Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

"Autarcas Sacanas sem Lei"

Todos vós sabeis que estreou na passada semana a mais recente obra-prima de Quentin Tarantino, "Sacanas sem Lei"*, certo? O vocês não sabem é que, além de "Sacanas sem Lei", estreou outro filme do realizador americano, em exclusivo para o mercado português! Ah, pois é! A película chama-se "Autarcas Sacanas sem Lei" e conta a história de uma brigada secreta de autarcas corruptos que têm como missão desviar o maior montante possível de dinheiros públicos para as suas contas pessoais. A brigada, liderada pelo Major Valentim Loureiro, conta ainda com Isaltino "The Innocent" Morais e Avelino "Biqueirada" Ferreira Torres.
Além destes três estarolas, temos a agente dupla Fátima "A Santa" Felgueiras, que se vai fazendo de boazinha, enquanto enche a sua conta bancária à custa do seu charme, com que facilmente engana os eleitores.
Para lavar os dinheiros públicos desviados pelos autarcas sacanas, existe Alberto João Jardim, que se vestiu de travesti (de nome artístico Albertona) no Carnaval da Madeira e gostou de tal maneira da experiência que agora não quer outra coisa, tendo até aberto um cabaret. É precisamente no seu cabaret que o dinheiro é lavado. João Jardim ajuda os autarcas sacanas porque estes prometeram que depois de terminada a sua missão, o ajudariam a expulsar o comunismo da Madeira.
"Autarcas Sacanas sem Lei", um filme realizado por Quentin Tarantino em exclusivo para Portugal, estreia brevemente, num cinema perto de si.
Montagem: João Cacelas
 
*título original: "Inglourious Basterds"
Escrito por: João Cacelas às 18:12
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Domingo, 30 de Agosto de 2009

Biologia portuga: o Tubarão-Póia

Esta espécie rara, parente relativamente afastado da família dos tubarões, tem como habitat natural as águas cristalinas do Algarve. Não se pense no entanto que, tal como acontece com os tubarões em geral, o Tubarão-Póia só aprecie a água quente, pois também é um bicho que se possa encontrar em águas mais frias, embora prefira as quentes porque lá se está melhor.
O Tubarão-Póia é a prova provada que o portuga é amigo dos animais, pois sem ele esta espécie nunca poderia sobreviver nem prosperar como tem feito. Por isso, parem lá de dizer que o portuga não é amigo dos animais e tal e coiso porque se não fosse o portuga, espécies como o Tubarão-Póia, o Peixe Garrafa, o Garrafão Baleia ou o Balde-Marinho, nunca poderiam viver em paz e harmonia na natureza. Sem os portugas nas praias para alimentar o Tubarão-Póia esta espécie nunca poderia existir e quantos mais portugas estiverem nas praias, mais Tubarões-Póias "dão à costa", o que mostra uma certa relação "íntima" entre os portugas e os Tubarões-Póia, cujo porquê os biólogos ainda não conseguiram desvendar...
Tal como acontece com os chineses, as pessoas têm a mania de dizer que os Tubarões-Póia são todos iguais, mas isso é tão falso como a produção da Maya para a FHM, visto que há diferenças entre as várias subespécies do Tubarão-Póia: o seu tamanho, cor e forma podem variar consoante a alimentação. Por exemplo, um Tubarão-Póia que funcione à base de fibras terá uma coloração mais escura e será maior do que um que funcione à base de fritos. Também pode haver uma diferença ao nível da textura, de espécie para espécie, mas isso deixo para quem queira ter um frente-a-frente com esta temível criatura, descobrir.
Apesar de ser uma criatura muito temida (e com razão), não há até hoje registos de mortes causadas por ataques do Tubarão-Póia, quando muito houve alguns vómitos e uma ou outra pessoa engasgada, mas nada demasiado grave. No entanto, há que estar sempre alerta pois esta espécie é extremamente silenciosa e furtiva, podendo atacar quando menos se espera. Eu que o diga, que ia sendo atacado por um, não tivesse sido alertado por banhistas que tiveram a bondade de me livrar de um possível encontro imediato com o Tubarão-Póia, também conhecido como O Grande Cócó Castanho.
A fama do Tubarão-Póia tem vindo a crescer de tal maneira nos últimos tempos que até já chegou a Hollywood, onde Steven Spielberg se prepara para começar a rodar uma sequela do blockbuster "O Tubarão", baseada nesta espécie, cujas filmagens feitas no Algarve no próximo ano.
Escrito por: João Cacelas às 21:34
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (14) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

Os críticos "profissionais"

Olá, há uma profissão que sempre me fez um bocado de impressão: os críticos. O que é um crítico? Basicamente, é um senhor que é pago por outros senhores para escrever ou dizer mal sobre várias coisas. Uma espécie de Carlos Castro mas menos bicha e com menos rosa-choque no armário. "Ah, mas ó João, uma crítica também pode ser construtiva", dizem vocês e muito bem. Ora, então atentemos no significado da palavra crítica: "maledicência, censura". Pois. Coiso.
Mas, o mais giro acerca dos críticos é que eles se denominam como os verdadeiros apaixonados e admiradores das áreas que "criticam", apesar de raramente encontrarem algo que realmente admirem. Confusos? Basta folhear um jornal e ir parar à área do cinema, por exemplo e ler as críticas desses "apaixonados" por cinema. Não há um filme que lhes agrade, nem um. É mais ou menos isto:
- " Então o que é que você faz?"
- " Sou crítico de cinema...."
- " Ah, então já deve ter visto milhares de filmes! Há algum que me recomende?
- "De facto, já vi para cima de 2.000 filmes. Eu adoro cinema! Devo sofrer de "cinefilite aguda"! Até acho que gosto mais de cinema do que da minha própria mãe! Mas, que me lembre, não houve nenhum filme que tenha gostado. Foi tudo corrido a 1 estrela..." 
Os críticos de televisão idem, é tudo mau para eles. Sim, é certo que grande parte dos programas de TV (falando dos 4 canais) são maus, mas também há coisas boas, catano:"Os Contemporâneos", "Sociedade Civil", "Câmara Clara", alguma séries da 2, aquele período entre o fim  e o início de emissão da TVI...entre outras coisas. Mas, tal como estes, também os críticos literários, políticos, de arte, etc. são amigos do "deita abaixo". Penso que a excepção que confirma a regra são os críticos de culinária (talvez porque lhes pagam para enfardar?). Em suma, os críticos (na sua maioria) não passam de pessoas frustradas que, não conseguindo enveredar pela carreira que queriam, optaram por deitar abaixo os que têm (ou tentam ter) sucesso nessas mesmas áreas. São pessoas amargas que acabarão por passar o resto das suas vidas sós porque ninguém quer estar com uma pessoa que avalia tudo a uma estrela:
- "Então amor, gostaste da surpresa que te preparei?
- "Hmm...foi muito banal e extremamente previsível...essa ideia das pessoas escondidas atrás dos cortinados e das luzes apagadas já está demasiado gasta no que a festas surpresa diz respeito. Uma estrela e meio em cinco. E o facto de levares o meio é só por causa do esforço que tiveste..."
- "Então Manel, o que é que achas desta praia? E olha-me para aquela boazona ali ao fundo!"
- "A areia é muito banal, este sol é extremamente fraco, a água é gelada, em suma, é absolutamente má. Já vi praias muito melhores que esta na minha vida. Uma estrela em cinco. Quanto à tal "cavalona" a que te referes: sobrancelhas péssimas, tem o dedo do pé direito - o grande - uns milímetros curvado para a direita, umas orelhas muito banais, aquelas narinas então, nem comento... em suma em cinco estrelas, vale uma."
Na blogosfera também existe uma espécie de críticos, também conhecidos como os "anónimos" que são indivíduos que não tendo mais nada que fazer, além de coçar a micose, entretêm-se a passear de blog em blog, insultando os seus autores e por quem lá passa. Na última visita que tive dum desses seres fui brindado com um "és um grande atrasado mental", num post sobre o grande Luís Freitas Lobo. Sim, eu sei que isto não é bem um insulto mas sim a constatação de um facto. Na altura pensei "será que é o LFL?", mas se fosse ele teria escrito: "você padece de uma condicionante ao nível do cérebro que o impede de ter um desenvolvimento intelectual ao nível da média pelo que pode se considerar que tem uma certa lentidão de processos de raciocínio". E é melhor ficar por aqui, que já têm muita coisa má para ler.
Só mais uma coisinha para os críticos profissionais: se classificam tudo como sendo sempre tão mau, façam vocês próprios para que seja tudo perfeito...
 
Escrito por: João Cacelas às 15:40
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Pornografia, take 2 (não recomendável a pessoas sensíveis e/ou pudicas)

Olá coisas fofas, cá estamos nós de volta a essa bela temática que é o mundo da pornografia. Tal como no post anterior, este também será para dar algumas sugestões ao pessoal da Hot TV, para que eles possam ter sucesso com o seu canal. Uma delas passaria por adaptar também alguns grandes clássicos do cinema português ao universo pornográfico e visto que o Hot TV é um canal português, não fica nada mal aos seus responsáveis fazer uma pequena homenagem aos grandes nomes do nosso cinema. Assim, teríamos películas como os "Verdes Ânus", uma adaptação do filme de 1963, "Verdes Anos", realizado por Paulo Rocha. A história seria semelhante à do original: um jovem sai da província para vir viver para Lisboa e aí arranjar um bom emprego e orientar a sua vida, mas, tendo em conta a actual crise financeira e a escassez de empregos disponíveis, o nosso jovem personagem vê-se obrigado a enveredar pelo mundo da prostituição masculina. Mais que um filme porno gay, "Verdes Ânus" aborda temas actuais como a crise financeira, económica e social em que vivemos, ou seja, tem tudo para ter sucesso (olhem que parecendo que não, isto pode sair daqui um argumento do catano, vou escrever isso); Outro grande clássico do nosso cinema que teria grande sucesso no universo pornográfico seria "As Pupilas do Senhor Reitor", sendo que aqui nem é necessário alterar o título visto que este já é bastante sugestivo; Para quem gostar de de pornografia misturada com uma certa "ruralidade" e "rudeza", temos o grande "A Aldeia da Boca Branca", adaptação do clássico "A Aldeia da Roupa Branca", onde tal como no original contará com uma cena muito animada junto ao rio, com e sem roupa; Para os jovens que gostam assim de coisas mais estranhas, para aqueles que são mesmo tarados, há a adaptação do clássico de 1941, " O Pai Tirano": "Ó Pai, Tira-mo", que se trata de uma história de incesto entre um pai e uma filha; E só para terminar com este deboche, visto que o "nível" aqui do Hemiciclo está-se a afundar tão depressa como o Titanic, deixo apenas mais uma sugestão:  "O Crime do Padre Amaro"...ah, não, espera, esse é aquele da Soraia Chaves, esse já é porno, não conta. Caso os senhores da Hot TV me queiram contactar, enviem-me um e-mail porque como estas, tenho mais pelo menos, meia dúzia de propostas.
Outra sugestão (e prometo que é a última) que deixo à Hot TV é que tente apostar num novo tipo de pornografia, além do "convencional" e do "video caseiro". Façam filmes didácticos, onde ensinem os casais a satisfazerem-se como dever ser, uma espécie de "Pornografia/sexo para tótós", façam filmes porno com sexo tântrico (chamem é o Manoel de Oliveira para realizar isso, porque é mesmo ao estilo dele).  E por fim, aquela que eu acho que é uma ideia do catano: façam pornografia intelectual. "Mas que raio é isso, ó João?", perguntam vocês estupefactos com a dimensão da minha estúpidez. Ao que eu respondo, "é isto":
- " Venha cá, sua marota que eu agora vou-lhe dar com a minha tese sobre a globalização e sobre quais os benefícios e consequências desta a curto/médio prazo por todo o Mundo..."
- " Ai que só de falar disso, deixa-me louca, veja lá se isto não é como daquela vez em que estivemos a discutir "A República" de Platão...estive sem poder pensar durante dois dias..."
- " Cale-se e veja só esta tese..."
- " Ai, mas que grande tese que você tem para mostrar..."
E pronto coisos, não vos prendo mais. Adeuzinho , beijinhos, abraços e muitos palhaços.
Nota: Peço desculpa se feri alguma susceptibilidade com alguma coisa que tenha escrito, mas somos todos adultos e todos sabemos como são as coisas, certo?
 
Escrito por: João Cacelas às 14:06
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Este Governo dava um filme (até dava mais mas por ora um chega muito bem)

José Sócrates, em jeito de resumo daquilo que foram os cerca de 4 anos e meio de mandato do seu Governo, afirmou que este fora uma "tempestade perfeita", numa espécie de alusão a modos que parva ao filme homónimo (título original: The Perfect Storm) em que entram, entre outros, George Clooney, Diane Lane e Mark Wahlberg. 

E realmente, esta comparação não podia estar mais correcta: neste filme, se não me falha a memória temos Clooney, o capitão do barco que é extremamente tacanho e teimoso: ele quer, pode e manda, tal e qual como Sócrates neste Governo; temos dois personagens que são muito, mas muito parvos, tal e qual como Lino e Pinho (embora sem papas Maizena, desertos e corninhos) e temos uma senhora que está lá quase só para fazer figura de corpo presente, como a nossa ministra da (des)educação, Maria de Lurdes Rodrigues.

Relativamente à história do filme, a coisa também bate certo: começa tudo muito bem, mas à medida que o tempo vai passando as coisas vão piorando até que uma tempestade encarrega-se de naufragar o navio. Assim foi com este Governo: começou tudo a festejar a maioria absoluta, dizia-se que este era um super Governo, cheio de super ministros e com um grande primeiro-ministro, mas depois...começaram a aparecer as barracadas até ao verdadeiro naufrágio que foram as eleições europeias.

Mas, se vocês são daquele tipo de pessoas que gostam de um bom filme de terror, com uns rasgos de comédia pelo meio não podem perder este filme que estreará em breve em todos os cinemas do país: "4 anos e meio de Governo PS: A Tempestade Perfeita". Não percam porque nós também não!

Nota: só aqui entre nós que ninguém nos ouve, o que o Sócrates queria com esta alusão era comparar-se ao George Clooney, penso eu de que... 

Escrito por: João Cacelas às 12:43
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Sábado, 18 de Abril de 2009

Um prémio e uma proposta para o que resta deste fim de semana

Ora bem, em primeiro lugar tenho que anunciar que fui galardoado com o prémio "Este blog é tão bom, que até arrepia". Manda a regra que tenha que anunciar quem me atribuiu este prémio e que deixe aqui o link para o seu blog, o que faço já agora: foi a Maria do blog Mnemosine. Aparentemente foram dois os motivos que a levaram a premiar aqui o Hemiciclo: o facto de termos em comum o senhor José Sócrates como vítima de estimação e por causa de eu "aliar inteligência e humor" e que a forma como o faço, é digna de arrepio. Será que ela está mesmo a falar do Hemiciclo? Cá para mim é do blog do Pacheco Pereira...

Outra regra diz que temos que "afixar" a imagem do prémio do blog. Ora aí está ela:

Isto tem mais regras mas eu não as vou cumprir porque se elas foram criadas, foi para serem quebradas de vez em quando.

A outra coisinha que eu tinha para vos contar tem a ver com uma sugestão. De um filme, para ser mais concreto. Para ser ainda mais concreto posso dizer que o filme em questão é Choke (Asfixia). Trata-se de uma comédia negra cuja história gira à volta de um jovem, que é viciado em sexo e que se sufoca com comida em restaurantes finos para que as pessoas o salvem e lhe paguem a conta e lhe passem a dar dinheiro todos os meses (caso vejam o filme, percebem melhor esta parte). Dinheiro esse que irá servir para o jovem pagar a mensalidade da clínica privada onde a sua mãe está internada. E mais não conto que é para não "estragar" o filme. Vejam que vale a pena. 

 

Nota: Para aqueles que pensam que aqui só se maldiz, ora tomem lá. Não é que me dê especial gozo troçar das coisas mas para dar graxa já há gente de sobra. Pronto, dá-me um bocadinho. Mas só quando elas merecem.

Escrito por: João Cacelas às 20:51
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (11) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

O Hemiciclo recomenda:

A história de um político autista (José Sócrates, PS) que há cerca de 4,5 anos era totalmente contra tudo o que outro político (Durão Barroso, PSD) dizia e fazia mas que hoje em dia são os melhores amigos e até brincam juntos ao quarto escuro, sendo que o político autista até faz campanha para que Durão Barroso se mantenha à frente da Comissão Europeia esquecendo-se por completo (só para não dizer que o tem ignorado) do candidato do PS (Vital Moreira) às Europeias só porque este não era o candidato da sua preferência pessoal...

Montagem: João Cacelas (baseado no filme Rain Man)

Nota: Só para terminar...lembram-se daquele post que fiz a brincar com a Playboy e com o facto desse género de revistas não ter conteúdo nenhum? Aquele em que "criei" uma revista de mulheres nuas e filosofia? Não? Também não interessa. Engraçado foi o facto de aqui o menino ter recebido no seu mail que foi "adicionado como utilizador do site Leonardo, revista de filosofia portuguesa pelo seu Administrador". Hã? Catita, não? É que nem foi pelo Zé da Mula, foi mesmo pelo Administrador que com certeza achou graça à revista de filosofia e mulheres nuas, ou não...e já agora, fica aqui o link para o site da revista que é bem interessante.

Escrito por: João Cacelas às 17:31
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (13) | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009

Ser português (18)

é ir ao cinema ver filmes portugueses e só apanhar com seios desnudos.

Não tenho nada contra seios desnudos, até acho que é uma temática muito interessante mas não exageremos. Neste momento, o cinema português parece um filme musical, só que nos musicais qualquer coisa serve de pretexto para cantar, já nos filmes portugueses qualquer coisa serve para se mostrar seios. É mais ou menos assim:

- Então Teresa, parece que hoje vai chover...

- Pois é Manuel...que pena...assim não posso andar com os meus seios desnudos como estou a fazer precisamente agora...

Ou ainda:

- Que linda que é esta paisagem!

- Pois é! Mas mais lindos são os meus seios desnudos...redondinhos e rijinhos...

 Vejam lá isso, pá. É que agora também deu à Lili Caneças  para ser actriz e eu não quero ir ao cinema e sujeitar-me a ver a Lili em topless. Não iria aguentar o trauma.

 

Nota: "Second Life", "Contrato", "A vida privada de Salazar"...o que é que têm em comum? Seios e mais seios ao léu.

Escrito por: João Cacelas às 15:20
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Destruir depois de ler

Os irmãos Joel e Ethan Coen, depois do premiado "Este país não é para velhos", voltam com uma inquietante comédia. Digo inquietante porque tanto nos rouba umas gargalhadas como inesperadamente nos choca com cenas particularmente negras. As personagens são na maioria idiotas . O filme prende-nos ao ecrã e a maior gargalhada solta-se quando termina, pois não sabemos onde encaixar o filme de tão inquietante (comédia ou negro?).

Recomendo. Tem passado despercebido mas é talvez não 5 estrelas, mas vá 4.

 

Escrito por: Regina às 16:24
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (3) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Bateman

Christian Bale, o actor que encarnou Batman no último filme do homem-morcego (The Dark Knight),foi detido em Inglaterra por alegadamente ter agredido a sua mãe e a sua irmã.

Depois de Batman, Bale regressa na pele de Bateman...

Escrito por: João Cacelas às 17:12
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (19) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Julho de 2008

Isto ele há com cada uma...

O aluno que filmou a famosa agressão no Carolina Michaelis foi condenado a 40 horas de serviço comunitário. Cá está a prova provada que em Portugal realmente não se apoia as artes e os jovens artistas que se querem lançar... então o puto faz um filme que é um êxito do camandro e em vez de lhe oferecerem uma bolsa para estudar cinema, obrigam-no a fazer serviço comunitário?

Escrito por: João Cacelas às 13:46
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (19) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. "Autarcas Sacanas sem Lei...

. Biologia portuga: o Tubar...

. Os críticos "profissionai...

. Pornografia, take 2 (não ...

. Este Governo dava um film...

. Um prémio e uma proposta ...

. O Hemiciclo recomenda:

. Ser português (18)

. Destruir depois de ler

. Bateman

. Isto ele há com cada uma....

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds