poemas.... Uma particularidade: os "escolhidos" e "preferidos" são todos muito jovens (entre 20 e 30 anos), solitários e "carentes".  

 - Uma mulher com os seus 37 anos, divorciada, 3 filhos adolescentes, vida económica, social e familiar estável, conhece jovem/homem de 20 anos. Após constatar que a idade é apenas um número e que a única diferença entre ambos é que um nasceu 17 anos antes do outro, decide assumir este relacionamento. Vive numa aldeia com pouco mais de mil habitantes. Após o choque inicial a população encara a relação com a maior naturalidade.

 

Numa sociedade em que é normal vermos casais com 2 ou 3 filhos pequenos e em que o homem é muito mais velho que a mulher ou em que é normal ouvirmos expressões machistas como: "eu troco a minha mulher por 2 de 20!", não deixa de ser curioso que se estudem agora comportamentos das "cotas"! Por Deus!

 

 

 

 

sinto-me:
Escrito por: Regina às 18:20
Ligação directa | Comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Maio de 2008

Santana is back

Pedro Santana Lopes, candidato à liderança do PSD, ou no seu caso do PPD-PSD, chamou "socialista de meia-tigela" a José Sócrates. Bom, é verdade que Santana Lopes não é socialista mas também é verdade que é um político de meia-tigela.

É como diz o povo: "Diz o roto ao nú".

Escrito por: João Cacelas às 20:18
Ligação directa | Comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Estado laico?

Como é maravilhoso ser criança! Espero que os meus filhos tenham recordações com o sabor das que guardo e que de vez enquando me fazem ter umas saudades...

Isto vem a propósito do feriado de ontem. 

Em criança, uma semana antes de qualquer feriado, fazia sempre a pergunta:" Mãe? É feriado de fato do Domingo?" , ou então : "Mãe? É feriado de ir à missa?"

Interesses...

Eu explico: sempre que havia um feriado desta "espécie" a minha mãe ia à feira (agora diz-se "ir ao mercado" mas na minha aldeia naquela altura era "ir à feira") e comprava-nos uma roupa nova. Era uma manhã interminável aquela. Não víamos a hora da mãe chegar com as roupas novas. O meu pai era sapateiro, daqueles de pôr capas e meias solas, mas nestas alturas quando passava " o viajante", ele pedia-lhe para ir ao carro buscar as malas enormes e pretas com as amostras de sapatos e nós escolhiamos, qual cinderelas.

Que saudades...

A única parte chata destes feriados era a hora de seca que se apanhava na missa (Deus perdoa as criancinhas).

Não percebo muito bem esta coisa de sermos um Estado laico, mas termos e comemorarmos (não trabalhando claro, não é a ir à missa) feriados religiosos. Mas por mim, como diz a outra, tudo numa boa, ou então como diz ainda o outro, nada contra...

 

sinto-me:
Músicas, cantigas, melodias e seus semelhantes: O senhor é o meu pastor, nada me faltará
Escrito por: Regina às 23:15
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (2) | favorito
|

Politiquês

A campanha para a eleição do novo líder do PSD, ou do PPD-PSD (no caso de Santana Lopes) lá vai andando. Eu não sou militante do partido, nem sequer sou de Direita,( ou de Centro-Direita ou de Direita com uma pitadinha de Esquerda mas a puxar mais para o Meio, pois com todas estas novas "orientações" políticas, eu, um tipo que percebe tanto de política como o Paulo Portas fica um bocado confuso) mas a escolher um dos candidatos, escolheria um que dissesse isto: "Caros militantes do Partido, eu prometo que vou ser o maior sacana de todos os tempos que vocês já viram ao leme do PSD! Prometo não fazer rigorosamente nada para mudar o rumo do país e tentar roubar o máximo de dinheiro que puder para uma conta off-shore que tenho na Suiça! Por tudo isto, votem em mim!"

E eu era menino para votar num candidato deste gabarito. Por esta altura vocês devem estar a pensar: "mas que palerma, que grande palhaço!". Sim, é verdade que o sou, mas pensem lá comigo: os políticos falam ao contrário das pessoas normais, isto é, quando dizem que vão cumprir uma coisa nunca o fazem, portanto, poderia ser que dizendo que não iriam fazer nada de nada, fizessem realmente algo pelo País.

Para os políticos, o sim quer dizer não e vice-versa. É ou não é verdade? Hum?

Para provar o meu ponto de vista, vou-vos dar um pequeno exemplo prático:

Imaginemos, portanto que hipoteticamente o nosso Primeiro-Ministro era vá, apanhado a fumar dentro de um avião, coisa meramente hipotética e altamente impensável, claro está, que ideia mais estapafurdia a minha! Insinuar que o Chefe de Estado de Portugal fumaria dentro de um avião! Ainda assim, vamos manter este exemplo. Ora, o senhor Sócrates apenas fumou dentro do avião (hipoteticamente falando, pois isso jamais aconteceria) porque lá dizia "proíbido fumar". Caso dissesse "permitido fumar" ele nunca sacaria do belo do cigarro. É uma raça que faz tudo ao contrário. Quando prometem baixar impostos, eles querem realmente dizer que querem aumentar os bandidos dos impostos. Entendem?

Por isso, nas próximas eleições em que votarem, excepto se estiver um dia solarengo, nesse caso vão mas é para a praia que é mais bonito, votem no maior sacana que houver entre os candidatos, ok?

E só para terminar, uma mensagem para as editoras de livros: Vejam lá se fazem um dicionário Português/Politiquês que é para ver se começamos a entender bem o que os políticos querem dizer, para não nos iludirmos e o catano.

Escrito por: João Cacelas às 16:05
Ligação directa | Comentar | favorito
|

Observar aviões. Uma arte ou pura parvoíce?

Eu até me considero um tipo porreiro e tal e nada preconceituoso, mas há uma coisa que a mim me faz muita espécie. Falo-vos, claro está, daqueles tipos que ficam horas e horas estacionados nas traseiras dos aeroportos só para verem os aviões. Vêem os aviões, tiram-lhes fotos e depois fazem colecção das mesmas, chegando inclusive a trocar "cromos" uns com os outros.

Isto é parvo. E um bocadinho para o estranho. Um exemplo:

- Ena pá!! Olha, olha! Um Boeing 737!! Ei! Que espectáculo de menino! Ui, que asas tão bonitas que ele tem! E que aerodinâmica mais espectacular, corta o vento todo bem cortadinho! Deixa-me cá tirar uma foto!" (Foto esta que só apanha o trem de aterragem...)

E eu como bom português que sou, ando preocupado com esta malta. Porque um tipo que já é crescido e que dedica dias a observar aviões (que por sinal, muitas das vezes são sempre os mesmos) denota uma certa demência mental, e parvoíce. Mas o mais grave é que eles trocam fotos uns com os outros. O que é mais ou menos assim:

- Olá Tomás José! Então, tens visto muitos aviões?

-Tenho, sim! Olha, ainda no fim-de-semana estive aqui de manhã à noite e tu nem vais acreditar no que eu vi!

- Conta!

-É pá não,tu vais pensar que estou a mentir ou a brincar contigo! n.a*:(Como se estar fins-de-semana especado a olhar para aviões fosse uma coisa séria! Ah, que este sacana deste Tomás José tem cá um piadão!)

-Conta lá!

-Está bem, está bem, eu conto. Vi um Boeing 737!!

-Ena pá!! Que espectáculo!! Um Boeing 737! Uau! Que loucura!! E quantos desses é que já viste?

-4598, mas se formos a ter em conta que só há 4 neste aeroporto...já vi...deixa cá ver...4!! Já vi esses 4, 4598 vezes!!

- Ena pá, ó Tomás José tu és cá um sortudo!! Olha eu infelizmente só vi Boeings 737, 3657 vezes! És sempre o mesmo sortudo! Nasceste com o rabinho virado para o Céu, é o que é! E tens fotos novas para troca?

-Foto tenho, só que não troco. É uma foto do trem de aterragem e como não tenho nenhuma destas, não troco.

-Um trem de aterragem!! Isso vale muito!! E se eu te der 4 fotos de um Boeing 767 e 2 de um Airbus A380, aceitas?

-É pá...desculpa lá, mas não.

-E por 2000 Euros? Humm?

-Não.

- E 2000 Euros e uma noite com a minha mulher? Aceitas?

- A tua mulher até que é bem jeitosinha, com todo o respeito. Mas prefiro a fotografia do trem de aterragem. Não insistas mais.

E pronto, é mais ou menos isto que se passa no duro mundo dos observadores de aviões... tem que haver alguém que salve estas pobres almas, que lhes mostre que há vida para além de um belo par de asas de um Boeing. O nosso Governo deve intervir, e rápido antes que isto tome proporções desmesuradas.

Bom, e era isto. Era esta tristeza que eu tinha para dizer. Pensem nisso com carinho. E sempre que virem um observador de aviões, estendam-lhe a mão e ajudem-no a sair dessa vida. Sejam solidários. Porque ninguém sabe o dia de amanhã e um dia podemos nós próprios cair no duro vicío de observar aviões (ou algumas partes deles, pequeninas) das traseiras de aeroportos...

 

P.S (não o partido): Já agora, era só para dizer que esta polémica toda dos voos da CIA e o camandro, se passaram ou não por Portugal... é uma questão de perguntar a um destes meninos que observam aviões, que eles com certeza devem ter visto alguma coisa.

 

*nota de autor

Escrito por: João Cacelas às 11:31
Ligação directa | Comentar | favorito
|

Nova autora

Olá, como já devem ter reparado, esta espelunca a que carinhosamente chamo blog tem um novo autor. Neste caso, uma autora. A Regina, que cá aparecerá sempre que quiser, para ver se consegue tornar isto numa coisa a modos que decente. Desejo-lhe sorte na missão, porque eu já tenho isto há 8 meses e ainda não consegui.

Escrito por: João Cacelas às 11:24
Ligação directa | Comentar | favorito
|

Boa noite

Olá!

Fui convidada para dar uma  ajuda  aqui no "estaminé" do João.

Chamo-me Regina e aviso já que não tenho muito jeito para falar sobre electrodomésticos e Freud...parvoíces e parente(se)s talvez...

Dada a hora tardia não me ocorre nada de momento, só pretendia mesmo apresentar-me.

Só uma coisinha que me irrita...o montinho de papéis ao lado do pc, para o envio electrónico da declaração de irs! É que já tive tanto tempinho para a enviar, mas gaita, ainda não é o último dia! (é segunda-feira, dia 26 de Maio) Quando forem 23 horas do dia 26 de Maio eu trato disso, como boa portuguesa. E ai que o serviço entupa! Vou praguejar e reclamar! Têm que alargar o prazo!

Boa noite e fiquem bem

 

 

sinto-me:
Escrito por: João Cacelas às 00:15
Ligação directa | Comentar | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds