Domingo, 30 de Agosto de 2009

Biologia portuga: o Tubarão-Póia

Esta espécie rara, parente relativamente afastado da família dos tubarões, tem como habitat natural as águas cristalinas do Algarve. Não se pense no entanto que, tal como acontece com os tubarões em geral, o Tubarão-Póia só aprecie a água quente, pois também é um bicho que se possa encontrar em águas mais frias, embora prefira as quentes porque lá se está melhor.
O Tubarão-Póia é a prova provada que o portuga é amigo dos animais, pois sem ele esta espécie nunca poderia sobreviver nem prosperar como tem feito. Por isso, parem lá de dizer que o portuga não é amigo dos animais e tal e coiso porque se não fosse o portuga, espécies como o Tubarão-Póia, o Peixe Garrafa, o Garrafão Baleia ou o Balde-Marinho, nunca poderiam viver em paz e harmonia na natureza. Sem os portugas nas praias para alimentar o Tubarão-Póia esta espécie nunca poderia existir e quantos mais portugas estiverem nas praias, mais Tubarões-Póias "dão à costa", o que mostra uma certa relação "íntima" entre os portugas e os Tubarões-Póia, cujo porquê os biólogos ainda não conseguiram desvendar...
Tal como acontece com os chineses, as pessoas têm a mania de dizer que os Tubarões-Póia são todos iguais, mas isso é tão falso como a produção da Maya para a FHM, visto que há diferenças entre as várias subespécies do Tubarão-Póia: o seu tamanho, cor e forma podem variar consoante a alimentação. Por exemplo, um Tubarão-Póia que funcione à base de fibras terá uma coloração mais escura e será maior do que um que funcione à base de fritos. Também pode haver uma diferença ao nível da textura, de espécie para espécie, mas isso deixo para quem queira ter um frente-a-frente com esta temível criatura, descobrir.
Apesar de ser uma criatura muito temida (e com razão), não há até hoje registos de mortes causadas por ataques do Tubarão-Póia, quando muito houve alguns vómitos e uma ou outra pessoa engasgada, mas nada demasiado grave. No entanto, há que estar sempre alerta pois esta espécie é extremamente silenciosa e furtiva, podendo atacar quando menos se espera. Eu que o diga, que ia sendo atacado por um, não tivesse sido alertado por banhistas que tiveram a bondade de me livrar de um possível encontro imediato com o Tubarão-Póia, também conhecido como O Grande Cócó Castanho.
A fama do Tubarão-Póia tem vindo a crescer de tal maneira nos últimos tempos que até já chegou a Hollywood, onde Steven Spielberg se prepara para começar a rodar uma sequela do blockbuster "O Tubarão", baseada nesta espécie, cujas filmagens feitas no Algarve no próximo ano.
Escrito por: João Cacelas às 21:34
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (14) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

Allgarve

Olá coisos, como já devem ter reparado (se não, é melhor consultarem alguém ligado ao ramo da oftalmologia) o Hemiciclo esteve parado na última semana. E o motivo é muito simples: parti de férias para a zona mais a sul do nosso Portugal Continental, o Allgarve, mais concretamente, para Albufeira. E aquilo foi giro, tirando a parte das inglesas com o cio (ou isso ou tinham comprado roupa interior nova e estavam a mostrar às pessoas, para estas verem se era bonita). Inglesas, se andam "saídas" nesta altura do ano, se calhar é melhor ficarem por Inglaterra porque ver seres humanos a roçarem-se em postes de forma gratuita chega a passar um bocadinho a fronteira do degradante...nem uma gata que tive se roçava tanto às coisas quando estava com o cio. Com franqueza, não havia necessidade...
Mas, o melhor desta semana de férias foi sem dúvida a ida à Ilha do Farol (ou da Culatra), local onde nunca tinha ido. Inserida no Parque Natural da Ria Formosa, a Ilha do Farol deve o seu nome ao magnífico farol que nela se encontra. Destaco ainda nesta ilha as suas águas cristalinas (e quentes) e os milhares de seres vivos que por lá vi, que estando num Parque Natural prosperam e fazem as suas vidas de forma tranquila, sem recear as agressões e javardices tão características da raça humana. E é mesmo graças ao zelo e civismo das pessoas que visitam esta ilha (e das que lá vivem também), que lá se podem observar algumas espécies raríssimas que nunca poderiam proliferar em mais nenhum local a não ser num Parque Natural. Falo-vos do raro Peixe-garrafa de 1,5 lt., cuja população tem um número razoável no Farol; do não menos raro Garrafão Baleia; do magnífico Peixe Óleo de Motor de Barco; estive em contacto directo com um belo Peixe-lápis de Cor Azul de Dois Bicos (uma espécie única no Mundo que apenas se pode encontrar no Farol) e aquele que para mim foi o momento mais alto do dia foi quando foi avistada a mais temível espécie nativa da Ilha do Farol, o Tubarão-Póia, também conhecido como o Grande Cócó Castanho. Ao avistar (ao longe) este terrível predador, tratei de sair da água o mais depressa possível - não fosse sofrer um ataque do Tubarão-Póia - para nunca mais lá voltar.
Em suma, foram dias bem passados e voltei a casa tranquilo e contente por saber que as pessoas são zelosas e cuidadosas para com as espécies raras que "residem" nas águas cristalinas da Ilha do Farol. É bom saber que aquele local, que está inserido num Parque Natural, é estimado pelas pessoas que por lá passam. Um grande bem-haja a todos eles.
Escrito por: João Cacelas às 11:40
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (21) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Gripe CR7CR9

Depois da estirpe H1N1, eis que surge uma nova variante da gripe suína: a estirpe CR7CR9. Até ao momento, a única pessoa infectada com a nova estirpe é o futebolista português Cristiano Ronaldo. Tudo indica que Ronaldo tenha sido infectado com a estirpe H1N1 numa orgia de contaminação da gripe A. No entanto, visto que o organismo de Ronaldo é o melhor do Mundo, a estirpe H1N1 não conseguiu resistir, tendo sido "transformada" por Ronaldo em CR7CR9.  
Segundo revelou fonte próxima do jogador ao Hemiciclo, Ronaldo já tratou de registar o nome desta nova variante da gripe suína para começar a produzir uma linha de máscaras e acessórios antigripe.
Entretanto, Nereida Gallardo, ex-namorada de Ronaldo, revelou ainda que apesar de todo o alarido que se tem feito à volta da gripe de Ronaldo esta não passa de uma gripe vulgar, que não aguenta mais que um ou dois espirros de seguida e que tem um muco nasal muito pequenino. Nereida acrescenta que o futebolista português só gosta de se assoar com lenços de seda, de preferência cor de rosa, deixando assim no ar a suspeita que CR7/CR9 possa ser gay.
Por sua vez, Cristiano Ronaldo já veio a público dizer que apesar do mediatismo que a gripe das aves e a gripe suína tiveram, a sua gripe (a CR7CR9) é claramente superior, acrescentando que esta é a primeira, a segunda e a terceira melhor gripe do Mundo.
Sobre as declarações de Ronaldo, José Mourinho, treinador do Inter de Milão, disse que considera a gripe de Ronaldo uma gripe banal e que até uma mera constipação de Lionel Messi (jogador do Barcelona) consegue ser superior à estirpe CR7CR9. Mourinho deixa ainda um último recado a Ronaldo, dizendo que vai infectar Samuel Eto'o (jogador do Inter de Milão) com gripe só para mostrar ao português quem é que tem a melhor gripe do Mundo.
Escrito por: João Cacelas às 10:53
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (10) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009

Antropologia Portuga: o deita abaixo ou "Velho do Restelo"

Dono de um discurso fatalista, o deita abaixo é uma das espécies portugas mais antigas do nosso Portugal, sendo já referenciado na obra-prima de Luís de Camões, "Os Lusíadas", no episódio do Velho do Restelo. Há quem defenda que os deita abaixo não são mais do que simples pessoas solitárias que após terem sofrido alguns dissabores na vida se tornaram pessoas amargas e maledicentes, mas eu cá acho que isso é mesmo só falta de sexo.
O deita abaixo é uma espécie saudosista por natureza, queixando-se com frequência que já não há coisas como antigamente e que no antigamente é que se vivia bem. É frequente ouvir da boca desta espécie um sonoro "isto é só meeeerdaaaaa!!! Antigamente é que era bom!! O Salazar é que cá faz falta!" E esta frase serve para tudo. Ora aqui ficam vários exemplos: 
- "Manel, vou fazer pudim caseiro, daquele que tu gostas!"
- "Deve sair um rico pudim deve! Isto agora é só meeerdaaa! Já não há pudins como no tempo do Salazar, aí é que se vivia bem!"
- "Então pai, gostas do meu carro novo?"
- "Olha, um carro...para que é que tu queres um carro? No tempo do Salazar a gente andava de burro e ninguém morreu por causa disso e nem sequer se ouvia falar nos ozonos e nessas coisas, homem! Isto agora é só meeerdaaa! Havia de cá estar o Salazar que isto entrava tudo nos eixos que era uma lindeza!"
- "Pai, comprei o novo Iphone. Faz coisas muito divertidas, queres ver?"
- "Olha, comprou um Iphone que faz coisas muito divertidas...isso é só meeeerdaaa, homem! No tempo do Salazar é que se fazia Iphones de jeito, não é cá essas paneleirices que vocês usam agora!"
- "Mas pai, no tempo do Salazar não havia Iphones..."
- "Não havia, mas tenho a certeza que se houvesse era melhor que essa merda!"
Além de classificarem tudo como sendo matéria fecal, o deita abaixo têm mais duas paixões: o vinho (mas apenas o tinto, porque para esta espécie o vinho branco só serve para pôr na comida e o verde é coisa de rabiças e estivesse cá o Salazar e não havia nem vinho verde, nem rabiças) e o Benfica (que só por curiosidade é a única coisa que de facto só era boa no tempo do Salazar...), dois estandartes do regime.
Especímenes sóbrios e que gostam pouco de dar nas vistas, os deita abaixo não têm grandes preocupações com o seu visual, até porque isso é coisa de rabiças e de quem não tem nada para fazer. No entanto, há um pormenor que nunca descuram: a mola a prender a bainha das calças para que estas não se sujem nas correntes das suas bicicletas "pasteleiras". E tal como os machos, também não dispensam o bom do pente no bolso das calças, para o caso de ser necessário "puxar lustro" ao cabelo, com o auxílio de uma boa porção de cuspo.
Apesar de serem criaturas solitárias e de ser muito raro encontrar grandes concentrações desta espécie no mesmo local, isso não quer dizer que não haja união entre os deita abaixo. Exemplo disso foi o programa "Os Grandes Portugueses", onde Salazar foi considerado o maior português de todos os tempos graças à união e esforço conjunto de todos os deita abaixo. A vitória de Salazar não foi só uma demonstração da união e força dos deita abaixo mas também que esta é uma espécie que é cada vez mais abundante em Portugal. Ou então que tem muito saldo para gastar no telemóvel.
Escrito por: João Cacelas às 11:22
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (10) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Agosto de 2009

À conversa com José Mourinho

Com a nova temporada de futebol à porta, o Hemiciclo foi conversar com uma das maiores figuras do mundo da bola, o treinador do Inter de Milão, José Mourinho aka "The Special One" aka "Il Speziale Uno" .
- O Hemiciclo: Olá José Mourinho, antes de mais deixe-me agradecer-lhe por ter a oportunidade de o entrevistar e é de facto um grande prazer estar aqui visto que sou um grande fã seu.
- José Mourinho: Olá, como eu o compreendo. Eu também sou um grande fã de mim próprio, aliás, é difícil não o ser e creio que de facto, o prazer é todo seu, tal como a honra de estar neste momento a partilhar o ar que respiro.
- H: Pois, mas passando ao que interessa...como é que o Mourinho vê o início de época da Liga Portuguesa? Acha que será este o ano do Benfica?
- JM: Antes de mais nada, quem diz o que interessa ou não, sou eu. Eu é que estou a fazer-lhe o favor de responder às suas perguntas, que são um bocado parvas e logo eu é que sei o que interessa ou não, mas como estou ligeiramente bem-disposto até lhe vou responder. Eu tenho visto a pré-temporada dos grandes na Zon e aproveito para dizer que eu poderia viver sem Zon, mas a Zon é que não poderia viver sem mim e é evidente que a sua pergunta é parva e não quero responder ao resto...
- H: Mas Mourinho...e o Benfica de Jesus?
- JM: Penso que só Jesus não basta para levar o Benfica a vencer a Liga, isso é tarefa para Deus e como sabe, de momento estou de corpo e alma no Inter e não estou disponível para treinar o Benfica...
- H: Outro grande acontecimento desta pré-temporada foi a apresentação do melhor do Mundo em Madrid. O que tem a dizer sobre isto?
- JM: Tenho-lhe a dizer que você está enganado e que é melhor consultar as suas fontes porque eu este Verão nem sequer fui a Madrid, fui de férias para Setúbal e por isso acho que essa questão é ridícula...
- H: Falo do melhor jogador do Mundo, não do melhor treinador e ser humano em geral...
- JM: Ah! Mas ainda assim, continuo sem entender...o Zlatan (Ibrahimovic) foi para Barcelona e não para Madrid, faça o favor de ter aulas de geografia porque não lhe admito um erro desses. Além disso, desde que deixou de ser treinado por mim, o Zlatan deixou de ser o melhor jogador do Mundo pois viu as suas capacidades diminuídas em 75% e agora não passa de um jogador banal. O melhor jogador do Mundo é o Samuel (Eto'o), agora que é treinado por mim.
H: Mas eu estava a falar era do Ronaldo, Mourinho...
JM: Mas o Ronaldo há muito que não joga no Real...ele agora está no Brasil, no Corinthians e já começo a ficar farto da sua incompetência...
H: Falo do nosso compatriota! Do Cristiano Ronaldo, que era CR7 e agora é CR9!
JM: Ah, esse...é que por "melhor jogador do Mundo" nunca mais lá chegava. Lembro-me que me fizeram algumas perguntas sobre esse, mas não me recordo dessa tal apresentação e nem sequer ouvi falar...e agora já estou farto da sua incompetência e perguntas parvas, pelo que é melhor ficarmos por aqui...
Escrito por: João Cacelas às 15:19
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

Antropologia Portuga: o macho lusitano ou home

O macho lusitano, também conhecido por home ou gajo de Alfama é uma das espécies mais antigas em Portugal. Há quem diga, inclusive, que esta espécie é descendente directa do já extinto Homem de Neandertal, mas na minha opinião, é apenas mais javarda que o Homem comum.
Para encontrar exemplares desta espécie basta dirigir-se a um café que tenha SportTV, uma empregada com um par de seios de volume considerável, mines frescas e tremoços para acompanhar. Caso não haja uma empregada com seios volumosos, um calendário da Samantha Fox também serve. Mas, apesar de ter nos cafés o seu habitat natural, também é possível encontrar machos lusitanos noutros locais, como um caixote do lixo, muito utilizado para jogatanas de cartas.
Os machos são verdadeiros animais sociais e como tal, é extremamente comum vê-los em grandes bandos. As suas principais actividades são: ver o Benfica no café e andar à porrada porque houve alguém que disse que o Benfica é uma merda; jogar às cartas e andar à porrada porque houve alguém que fez batota; beber umas mines ao balcão e andar à porrada porque pensou que estava um gajo a olhar para ele e das duas, uma: ou é maricas ou quer andar à porrada e assim como assim, vai mesmo levar porrada de qualquer maneira; andar à porrada porque não há nada para fazer; ir à borda da estrada esvaziar a bexiga - cheia de cerveja - e voltar para o café para beber mais mines; andar à porrada porque há um macho rival no café; continuar à porrada enquanto a polícia não chega ao café; andar à porrada com a polícia no café; voltar da esquadra e dar porrada no chibo que chamou a polícia. O macho é portanto, uma criatura cujas actividades lúdicas são extremamente complexas.
A gastronomia do macho é muito ecléctica: no Inverno come moelas, orelha, mão de vaca, molhinhos, pipis, tremoços, feijoada e no Verão come moelas, orelha, mão de vaca, molhinhos, pipis, tremoços, feijoada e caracóis. Note-se que para sobreviver esta espécie necessita de beber cerca de 2,5 lt. de cerveja por dia, pois cerca de 70% do corpo do macho é constituido por este líquido e se este ficar mais de 6 horas sem o beber há o risco de desidratação e consequente morte.
Como espécie muito preocupada com a aparência que é, o macho nunca descura o seu visual e indumentária: macho que é macho usa bigode, fato de treino da Nikki de cores garridas, unhaca e um palito na boca. Este acessório é um autêntico chamariz para as fêmeas, pois com o auxílio do palito, o macho não só mostra que tem a dentição impecavelmente limpa, não havendo quaisquer restos de comida presos nos seus dentes, como mostra também a sua habilidade e perícia com o palito, fazendo manobras arriscadas e de rara beleza, que não têm comparação em todo o reino animal. Apesar de dizer que jóias são para rabiças, o macho, dando provas da sua modernidade, também aprecia uma boa peça de joalharia, sendo muito comum vê-lo com um crucifixo de ouro ao pescoço e um anel, também conhecido como cachucho, nos dedos. O macho também não descura o seu cabelo e tem sempre nos seus bolsos um pente para o caso de ser necessário "puxar lustro" ao seu cabelo. Para isso, o macho recorre à brilhantina natural, também conhecida como cuspo, visto que para esta espécie a laca e o gel são para rabiças.
Apesar de todas estas qualidades, o macho (ou home) encontra-se actualmente em vias de extinção e é muito comum ouvir-se "já não há homes como dantes" ou "já não há machos como antigamente".
Agora ide e como diria o grande Raul Solnado, façam o favor de ser felizes. Eu, que não sou nem grande, nem Raul e muito menos Solnado, acrescento: e caminhai com calma por essa longa estrada que é a vida, mas cautela: vão pela estrada nacional, pois apesar de demorarem mais uma horita de viagem, poupam um balúrdio em portagens. 
Escrito por: João Cacelas às 11:06
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (20) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Agosto de 2009

Seitas

Vamos falar um pouco de seitas, vamos? Confesso não ser um grande fã de seitas, sejam elas de cariz religioso, profano ou parvo, sejam partidos políticos, vendedores do Círculo de Leitores, claques de futebol ou o Jornal de Sexta da TVI. Não é nada pessoal, a sério que não, mas, por mais que tente, não consigo levar a sério tipos que consideram suicídios em massa como sendo actividades lúdicas e uma forma de purificar o espírito (o interessante é que o tipo que acha isso nunca se atira...). E acredito não ser o único a não conseguir levar os tipos das seitas a sério porque, na verdade, eles fazem muito pouco para serem levados a sério. A começar pelos nomes: Igreja dos Últimos Dias, Igreja Cristo é Show, Partido Nacional Renovador, Partido Socialista (estes usam o "socialista", mas deve ser por ironia), entre outras coisas, os Mórmones, etc, etc. Quem é que leva um tipo que se diz ser da Igreja Cristo é Show a sério? Ninguém, caramba! E do Partido Socialista? Esses então...
Se há um traço comum em relação a todas as seitas (além da parvoíce) são os seus intentos. Basicamente, toda e qualquer seita só quer fazer uma única coisa: purificar. Uns purificam o espírito e a alma; outros purificam a Terra, livrando-a do Mal; uns assassinam prostitutas, também para purificar a Terra; outros engravidam crianças para que nascam bébés purificados; o PS purifica os bolsos e carteiras dos contribuintes, esvaziando-os; uns atiram-se de ravinas para purificar as suas almas; outros cortam o pescoço a galinhas para se purificarem e/ou comerem uma Cabidela...em suma, há purificações para todos os gostos, embora nenhuma delas tenha real utilidade. Tipos das seitas, querem purificar coisas? Dediquem-se à agricultura biológica, já purificavam um pouco mais a Terra, não? Espalhem aquelas coisas que purificam o ar - da Ambipur - pelas ruas, para que as cidades tenham um ar mais puro, isso sim, é purificar e ser útil para a sociedade, não é lá essas coisas que vocês fazem. 
E quando eles vêm bater à porta? Se é verdade que é fácil vermo-nos livres de um vendedor do "Círculo de Leitores" ou da "Optimus Home", bastando para isso um simples "que maçada, logo agora que tenho que sair...", com a malta da religião a coisa já não é assim. Por trás daquele ar meio tótó, meio "carneiro mal morto" estão verdadeiros mestres da perseguição e quiçá, putativos serial killers (se Deus os mandar) e a partir do momento em que lhes abrimos a porta, já não há nada a fazer...
Ai quem me dera poder responder a um "sente Jesus no coração?" com um "ora deixa cá ver se o Nazareno me anda aqui pelo coração ou por qualquer orgão vizinho...ei lá, estou a sentir algo...ah, espera, afinal são gases..." sem ser brutalmente agredido por uma Bíblia (o que seria levar com a palavra do Senhor, literalmente), mas nunca se sabe o que está por detrás daquele ar meio choninhas...
Giro, giro era criar uma seita para acabar com as seitas todas. Isso é que era. 
Escrito por: João Cacelas às 10:20
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (28) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds