Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

A compra dos votos do PSD

Olá coisos. Então parece que houve uns tipos do PSD que andaram para aí a comprar votos e tal e coiso...
Sempre é caso para dizer que quando o PSD diz "o seu voto conta", é sinal que este conta mesmo. Conta tanto que até nos dão dinheiro por ele. Se isto não é política de verdade então não sei o que seja.
Para terminar, o Hemiciclo tem o prazer de vos disponibilizar em primeiríssima mão o novo cartaz de campanha do PSD. Ora aí está ele:

 

 

 Montagem (a imagem da moça foi grosseiramente roubada num cartaz do Modelo):

João Cacelas.

 

Nota: Só para o caso disto dos votos ser verdade, deixo aqui dois endereços de e-mail para onde os senhores do PSD poderão enviar propostas que caso considere aliciantes poderão ser extremamente vantajosas para ambas as partes: joao_cacelas@hotmail.com e joaocacelas@gmail.com.
Também estou aberto a propostas de outros partidos.
 
Escrito por: João Cacelas às 15:41
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (20) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Um hino à parvoíce. E à estupidez. E ao nonsense. E à impertinência. E à falta de piada. Uma palhaçada. Em suma, mais um texto sobre política portuguesa

 

Depois das declarações proferidas no debate contra José Sócrates, eis que Manuela Ferreira Leite volta a estar envolvida em mais uma polémica relacionada com comboios e espanhóis.

Segundo revelou ao Hemiciclo fonte próxima da presidente do PSD, o seu neto pediu-lhe um TGV que se encontra à venda em exclusivo numa das lojas do El Corte Inglés para o Natal. No entanto, a dedicada avó disse que não ao seu amado netinho pois isso seria estar a  fazer um jeitinho aos espanhóis. O petiz não gostou da nega da avó e acusou-a de sectarismo, fazendo birra ao não comer a papa toda como forma de protesto. Segundo a mesma fonte, a criança terá ainda dito à sua avó que com José Sócrates como avô, ele teria o seu TGV pelo Natal.
Outra Manuela - Moura Guedes - falou ao Hemiciclo sobre esta situação, afirmando que José Sócrates está por trás desta polémica do TGV do El Corte Inglés. A ex-pivot da TVI vai ainda mais longe, mencionando que tem em sua posse vários documentos que comprovam a sua teoria: um vídeo de um primo de José Sócrates oferecendo ao neto de MFL três sacos de gomas diversas (em forma de tijolo, de banana, de frutos silvestres, de garrafa de coca-cola, etc.) e o talão de compra das gomas são algumas das provas daquela que teria sido a última investigação de Manuela Moura Guedes para o Jornal de Sexta da TVI.

 

Escrito por: João Cacelas às 18:18
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

Falando com Jesus

Fomos falar com Jesus - o do Benfica, porque quem tem o exclusivo do Cristo para Portugal é a Alexandra Solnado - sobre o bom início de época que a equipa encarnada está a fazer e sobre outras coisinhas mais. Ora vamos lá a ver:
- O Hemiciclo: Bom dia, Jesus. Considera-se o Salvador deste Benfica?
- Jorge Jesus: Mau...se é para vocês me começarem-me a fazer esses torcicolos com o meu nome, é melhor a gente parar com isto aqui!
- H: Pronto...tudo bem, seja feita a Vossa vontade, o Senhor manda. Jesus, apesar de todas as críticas feitas aquando da sua contratação, de que não era o homem indicado para treinar o Benfica, pela sua forma de estar e de falar, pelos constantes erros de português que dá...mas tem conseguido calar esses detractores graças às grandes exibições do Benfica. Como se sente em relação a isso?
- JJ: A esses tractores, que me acusam de dar caneladas no português, só lhes digo uma coisa: eles que se experimentem andar com palavras caras para o Binya e para o Jorge Ribeiro a ver se eles percebem alguma coisa. Nem eu consegui explicar ao Binya que era para acertar na bola e não no jogador e era um "shôtor" da bola que o ia fazer, querem ver? Porque é que acha que eu os dispensei? Agora andam a ter explicações de português e só quando estiverem melhor é que se juntam à equipa.
- H: Acredita que vai conseguir manter a equipa a este ritmo? Ou esta fase não passa de um estado de graça?
- JJ: Vamos lá a ver: a gente não anda aqui para ter graça, a gente não somos os Gato Friorento nem os Extemporâneos, a gente trabalha de forma séria e medicada e só assim é que a gente consegue estes resultados.
- H: Acredita que iremos ver mais jogos como frente ao Vitória de Setúbal?
- JJ: Ó amigo, também não exageremos, eu sou Jesus mas não tenho esses poderes todos. Nem é pelos 8-1, é mais pelo Nuno Gomes ter marcado um golo. Isso foi uma situação paranormal, fora do comuna.
- H: Com esta onda de bons resultados é natural que o ambiente no balneário seja de alegria e euforia. Não teme que os jogadores incorram em excessos de confiança?
- JJ: O nosso balneário é impermeável e essas coisas todas ficam lá fora. As únicas coisas em excesso que cá temos é as coisas para o cabelo do Nuno Gomes e o livro "Marcar penalties para Totós" que eu ofereci ao Cardozo. E o Balboa, que também está em excesso mas a direcção já anda a tratar disso...
- H: Relativamente ao caso Balboa, acha que o Benfica está a proceder bem junto do jogador, ao obrigá-lo a treinar à parte do plantel?
- JJ: Isso são assuntos que são do forno interno do clube e que se têm que se resolver-se lá dentro, pelo que não lhe posso enfornecer mais coisas sobre isso por agora.
- H: Jorge Jesus, qual é que vai ser o seu próximo milagre? Pôr um ceguinho a ver?
- JJ: Lá estão vocês a me fazerem-me torcicolos com o meu nome! Eu sou Jesus mas não sou o Cristo, que foi incrustado na cruz. Mas se quer saber se vou meter o Luís Filipe a conseguir fazer um passe ou mesmo um encruzamento acertados, garanto-lhe que os meus poderes não chegam a tanto...
- H: Mas não me diga que não usou o truque de separar as águas com a defesa do Belenenses no golo do Saviola, hein, seu maroto? Vá, confesse lá. Só aqui entre nós, que ninguém nos ouve.
- JJ: Isso são tudo boates que correm por aí e eu não confino nem demito...
Escrito por: João Cacelas às 12:39
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Biologia portuga: a Unhaca

Mais que uma parte do corpo do home portuga, a Unhaca é uma extensão deste (do portuga). Há quem diga que é o carro ou o fato de treino de cores garridas e de facto tudo isso é importante, mas a Unhaca é única porque é mais que um mero acessório de beleza, é mais que um ditame do exigente mundo da moda do home portuga, vai muito além disso, é uma verdadeira Instituição, uma Religião. A Unhaca está para o portuga como o Budismo está para os Tibetanos ou como o Benfiquismo está para os Benfiquistas ou como a Corrupção está para os Autarcas portugueses.
E toda esta adoração que os homes têm pela Unhaca não se deve apenas ao verdadeiro colírio para os olhos que é ver uma Unhaca. Isso seria muito fútil e home que é home não é fútil que isso é coisa de rabiças. 
A Unhaca é mais que um mero capricho de um "fashion victim" da moda portuga, ela tem inúmeras utilidades (talvez até mais que o canivete suíço do saudoso Mcgyver): trata de toda a higiene intima do portuga, que é coçar o escroto e limpar o nariz e os ouvidos (e neste sentido é melhor que um cotonete porque esse o portuga não sabe por onde já passou e como home de asseio que é, não quer cá javardices); se estiver bem tratada e em forma, consegue abrir latas e garrafas de cerveja com a maior das facilidades; serve também como arma de auto-defesa, sendo tão ou mais mortífera que uma faca de mato; e tal como estas, existem muitas mais funções que agora não me apetece escrever.
Mas, além da praticidade que oferece ao portuga e que lhe facilita sobremaneira o seu dia-a-dia, a Unhaca "carrega" uma elevada componente sexual, servindo não só para conquistar fêmeas, mas também para durante o acto sexual o home estimular a sua parceira (estudos indicam que os homes com Unhaca proporcionam mais orgasmos às suas fêmeas), existe inclusive, um Kamasutra da Unhaca, recentemente lançado pelo Chico de Alfama.
Quanto à velha discussão do tamanho...é claro que no caso da Unhaca este importa e muito. E quando o home consegue conjugar com mestria a Unhaca e o Palito durante o acto sexual, consegue levar a sua fêmea à loucura total, num frenesim sexual sem igual em todo o Reino Animal.
No entanto, apesar de todas as suas virtudes e vantagens, há cada vez menos Unhacas. É claro que isso é uma consequência directa do facto de haver cada vez menos homes, mas, ainda vamos a tempo de voltar a colocar a Unhaca nas luzes da ribalta. Para tal, eu sugeria que se criasse uma modalidade desportiva em que a Unhaca fosse senhora e rainha. Devido à sua forma aguçada, teria que ser algo semelhante à esgrima em que os homes e os jovens aspirantes a homes se degladiavam em perigosos duelos com as suas Unhacas. A fim de atrair os jovens para esta modalidade ser-lhe-iam oferecidos ordenados ao nível dos futebolistas (tal como o mediatismo) e com toda a certeza, esta modalidade rapidamente se tornaria tão concorrida como o futebol, não tardando a surgir o CR9 da Luta de Unhaca portuguesa, cuja Unhaca todos os jovens portugueses imitariam.
E tenho para mim que nos Jogos Olímpicos seriamos sempre candidatos crónicos à medalha de ouro...
Escrito por: João Cacelas às 18:00
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (6) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

Os famosos e a publicidade ou os anúncios da tanga que dão na tv

Ora viva. "Em tempos de crise nada melhor do que figuras públicas (umas mais que outras) a publicitar os nossos produtos", deve ter sido o que pensaram as marcas e publicitários do nosso Portugal. Assim o pensaram, assim o fizeram. O problema é que, regra geral, estes anúncios são do mais ridículo que há: temos o anúncio do H&S, em que se pergunta o que é que o Ricardo Pereira tem na cabeça, embora eu ache que a grande questão reside no que ele não tem na cabeça (massa cinzenta); o Cristiano Ronaldo a dar toques numa embalagem de champô (não há anúncio em que o CR7/CR9 entre em que não tenha que dar toques numa coisa qualquer, ainda gostava de o ver a fazer um anúncio a produtos para as hemorróidas a ver se também dava toques); temos os já mais antigos anúncios do Millenium BCP; a outra (não sei o nome dela) que faz publicidade a um detergente; a Fátima Lopes com o trânsito intestinal; a coisa com as tintas dos cabelos; os anúncios do MEO com os Gato Fedorento (anúncios esses que vão piorando cada vez mais), etc. e coiso e tal e tal e coiso.
Há anúncios com famosos (a maioria com aspas) para todos os gostos, tendo a maioria duas coisas em comum: são parvos e fazem por ter piada, mas, sem nunca o conseguir.
Pois foi só para mostrar à malta que trabalha em publicidade como é que se faz um anúncio (no caso um cartaz) em cinco minutos, que tenha mesmo piada (mas que seja parvo na mesma) e que ainda por cima esteja ligado ao que se passa na actualidade, que eu escrevi este post. Só para verem quem manda aqui tomem lá este "anúncio", ó publicitários:
 
 Vêem? Assim é que se faz meus meninos. O quê? Também não tem piada? Vocês também, pá...não perdoam nada...
Nota: Desculpem lá a fraca resolução da foto, mas a caixa de texto não me permite pôr isto maior.
Nota 2: Não tem nada a ver com o texto, mas ontem fui ao cinema ver o "Inglourious Basterds" e porra que o filme é muito bom, catano. E o desempenho do Christoph Waltz (Coronel Hans Landa) é do caraças. Mas mesmo do caraças.

 

Escrito por: João Cacelas às 13:41
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (24) | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009

Tony Carreira num hino aos ex-namorados obsessivos

Olá coisos. Bem sei que posso vir a sofrer um linchamento ou uma morte em "condições misteriosas" após a publicação deste post, mas não resisti a tecer um ou outro comentário de pertinência relativamente nula acerca duma cantiga do grande Tony Carreira que ouvi recentemente, cujo título é "Se me vais deixar". Antes de começar com os comentários em questão, há que realçar que esta deve ser a única canção do vasto repertório de Tony Carreira (e não só), em que o cantor não se considera um vagabundo. Regra geral, Tony Carreira é sempre vagabundo de qualquer coisa nas suas cantigas.
Esta bela canção de amor começa com um "se me vais deixar, leva-me contigo". Pois, ó Tony...não quero ser aquele tipo que te estraga os sonhos mas tenho que te alertar para um ligeiro pormenor: se ela te vai deixar é porque se calhar não te quer levar com ela, nem no pensamento e muito menos no peito (és pouco malandro és...vê lá se dizes no coração, em vez de no peito). 
Tony continua, cantando: "Pra quando precisares de mim, sentires-me aí tão perto, como aquele que sempre vai estar quando a vida te fizer chorar. Teu irmão, companheiro e amigo que pra ti terá sempre um sorriso". Um sorriso e se calhar mais alguma coisa, não é meu menino? Tu és rato, Tony...esperas que ela esteja fragilizada e toda choramingas e aproveitando-se do seu estado de carência, pumba! Atacas como um leão, com a velhinha cantiga do ombro amigo que não passa de uma mera desculpa para a enfiares na cama! Mas como o menino usa camisas de seda roxas, passa por sensível (ou por alguém com muito mau gosto a vestir) aos olhos da amiga, que quando der por ela já viu muito mais que o ombro e o sorriso do Tony. Reparem que podia ter comentado o fraco português e as rimas postas a martelo, mas isso fica para outra altura. 
Depois de mais um bocadinho de "canção do bandido", Tony volta à carga, pedindo à sua amada que caso o deixe, o leve com ela. Psst, Tony, escuta: isto já começa a raiar a obsessão, não? Se a rapariga te quer deixar, deixa-a ir, pá! Olha que essa história de amante obsessivo nunca acaba bem, rapaz. Volta e meia, com aquele pensamento do "se não és minha, não és de mais ninguém", arrebentas com a garota à mocada e depois quem é que te vai tirar as manchas de sangue das tuas camisas de seda? Olha que as nódoas de sangue não saem assim às três pancadas, Tony! E a "5-à-sec" leva uma nota preta para te limpar isso! 
Para terminar, Tony continua com mais do mesmo, dizendo à sua antiga namorada que o leve com ele e etc. e coiso. A jovem que, devido à forte insistência (e teimosia) do Tony em não querer que ela parta sem ele, foi forçada a pedir em tribunal uma providência cautelar impedindo que o Tony se aproxime dela num raio de 500 km.
Apesar da jovem já não querer saber do Tony para nada, ele insiste com um "mas se um dia tu quiseres viver sem a minha amizade sequer, vou-me embora(...)". Com uma ordem de prisão em cima de ti, caso te aproximes dela, o melhor que tens a fazer é mesmo ir embora. Se não tivesses sido teimoso se calhar ainda eram amigos. Ora, toma lá que é para aprenderes a não ser teimoso.
Escrito por: João Cacelas às 14:19
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (21) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Avelino Ferreira Torres, o Todo Terreno

Olá. Acho absolutamente inadmissível que já com as eleições (autárquicas e legislativas) quase à porta eu não tenha escrito um único post sobre o assunto e vou continuar sem o fazer porque é de evitar escrever sobre cócó muitas vezes seguidas, mas, sobre uma coisa tenho que escrever: o cartaz de campanha de Avelino Ferreira Torres. E sim, há por aí muito mau cartaz a merecer uma boa quantidade de posts, mas este é o único que contém Avelino Ferreira Torres, aliás, que contém três Avelinos Ferreira Torres, o que é deveras espectacular. E parvo. Mas sem grandes delongas, passo-vos a mostrar o cartaz em questão aqui.
Logo para começar, um encontro imediato com três Avelinos Ferreira Torres a flutuar, em três versões distintas: o autarca honesto, o cidadão, com uma toalha de mesa no tronco...ah, não, é mesmo uma camisa e o agricultor, que traja um fato de macaco e uns botins comprados à pressa para a sessão fotográfica. A seguir temos a frase "Marco confiante com Ferreira Torres". Apesar de saber que Avelino é candidato a Marco de Canavezes, isto mais parece que há um tipo chamado Marco que confia em Ferreira Torres. E acredito que seja o único. Um pouco mais abaixo, Avelino classifica-se como um "Todo Terreno", que é como quem diz, Deus (Todo Poderoso) no Céu, Avelino Ferreira Torres (Todo Terreno) na Terra ou então, enganaram-se a escrever "todo-o-terreno".
Descontente com esta versão, que pouco dignifica Avelino Ferreira Torres resolvi pôr mãos à obra e desenhei um cartaz que realmente represente tudo o que Ferreira Torres é.
Ora pois então. Finalmente algo à altura de Ferreira Torres. Continuamos a ter os três Ferreira Torres flutuantes do primeiro cartaz, mas agora temos os outros dois que o designer do primeiro cartaz se esqueceu de incluir, que são o autarca com pinta de mafioso/chulo (nota-se logo um outro à vontade, em relação à versão honesta, um pouco estranha a AFT) e o Avelino "Parte Tudo à Biqueirada" Ferreira Torres. Agora sim, os Ferreira Torres estão completos. 
Para estabelecer uma relação de confiança do candidato com o eleitorado, nada melhor do que revelar quais são os seus hobbies (do candidato) às pessoas, o que foi feito no rectângulo vermelho. E como é conhecida a paixão de Avelino pela poesia, nada melhor do que terminar com uma rima bem catita.
Agora vou tratar do jantar, pois tenho que aproveitar enquanto ainda posso comer comida sólida porque quem brinca com o Avelino, coiso...
P.S: Note-se que além de ser um "Todo Terreno", Avelino Ferreira Torres estava-se a candidatar às eleições erradas. O autarca do Marco era candidato às autarquicas 2009 e não às autárquicas 2009. No entanto, já o alertei para a situação e já corrigi isso no último cartaz.

 

Escrito por: João Cacelas às 20:29
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

"Autarcas Sacanas sem Lei"

Todos vós sabeis que estreou na passada semana a mais recente obra-prima de Quentin Tarantino, "Sacanas sem Lei"*, certo? O vocês não sabem é que, além de "Sacanas sem Lei", estreou outro filme do realizador americano, em exclusivo para o mercado português! Ah, pois é! A película chama-se "Autarcas Sacanas sem Lei" e conta a história de uma brigada secreta de autarcas corruptos que têm como missão desviar o maior montante possível de dinheiros públicos para as suas contas pessoais. A brigada, liderada pelo Major Valentim Loureiro, conta ainda com Isaltino "The Innocent" Morais e Avelino "Biqueirada" Ferreira Torres.
Além destes três estarolas, temos a agente dupla Fátima "A Santa" Felgueiras, que se vai fazendo de boazinha, enquanto enche a sua conta bancária à custa do seu charme, com que facilmente engana os eleitores.
Para lavar os dinheiros públicos desviados pelos autarcas sacanas, existe Alberto João Jardim, que se vestiu de travesti (de nome artístico Albertona) no Carnaval da Madeira e gostou de tal maneira da experiência que agora não quer outra coisa, tendo até aberto um cabaret. É precisamente no seu cabaret que o dinheiro é lavado. João Jardim ajuda os autarcas sacanas porque estes prometeram que depois de terminada a sua missão, o ajudariam a expulsar o comunismo da Madeira.
"Autarcas Sacanas sem Lei", um filme realizado por Quentin Tarantino em exclusivo para Portugal, estreia brevemente, num cinema perto de si.
Montagem: João Cacelas
 
*título original: "Inglourious Basterds"
Escrito por: João Cacelas às 18:12
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds