Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

A Playboy portuga e outra coisa que tem a ver com sexo

Olá. Bem sei que colocar as palavras Playboy portuguesa e sexo na mesma linha é um pouco contra-natura, de maneira que desculpem lá qualquer coisinha.

Aproveito o facto da edição de Fevereiro da Playboy portuguesa estar para sair para as bancas para dar a minha singela opinião sobre esta publicação, coisa que não tive oportunidade de fazer porque andei mesmo muito ocupado.

Ora bem, eu não acho que a Playboy portuguesa seja uma coisa assim tão má. Senão vejamos: tenho a certeza que os amigos que compram este género de revistas (para ver os lindos sorrisos das meninas) não podem usar a velhinha desculpa do "ai, eu só compro a revista por causa dos assuntos abordados...não é pelo enorme par de prateleiras da boa que vem na capa...nem pela pandeireta imponente das trigémeas suecas..." com mais nenhuma revista a não ser com a Playboy portuguesa, visto que ninguém vai acreditar que vocês estão a comprar a revista por causa da boazuda da capa. Até porque não está lá boazuda nenhuma.

Por isso, parem lá de se queixar da revista porque graças a ela, podem continuar as vossas actividades lúdicas de admirar os sorrisos e as maçãs do rosto das meninas (e do Ricardo Araújo Pereira), sem passarem por depravados e isto é genial, a vários níveis. 

Passando para coisas mais alegres, um estudo levado a cabo por uns coisinhos já não sei bem de onde revelou que o sexo faz bem ao coração e à hipertensão arterial (mas só aos homens). 

Ora aqui está uma boa desculpa para os maridos que tenham como actividade lúdica dar umas bicadas na galinha da vizinha, ou melhor, na própria vizinha. É mais ou menos isto:

- "Ai meu malandro! Com que então andas metido com a minha melhor amiga!"

- "Querida, isto não é o que tu pensas..."

- "Não é o que eu penso...mas tu pensas que isso resulta? Só nos filmes meu menino!"

- "Não, a sério...olha, lê isto."

- "Uma receita do teu cardiologista para teres sexo 2 a 3 vezes por semana?"

- " Sim, disse-me que faz bem ao coração e como tu estás com o período 28 dias por mês e nos outros 2 dói-te a cabeça, eu tive que me desenrascar com quem estava mais à mão..."

- "Ah, bom...se é por motivos de saúde, continuem lá com isso que com a saudinha não se brinca...vá, acabem lá isso e depois venham almoçar."

Agora vou ali fazer o almoço. Beijinhos, abraços e muitos palhaços.

 

Nota: o autor não tem qualquer simpatia por maridos adúlteros e é da opinião que esses malandros deviam ter os testículos flamejados com whisky para verem o que era bom. Não se faz uma coisa dessa às mulheres, que são criaturas tão maravilhosas.

Escrito por: João Cacelas às 11:51
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (11) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Os sabores das batatas fritas ou uma espécie de analogia parva sobre a artificialidade vigente na sociedade contemporânea

Olá. Apesar de ser um jovem para a vida, ainda sou do tempo em que havia apenas um ou dois sabores de batata frita: as normais (com sal) que eram lisas ou onduladas e as com sabor a presunto e a verdade é que estes dois sabores chegavam muito bem.
Após o "boom" das águas com sabores, assistimos agora ao "kaboom" dos sabores de batata frita.
Temos desde coisas relativamente simples, mas ainda assim parvas, como o sabor a tosta mista (ora, para isso compro pão que me sai mais barato...), com sabor a ketchup, barbecue, tomate, salsa...a coisas mais parvas como frango assado no forno, cebola caramelizada com não sei o quê até àquele que eu considero o expoente máximo da parvoíce no que a sabores de batata frita diz respeito: o sabor a lima. Batas fritas com sabor a lima? E no meio disto tudo, só apetece perguntar: então e as batatas fritas com sabor a batata, pá?
O que se seguirá a seguir? Batata frita com sabor a chanfana? A bacalhau? Batatas com sabores conceptuais, como a alma, a tristeza ou a alegria?  Pelo andar da coisa, daqui a uns anos acontecerá isto:
- Bom dia, queria um pacote de batatas fritas...
- Bom dia, e qual dos 7500 sabores vai desejar? Os que têm tido mais saída são o sabor a melancia...o éter também vende muito benzinho...a batata frita com sabor  a metanfetamina também tem muita saída, mas é mais à noite...e temos agora um sabor novo, que é uma invenção completamente ousada!
- Ai sim? E que sabor é esse?
- São batatas fritas com sabor a batata! O que estes homens inventam!
É pá, quanto a vocês eu não sei, mas eu não quero educar os meus filhos num mundo onde não haja batatas fritas com sabor a batata...
E reparem que esta artificialidade da comida, a que uns chicos-espertos tomaram a liberdade de chamar "gourmet", não se cinge apenas ao universo da batata frita. Ainda há dias vi uma coisa genial: mozarela de soja.
Ora, sabendo eu que a mozarela é proveniente do leite de búfala e que a soja é um vegetal, como é que isto se processa? As búfalas agora também dão soja? Ou é a soja que agora também dá leite de búfala?
Não deixa de ser curioso que um produto que é direccionado para vegetarianos, seja do mais artificial que há. Aliás, praticamente tudo o que é comida para vegetarianos é mais artificial que os seus correspondentes "originais", ou seja, que não tenham soja (excepto os vegetais, claro).
É claro que mais de metade dos vegetarianos também o são apenas por uma questão de moda...
Enfim, mas quem diz mozarela de soja podia dizer chouriço de soja, leite de soja, enfim...há tudo e mais alguma coisa de soja.
Outra coisa gira que vi há dias é uma espécie de natas, mas que não são bem natas. No entanto, é garantido que sabe a natas (é o que diz no pacote). Ora, excluindo os alérgicos à lactose, que não são assim tantos (e os so called vegetarianos), quem é que vai comprar uma coisa que não é natas, mas que sabe a natas e que custa o dobro do preço?
E se isto se alastra a todos os produtos alimentares? Qualquer dia estamos a comer um bacalhau com natas que não leva natas, nem batatas e muito menos bacalhau, mas no entanto sabe a bacalhau com natas. Mas com a breca, isto deixa de ser bacalhau com natas, camandro! Quem degusta algo com prazer não se fica pelo sabor, há o aroma, a textura, as cores...e não me parece que com batata frita com sabor a lima ou com mozarela de búfala e com um bacalhau com natas que na verdade não é bem bacalhau com natas, visto que não leva nenhum dos ingredientes existentes na receita, mas que no entanto sabe a bacalhau com natas se possa desfrutar do que se come. Sei que é confuso e vou parar por aqui (até porque a missa já vai mais longa que o desejável).
Dizem que o que comemos se reflecte em nós próprios. É certo que sim, mas penso que vai ainda mais longe: reflecte-se também no "estado de saúde" da nossa sociedade que tal como a comida, é cada vez mais artificial e só não apodrece porque está carregadinha de "conservantes" e outras coisas que tais que lá vão disfarçando (ou adiando) o "fedor" e a "podridão".

 

Músicas, cantigas, melodias e seus semelhantes: Chiclete, Táxi
Escrito por: João Cacelas às 09:10
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (13) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Os verdadeiros motivos por trás da condecoração do Santana

Olá. E Pedro Santana Lopes lá foi condecorado pelo presidente da nossa "Rascapública" - Aníbal Cavaco Silva - com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo por "serviços prestados à Nação". 
E ainda há quem se atreva a dizer que o Cavaco é desprovido de qualquer sentido de humor, que é um cinzentão e o camandro. É pá, se isto não prova que o homem tem um senso de humor que vai daqui até à China, eu vou ali e já venho.
Uma coisa que se notou foi o facto de PSL não ter esboçado um único sorriso ou algo que se parecesse durante o acto da condecoração, demonstrando que as suas relações com Cavaco Silva já tiveram melhores dias.
Ora, os espertalhões dos media apressaram-se logo a dizer que tal "mal-estar" se deve ao facto de Cavaco Silva ter escrito um artigo onde referia que se deviam afastar os maus políticos, " a má moeda" (Santana era um deles) e que supostamente terá estado na origem da decisão de Jorge Sampaio, PR da altura, a dissolver o Parlamento.
Bom, isto não passam de conversas de comadres, meus meninos. Segundo o que o Hemiciclo conseguiu apurar, o mal-estar do Santana deve-se ao facto deste achar que os serviços que este prestou à Nação não terem sido devidamente valorizados, nem recompensados." O Pedrocas não se mostrou muito alegre na condecoração porque ele ainda não recuperou do facto de não lhe ter sido entregue o prémio carreira do Palhaço de Ouro, no passado mês de Dezembro", disse a fonte.
A mesma fonte acrescenta: "Ora, uma pessoa que fez a palhaçada que ele fez só em 4 meses de Governo e quando esteve na CML merecia ser distinguido com o prémio carreira, como forma de homenagem pelos serviços que prestou à Nação. Não é fácil fazer rir os outros e o Pedrocas fê-lo como poucos o fizeram. Felizmente o presidente Cavaco Silva reconheceu valor ao trabalho que o Pedrocas fez na área da palhaçada e lá acabou por o condecorar. Ele elevou a palhaçada política para um novo nível, fez rir milhões de portugueses a cada vez que abriu a boca...ora, se isto não é prestar serviços à Nação, ó meu amigo..."
Eu também acho que pelas vezes que PSL fez rir os portugueses esta condecoração é mais do que merecida.
Pelas piadas que disseste, por essa coisa estranha na parte de trás do teu cabelo, pelo facto de andares sempre por aí, mereces essa condecoração e muito mais Pedro. 
Os do circo não te deram o Palhaço de Ouro, mas o Hemiciclo reconhecido pelo grande trabalho que fizeste, resolveu homenagear-te. Ora toma lá, Pedrocas, meu grande palhaço:
 
 Montagem: João Cacelas
 
Ah, segundo a mesma fonte, Santana Lopes estava um pouco macambúzio porque o que ele realmente queria era ter sido surpreendido por Cavaco Silva no programa da Fátima Lopes, coisa que não aconteceu. Fica para a próxima Pedro...enquanto andares por aí, tudo pode acontecer.
Escrito por: João Cacelas às 16:41
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

Viva

Olá coisas fofas. Os que andam relativamente atentos devem ter reparado que desapareci do mapa. Pois bem, é verdade sim senhor.

Valores mais altos se ergueram e visto que as frequências não se fazem sozinhas (nem as boas notas se alcançam sem esforço) aqui o menino teve que se ausentar da blogosfora.

Mas, cá estou eu de volta. No entanto, esta ausência do "mundo real" deixou-me completamente alheado da actualidade. Além disso, ainda estou em modo de "descompressão" e como tal, não sei bem sobre o que escrever pelo que estou aberto a propostas que podem ser depositadas na caixa de comentários (aquela zona que se usa para se insultar os autores dos textos).

Para já, queria apenas deixar uma pequena observação relativa àquela novela da SIC que tem como personagem principal uma rapariga que tem o cabelo  à boneco Pinipon, mas em preto (o que por si só já é um bom motivo de troça), o "Perfeito Coração".

É que afinal fiquei a descobrir que o sotaque que sempre tomámos como sendo do Norte é, vejam lá bem, do típico bairro alfacinha da Graça. Isto a avaliar pelo modo como a personagem da nossa Lucy (manicura) fala: sendo uma alfacinha de gema, tem um bonito sotaque do Porto.

Posto isto, concluí que ou todas as pessoas que habitam a zona do Grande Porto são na verdade, oriundas do bairro da Graça ou então que houve alguém que fez um trabalho de casting do caraças.

Acredito mais na primeira hipótese, mas isso sou eu que sou muito ingénuo.

Bom, coisas à parte, fico à espera de propostas para temas e coisas de índole variada, está bem? E de preferência que não contenham a palavra escroto.

Escrito por: João Cacelas às 15:15
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (13) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. O próximo talent show de ...

. Postgrama (post+telegrama...

. À conversa com Jesus (o J...

. Há precisamente um ano es...

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Antevisão do Marselha-Ben...

. As homenagens póstumas em...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um "problema" chamado Már...

. A Playboy portuga e outra...

. Os sabores das batatas fr...

. Os verdadeiros motivos po...

. Viva

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds