Segunda-feira, 15 de Março de 2010

As homenagens póstumas em forma de estátua

Antes de começar com isto, queria-vos pedir encarecidamente (se soubesse onde moram era com uma moca de Rio Maior, mas como não sei, fico-me pelas simpatias) que se dirigissem ao site da Super Bock e fossem àquela coisinha dos blogs e votassem no Hemiciclo, pode ser?
Vá, votem até dia 24 de Março. Não dói nada, como diria o Tomás Taveira. Mas olhem que têm se registar no site...e assim que estiverem tooodos lá dentro (voltando a citar o Taveira), a coisa dá-se bem. E passam a ser os melhores leitores do mundo (no caso do Taveira, eram as alunas que eram as melhores do mundo).
Mudando de tópico...vamos falar de homenagens póstumas em forma de estátua. Bem sei que a temática das homenagens póstumas em forma de estátua é um tema que já foi exaustivamente debatido aqui e ali (e duas ou três vezes acolá), mas sendo este um assunto com tanta substância, penso que pode ser abordado mais uma vez.
Antes de mais, devo dizer que sou contra a homenagem póstuma em geral. Parece-me muito mais digno homenagear a pessoa enquanto esta respira do que após o esticanço do pernil.
Ora, para mim, homenagear alguém com uma estátua é muito semelhante a dar os parabéns a alguém que acaba de ter o primeiro filho.
Felicitamos a pessoa, mas na verdade regozijamo-nos porque sabemos perfeitamente que um bébé está mais perto de ser uma espécie de filho do diabo do que um querubim fofinho. Há uma forte carga de cinismo naquele "parabéns" que damos aos recém-papás, assim como quem diz: "ai queixavas-te que o meu puto fazia muito barulho...pois agora vais ver o que é bom para a tosse...não hás-de dormir durante 3 ou 4 meses que é para veres o que é bom...". Já para não falar nas fábricas de cócó que eles são.
Quanto às estátuas, passa-se o mesmo. À primeira vista, ser homenageado com uma estátua parece um gesto muito bonito, não é? Ficamos eternizados para todo o sempre e o camandro e etc. e coiso...
Tudo isto é muito bonito, não fosse uma coisa chamada elementos de claques de futebol a trepar pelas estátuas acima para celebrar as conquistas dos seus clubes. Ah, e o cócó de pássaro também chateia um bocadinho.
Em suma, quer numa situação ou noutra é tudo uma questão de fezes. E de pombos (ou outra espécie de pássaro).
Sim senhor, que os tipos das claques têm algum desconto face aos pombos visto que os últimos ainda são capazes de desenvolver dois ou três raciocínios.
Em suma: quando homenageamos alguém com uma estátua não estamos só a eternizá-lo para todo o sempre. Estamos a sujeitá-lo ao convívio constante com criaturas irracionais e com cócó de pombo para todo o sempre e com toda a franqueza...não vejo bem onde é que a dignidade fica no meio de tudo isto...
Eu bem sei que tudo isto parece muito parvo (de facto, é) mas perguntem lá ao Marquês de Pombal (como fazer a pergunta já é com convosco...falem com a Alexandra Solnado que pode ser que ela vos desenrasque) se ele soubesse o que sabe hoje, se gostaria de ter uma estátua em sua homenagem. Parece-me que a resposta é a modos que evidente.
Por isso, já sabem, se alguma vez me quiserem homenagear façam o favor de não me erguer uma estátua, ok?
Beijinhos fofos e boa noite.
Votem no Hemiciclo, ok? Não posso oferecer chouriças de sangue ou varinhas mágicas ou microondas ou até bilhetes para concertos do Tony Carreira mas sempre vos posso enviar um rebuçadinho para as vossas casas por correio. Até ao meu regresso.
Escrito por: João Cacelas às 23:33
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (7) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Um hino à parvoíce. E à estupidez. E ao nonsense. E à impertinência. E à falta de piada. Uma palhaçada. Em suma, mais um texto sobre política portuguesa

 

Depois das declarações proferidas no debate contra José Sócrates, eis que Manuela Ferreira Leite volta a estar envolvida em mais uma polémica relacionada com comboios e espanhóis.

Segundo revelou ao Hemiciclo fonte próxima da presidente do PSD, o seu neto pediu-lhe um TGV que se encontra à venda em exclusivo numa das lojas do El Corte Inglés para o Natal. No entanto, a dedicada avó disse que não ao seu amado netinho pois isso seria estar a  fazer um jeitinho aos espanhóis. O petiz não gostou da nega da avó e acusou-a de sectarismo, fazendo birra ao não comer a papa toda como forma de protesto. Segundo a mesma fonte, a criança terá ainda dito à sua avó que com José Sócrates como avô, ele teria o seu TGV pelo Natal.
Outra Manuela - Moura Guedes - falou ao Hemiciclo sobre esta situação, afirmando que José Sócrates está por trás desta polémica do TGV do El Corte Inglés. A ex-pivot da TVI vai ainda mais longe, mencionando que tem em sua posse vários documentos que comprovam a sua teoria: um vídeo de um primo de José Sócrates oferecendo ao neto de MFL três sacos de gomas diversas (em forma de tijolo, de banana, de frutos silvestres, de garrafa de coca-cola, etc.) e o talão de compra das gomas são algumas das provas daquela que teria sido a última investigação de Manuela Moura Guedes para o Jornal de Sexta da TVI.

 

Escrito por: João Cacelas às 18:18
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Biologia portuga: a Unhaca

Mais que uma parte do corpo do home portuga, a Unhaca é uma extensão deste (do portuga). Há quem diga que é o carro ou o fato de treino de cores garridas e de facto tudo isso é importante, mas a Unhaca é única porque é mais que um mero acessório de beleza, é mais que um ditame do exigente mundo da moda do home portuga, vai muito além disso, é uma verdadeira Instituição, uma Religião. A Unhaca está para o portuga como o Budismo está para os Tibetanos ou como o Benfiquismo está para os Benfiquistas ou como a Corrupção está para os Autarcas portugueses.
E toda esta adoração que os homes têm pela Unhaca não se deve apenas ao verdadeiro colírio para os olhos que é ver uma Unhaca. Isso seria muito fútil e home que é home não é fútil que isso é coisa de rabiças. 
A Unhaca é mais que um mero capricho de um "fashion victim" da moda portuga, ela tem inúmeras utilidades (talvez até mais que o canivete suíço do saudoso Mcgyver): trata de toda a higiene intima do portuga, que é coçar o escroto e limpar o nariz e os ouvidos (e neste sentido é melhor que um cotonete porque esse o portuga não sabe por onde já passou e como home de asseio que é, não quer cá javardices); se estiver bem tratada e em forma, consegue abrir latas e garrafas de cerveja com a maior das facilidades; serve também como arma de auto-defesa, sendo tão ou mais mortífera que uma faca de mato; e tal como estas, existem muitas mais funções que agora não me apetece escrever.
Mas, além da praticidade que oferece ao portuga e que lhe facilita sobremaneira o seu dia-a-dia, a Unhaca "carrega" uma elevada componente sexual, servindo não só para conquistar fêmeas, mas também para durante o acto sexual o home estimular a sua parceira (estudos indicam que os homes com Unhaca proporcionam mais orgasmos às suas fêmeas), existe inclusive, um Kamasutra da Unhaca, recentemente lançado pelo Chico de Alfama.
Quanto à velha discussão do tamanho...é claro que no caso da Unhaca este importa e muito. E quando o home consegue conjugar com mestria a Unhaca e o Palito durante o acto sexual, consegue levar a sua fêmea à loucura total, num frenesim sexual sem igual em todo o Reino Animal.
No entanto, apesar de todas as suas virtudes e vantagens, há cada vez menos Unhacas. É claro que isso é uma consequência directa do facto de haver cada vez menos homes, mas, ainda vamos a tempo de voltar a colocar a Unhaca nas luzes da ribalta. Para tal, eu sugeria que se criasse uma modalidade desportiva em que a Unhaca fosse senhora e rainha. Devido à sua forma aguçada, teria que ser algo semelhante à esgrima em que os homes e os jovens aspirantes a homes se degladiavam em perigosos duelos com as suas Unhacas. A fim de atrair os jovens para esta modalidade ser-lhe-iam oferecidos ordenados ao nível dos futebolistas (tal como o mediatismo) e com toda a certeza, esta modalidade rapidamente se tornaria tão concorrida como o futebol, não tardando a surgir o CR9 da Luta de Unhaca portuguesa, cuja Unhaca todos os jovens portugueses imitariam.
E tenho para mim que nos Jogos Olímpicos seriamos sempre candidatos crónicos à medalha de ouro...
Escrito por: João Cacelas às 18:00
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (6) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Agosto de 2009

Seitas

Vamos falar um pouco de seitas, vamos? Confesso não ser um grande fã de seitas, sejam elas de cariz religioso, profano ou parvo, sejam partidos políticos, vendedores do Círculo de Leitores, claques de futebol ou o Jornal de Sexta da TVI. Não é nada pessoal, a sério que não, mas, por mais que tente, não consigo levar a sério tipos que consideram suicídios em massa como sendo actividades lúdicas e uma forma de purificar o espírito (o interessante é que o tipo que acha isso nunca se atira...). E acredito não ser o único a não conseguir levar os tipos das seitas a sério porque, na verdade, eles fazem muito pouco para serem levados a sério. A começar pelos nomes: Igreja dos Últimos Dias, Igreja Cristo é Show, Partido Nacional Renovador, Partido Socialista (estes usam o "socialista", mas deve ser por ironia), entre outras coisas, os Mórmones, etc, etc. Quem é que leva um tipo que se diz ser da Igreja Cristo é Show a sério? Ninguém, caramba! E do Partido Socialista? Esses então...
Se há um traço comum em relação a todas as seitas (além da parvoíce) são os seus intentos. Basicamente, toda e qualquer seita só quer fazer uma única coisa: purificar. Uns purificam o espírito e a alma; outros purificam a Terra, livrando-a do Mal; uns assassinam prostitutas, também para purificar a Terra; outros engravidam crianças para que nascam bébés purificados; o PS purifica os bolsos e carteiras dos contribuintes, esvaziando-os; uns atiram-se de ravinas para purificar as suas almas; outros cortam o pescoço a galinhas para se purificarem e/ou comerem uma Cabidela...em suma, há purificações para todos os gostos, embora nenhuma delas tenha real utilidade. Tipos das seitas, querem purificar coisas? Dediquem-se à agricultura biológica, já purificavam um pouco mais a Terra, não? Espalhem aquelas coisas que purificam o ar - da Ambipur - pelas ruas, para que as cidades tenham um ar mais puro, isso sim, é purificar e ser útil para a sociedade, não é lá essas coisas que vocês fazem. 
E quando eles vêm bater à porta? Se é verdade que é fácil vermo-nos livres de um vendedor do "Círculo de Leitores" ou da "Optimus Home", bastando para isso um simples "que maçada, logo agora que tenho que sair...", com a malta da religião a coisa já não é assim. Por trás daquele ar meio tótó, meio "carneiro mal morto" estão verdadeiros mestres da perseguição e quiçá, putativos serial killers (se Deus os mandar) e a partir do momento em que lhes abrimos a porta, já não há nada a fazer...
Ai quem me dera poder responder a um "sente Jesus no coração?" com um "ora deixa cá ver se o Nazareno me anda aqui pelo coração ou por qualquer orgão vizinho...ei lá, estou a sentir algo...ah, espera, afinal são gases..." sem ser brutalmente agredido por uma Bíblia (o que seria levar com a palavra do Senhor, literalmente), mas nunca se sabe o que está por detrás daquele ar meio choninhas...
Giro, giro era criar uma seita para acabar com as seitas todas. Isso é que era. 
Escrito por: João Cacelas às 10:20
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (28) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Portugal no futuro

Caríssimas e caríssimos, motivado por um comentário feito pela Maria, uma das moças que melhor escreve nesta coisa que é a blogosfera (passem pelo blog dela que vale a pena, quem não o fizer é parvo) e por este post do Treze (o que escrevi sobre o blog da Maria, serve também para o do Treze) resolvi entrar numa espécie de epopeia. Ah, já me ia esquecendo: quer o comentário da Maria quer o post do Treze tocam num assunto muito interessante que é a estupidificação em massa dos portugueses e se com o passar do tempo a coisa se irá agravar ou não. A fim de tirar as minhas conclusões lá tive que viajar no tempo. Era para ter ido de avião mas as companhias aéreas não estão a fazer viagens para o futuro por causa da gripe que era suína e agora é só A, de maneira que optei por ir de comboio que a CP não me aborreceu com essas questões. E de facto, verifiquei que no futuro vamos (quase) todos ser umas bestas, exceptuando os 7 ou 8 que lêem este blog. Estive à conversa com várias pessoas e só encontrei uma não-besta, cuja conversa passo agora a citar:
- João Cacelas: Viva, amigo...por acaso não me podia indicar onde posso ir comer algo agradável? É que vim agora do passado e isto está tudo um bocado diferente...
- Nuno Miguel: Então?! Não me vai insultar?!
- João Cacelas: Insultá-lo? Porque haveria de fazer isso?
- Nuno Miguel: Porque é assim que as coisas funcionam agora. Os portugueses agora são todos umas bestas. Menos os políticos, esses já eram há 10 anos atrás.
- João Cacelas: Então e como é que isso aconteceu? Houve algum cataclismo que despoletasse esta estupidificação em massa?
- Nuno Miguel: Ó amigo, se tivesse sido só um estávamos nós muito bem...primeiro foi a TVI, que começou a dar novelas 24 horas por dia, depois a SIC foi atrás para não perder audiências, quando demos por ela já a RTP fazia o mesmo e depois acabaram com a 2 que ainda era o único canal decente e meteram um "reality show" em que o protagonista é o José Sócrates. É sobre como aprender a fazer favores a empresários ingleses que porventura queiram fazer investimentos em áreas protegidas em troca de luvas.
- João Cacelas: E o Sócrates? Ainda está na política?
- Nuno Miguel: Não, agora é uma pop star e casou-se com a Manuela Moura Guedes, veja lá bem. Parece que aquelas "guerras" não passavam de uma atracção recalcada.
- João Cacelas: Mas você parece-me um tipo inteligente...
- Nuno Miguel: Meu caro, quem me dera não o ser...sabe lá o que tenho passado, não me poder assumir perante os outros...este fingimento o dia todo...espere só um bocadinho que vem ali a besta do meu vizinho...oh meu filho da p**a!! Como é que estás, c*****o?? Ah, meu ganda boi!! Vê?! É este o meu sofrimento...ter que me passar por energúmeno para poder ser socialmente aceite pelos outros...
- João Cacelas: De facto é muito triste...
- Nuno Miguel: E quer saber o pior? Há uns meses conheci uma moça no meu emprego que também é inteligente e apaixonámo-nos um pelo outro mas não podemos casar nem sequer viver juntos...o Estado não aprova o casamento entre pessoas inteligentes...
- João Cacelas: É pá, ó amigo não me leve a mal mas estou cá com uma fomeca...
- Nuno Miguel: Então, vamos ali à tasca do Manel. Ele também é inteligente, mas finge-se muito bem de javardola, até abriu uma tasca javarda e tudo...
E foi assim a minha viagem pelo futuro. Infelizmente, verificou-se o pior: Portugal vai ser um país de bestas e José Sócrates e Manuela Moura Guedes vão casar. Agora vou descansar que o jet lag está a dar cabo de mim.

 

Escrito por: João Cacelas às 09:31
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (14) | favorito
|
Sábado, 2 de Maio de 2009

A manifestação do Primeiro do Maio e uma das provas do porquê de sermos tão pequeninos

O 1º de Maio ficou marcado por duas coisas: a primeira foi o facto de ter sido à sexta-feira e assim o bom do português lá pôde voltar a ter mais um fim-de-semana prologado e a segunda foram as agressões a Vital Moreira, o cabeça de lista do PS às Europeias. Como é que os tipos que estão numa manifestação em defesa da democracia não permitem que o senhor Vital Moreira esteja na mesma rua que eles e que vá cumprimentar os dirigentes da CGTP? É isso que é ser democrático? É que se for, tenho que rever as minhas ideias sobre o termo democracia...

Mas nem tudo foi mau pois parece que também havia manifestantes com bom senso, como comprova esta peça do jornal Público.

Nota: Uma coisa é manifestarmo-nos, comentar, dar a nossa opinião em blogs, jornais, telejornais, etc. Outra coisa completamente diferente é agredir o homem só porque ele tem outros ideais políticos. Também não sou fã do senhor, nem de Sócrates, nem de Durão Barroso mas daí a dar-lhes "tau-tau" vai uma grande distância. Isto não é democracia meus amigos. Lembro-me perfeitamente de um ou dois tipos que usavam ou usam a violência sobre quem tem ideias políticas diferentes das suas. Assim de repente, um chamava-se Hitler e o outro chama-se Robert Mugabe. E que eu saiba a democracia nunca foi o forte deles. E o Vital até é de esquerda. Nem quero imaginar o que teria acontecido se fosse um tipo do PSD ou do PP. Parece-me que nós, portugueses, conseguimos fazer muito melhor que isto, não acham?

Escrito por: João Cacelas às 16:49
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Um post egocêntrico (e se calhar um bocadinho herege)

Hoje, dia 10 de Abril, assinalam-se duas datas de extrema importância para todo o Universo e se calhar também para Portugal e para o Samouco.

Hoje comemora-se a morte de um Messias (Jesus Cristo) e o nascimento de outro Messias (eu). O Universo era pequeno demais para dois Messias e decisões tiveram que ser tomadas, ou como diria o grande Lauro Dérmio: "decisions was tomates" e assim sendo, por cá ficou o Messias que tinha mais pinta, que é como quem diz eu. Porque como dizia o outro no filme dos imortais "in the end just can be only one".

E com isto tudo já vão 22 e já me começo a sentir um homem, agora só me falta largar o bacio e passar para a sanita. Ah, e começar a deixar o meu Nenuco em casa sempre que saio para algum lado...mas cada conquista a seu tempo. Hoje o bacio, amanhã o Nenuco, depois o Mundo e no grande apogeu, o Samouco.

Bem haja a todos vós e que fiquem com muitas cáries nos dentes à pala das amêndoas e dos ovos, que é como quem diz: Boa Páscoa a todos.

Nota: por mencionar o Samouco não pensem que eu sou de lá. Escusam de ir a correr para lá à espera que vos autografe alguma peça de vestuário íntima ou quiçá uma folha de papel, para os mais arrojados. Vá, voltem lá para dentro de casa, se faz favor. Apenas acho que o Samouco é o verdadeiro "Eldorado" do nosso Universo e o sonho de qualquer pessoa que tenha o minímo de bom senso e inteligência é viver um dia no grande Samouco.

Escrito por: João Cacelas às 13:05
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (20) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Estudo que revela quais os gostos pornográficos dos europeus

O Hemiciclo, em parceria com uns tipos com ar de geek (dão sempre jeito para fazer contas) resolveu fazer um inquérito a nível europeu para descobrir quais os sítios pornográficos mais visitados pelos europeus. Aqui ficam os resultados:

- Em primeiro lugar temos o Museu d' Orsay, em França, que graças a obras como "A Origem do Mundo", de Gustave Courbet ou ainda "The Indolent Woman", da autoria de Pierre Bonnard são alvo de adoração dos centenas de milhares de pornógrafos que todos os anos por lá passam, para sessões de masturbação colectiva.

- Na segunda posição temos um clássico dos fãs da pornografia: o Museu do Louvre, também em França, sendo "A Odalisca" de Delacroix uma das obras preferidas dos fãs da pornografia que visitam o Louvre. Mona Lisa, com o seu sorriso inquietante é a preferida dos fetichistas e daquela malta que gosta de pornografia mais "esquisita".

- A fechar o top 3, surge um representante português: o computador Magalhães que foi usado no Carnaval de Torres Vedras também tem recebido muita atenção por parte de todos os consumidores insaciáveis de pornografia.

Ah, e já me esquecia coisinhos: o outro representante "tuga" nesta lista é o site "Porcas do Hi5", que surge num honroso 15º lugar.

Nota: Brincadeiras à parte, acho vergonhoso que em pleno século XXI haja umas mentes iluminadas que considerem que uma representação de uma obra de arte, que está exposta num dos melhores museus do Mundo seja pornografia. A essas mentes brilhantes só posso dizer isto: vão fazer amor com vocês próprios e não chateiem os outros (uma maneira mais soft de dizer: "vão-se f***er"). Ok? 

Escrito por: João Cacelas às 14:35
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

Parece que agora a crise virou desculpa para tudo

É certo e sabido que o Mundo atravessa uma grande crise nos dias que correm. Uma crise como nunca antes se tinha visto, sem quaisquer precedentes, que atingiu de facto todo o mundo, sem excepção.

Também sabemos que graças à dita crise têm havido centenas de milhares de despedimentos em todo o Mundo. E se é certo que muitos desses foram justificados também não é menos verdade que a "desculpa" da crise também "ajudou" a despedir muito boa gente. A ocasião faz o ladrão, como diria o outro. Mas e se a crise começa mesmo a ser desculpa para tudo e tudo e tudo? "Como assim, João?", perguntam vocês. Então...assim:

- Ai Manuel estou cá com uns calores...anda homem, chega-te aqui para o pé de mim...

- Então mas ó mulher, se estás com calor, tenho é que me afastar, não é?

- Ah, não sejas bruto, homem! Anda cá que eu estou a arder...

- Ó mulher, não me apetece nada disso! Esta crise deixa-me sem vontade nenhuma disso...

Ou assim:

- Posso saber quem é que foi o espertinho que andou a tirar cópias do rabo na fotocopiadora dos Recursos Humanos?!

- Nós não fomos chefe...mas ouvi dizer há pouco que a culpada foi uma tal de crise. Parece que é nova aqui, chegou há uns meses.

 

Escrito por: João Cacelas às 16:42
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

Mais uma pérola do CR7

Cristiano Ronaldo, vulgo CR7, até pode saber jogar à bola como poucos, mas deve muito pouco ao intelecto, mas é que mesmo pouquinho e nesta semana que passou tivemos mais um exemplo disso mesmo. 

Falo das afirmações em que este diz que 100 milhões de Euros (ou mais) é um valor perfeitamente normal para se dar por um jogador de futebol. Hello?! Ronaldo?! Já ouviste falar numa coisa chamada crise? Hum?? Olha que nem todos ganham o teu ordenado, há por aí muito boa gente a ganhar uma miséria e que possivelmente faz coisas muito mais úteis para a sociedade do que tu fazes, como diria o outro. E mais, sendo tu originário de um país onde cerca de 10% da população está desempregada e o ordenado mínimo é de 450 Euros, não achas que devias ter mais cuidado com o que dizes? Estás aí um rico "embaixador da pátria", estás. Acerca deste comentário de Ronaldo, quero ainda acrescentar que Metzelder (um jogador do Real Madrid) disse que achava as declarações de Ronaldo exageradas, tendo em conta os tempos de crise em que vivemos (olha, um jogador de futebol com miolos). Declarações sensatas, as do Metzelder. Isto li eu algures, na net. E a parte mais gira deste texto são mesmo os comentários: montes de gente a dizer que este Metzelder tem é inveja do Ronaldo, o que me leva a crer que Portugal é neste momento um país altamente estupidificado que só vê Ronaldo à frente. Como é que podem concordar que se deva pagar 100 milhões por um cromo que só sabe jogar à bola? Salva vidas? Constrói infra-estruturas? Ensina crianças? Não me parece...

Nota: Parece que no último jogo do Manchester, o grande Ronaldo chamou "filhos da p**a" aos adeptos da equipa adversária, o WBA, demonstrando uma vez mais todo o seu fair-play, inteligência e humildade que fazem dele um grande exemplo para os mais novos.

Nota 2: E aqueles que o defendem com unhas e dentes escusam de vir para aqui dizer que ele representa Portugal lá fora e etc,etc. Temos muitos embaixadores lá fora, que nos representam muito melhor. Pelo menos não chamam nomes às mães dos outros em público e têm uma coisa muito importante que o CR7 não tem: um cérebro que funciona.

Nota 3: Romário disse em tempos sobre Pelé: "Ele calado, é um poeta". Se há uma coisa que Ronaldo tem e alguma vez terá em comum com Pelé é precisamente isso: está bem é caladinho.

Escrito por: João Cacelas às 16:15
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (18) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

Lily Allen: um exemplo de civismo, cidadania e de outras coisas giras

"Lily Allen defende cocaína e ataca o Cristianismo". Tenho para mim que esta Lilly daria uma grande mãe. Querem ver? Querem? Então vamos:

- Lily Allen: Afonso Maria! Já tomaste o pequeno almoço?

- Afonso Maria: Já, mãe!

- Lily Allen: Já?! Porque é que me andas a mentir meu sacana??!! Então e para quem é aquela risca de coca que ali está em cima da mesa?? É para o Papa, não?! E olha lá pá, por falar em Papa, ontem foste à catequese?!

- Afonso Maria: N-n-nã-ã-ã-ão...

- Lily Allen: Se eu descubro que foste e que me estás a mentir, encho-te de porrada e ponho-te de castigo, ouviste? Olha, que eles na catequese não te ensinam nada de jeito!! Essas coisas da educação moral e dos valores não interessam?!

- Afonso Maria: Sim, mãe... olha, posso comer uma maçã?

- Lily Allen: Uma maçã?! Mas tu és doido?! Não sabes o mal que isso faz?! Aspira antes duas linhas de coca, que faz melhor Afonso Maria! Tem cálcio e vitamina. E ainda por cima é da boa, da Colômbia. Vá, snifa lá isso que é para depois ires brincar aos "dealers" com a mãe!

 

Escrito por: João Cacelas às 11:15
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (6) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Porque é que

há homens que dizem que não sabem apreciar homens?

Escrito por: João Cacelas às 15:41
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Agosto de 2008

Mas afinal o que vem a ser isto?

Uma reformada da freguesia de Delães (Famalicão), Joana Sampaio, de 88 anos foi informada pela Segurança Social que vai beneficiar de um complemento (Complemento Solidário para Idosos) à sua reforma. Segundo consta, a senhora vai receber 1 Euro de ajudas por parte da Segurança Social...realmente...1 Euro faz logo toda a diferença... 

Dona Joana, eu se fosse a si, tinha cuidado na altura de levantar esta grande "dádiva" que a Segurança Social lhe vai passar a doar mensalmente, que anda por aí muito malandro e ainda lhe rouba esse Euro que de certeza absoluta vai aumentar (e muito) a sua qualidade de vida.

E ainda os ciganos da Quinta da Fonte se queixam do Estado...pagam rendas inferiores a 5 Euros e mesmo assim devem mais de 1 milhão de Euros das mesmas rendas, recebem cerca de 700 Euros mensais do Estado para que se "insiram" na sociedade, não fazem nenhum e queixam-se que são pobres e anda esta senhora com uma reforma de 299 Euros e com um "subsídio" irrisório de 1 Euro???? Ciganos da Quinta da Fonte, esta é para vocês: "Vão mas é trabalhar oh! Vão fazer qualquer coisa de útil para a sociedade!"

Escrito por: João Cacelas às 16:22
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (7) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

Conversa de morte

Olá, tudo bem? Parece que finalmente é Verão e o catano (está bem que hoje o tempo está cinzentote, mas quente) e que o calor e o sol vieram para ficar, para enorme gáudio de miúdos e graúdos e das agências funerárias. "Das agências funerárias??", pensam vocês com ar de espanto. Mas fiquem sabendo meus meninos, e sei isto de fonte muito segura, que o Verão é, digamos, a "época alta" não só para as agências de viagens mas também para os amigos das funerárias, parece que morre muito mais gente nesta altura do ano e tal. Isto levou-me a pensar como é o dia-a-dia de uma agência funerária  quando o negócio anda na mó de baixo e suponho que deve ser mais ou menos isto:

-Agente funerário 1: "É pá! Olha que o negócio anda pelas horas da morte!"

-Agente funerário 2: "Pois anda...pois anda...e mortos nada, nicles. Isto anda mesmo morto..."

-Agente funerário 1: "Isto o que dava jeito era que houvesse para aí um surtozito de uma doença qualquer, um vírus tropical ou algo que o valha."

-Agente funerário 2: "Também não sejas assim! Está bem sim senhor que a malta precisa que morram pessoas, mas assim já é ser mauzinho..."

-Morto que está a ser preparado: "Pfffff..."

-Agente funerário 1: "Ei que pivete pá! Porque é que estes gajos mesmo depois de mortos ainda mandam gazes pá! Foge! Isto é mais mortal que gás sarin!! Mas olha, isto o que era bom era que já fosse Verão..."

-Agente funerário 2: "Pois é...para começar a falecer gente como crescem raminhos de salsa, assim tudo a cair que nem tordos, para avivar o negócio e pronto, o calor e a praia que também são agradáveis...e mais uns falecimentos..."

Dever ser mais ou menos isto, acho eu...

Músicas, cantigas, melodias e seus semelhantes: Stayin' Alive, Bee Gees
Escrito por: João Cacelas às 15:27
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (2) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Maio de 2008

Ao Rafeirinho e à Cadelita

Já aqui escrevi sobre Freud, sobre parvoíces, electrodomésticos, etc, etc. Hoje vou escrever sobre um dos aparentados da parvoíce: a estupidez.
A estupidez humana, mais concretamente.
A estupidez de um homem, ou melhor, de um acéfalo, atrasado mental, enfim, um estúpido na verdadeira acepção do termo. Uma besta que para manter o seu precioso terreno, constituído por plantas tão valiosas como ervas-daninhas, urtigas, entre outras plantas do género, a salvo dos cães, resolveu pôr veneno nas plantas. Plantas muito valiosas, pois como é sabido, as ervas-daninhas dão muito dinheiro aos agricultores.
Ontem, o Rafeirinho e a Cadelita, dois animais inocentes, que nunca perturbaram nem destruíram nada de de nada foram vítimas do "zelo" do dono do terreno. E da sua estupidez.
O Rafeirinho, era assim que o chamávamos, era um cão muito feliz, provavelmente o mais feliz que já vi em toda a vida. Andava sempre por aí aos pulos, a correr, a brincar, sempre com a cauda a abanar e com um "sorriso" no focinho de orelha-a-orelha. E o seu olhar? Era um olhar de felicidade, de alegria, de um cão que era livre, mas que sabia que tinha um lar e uma família que o adorava e que ele adorava também. Sempre que chegávamos a casa, lá vinha ele a correr e aos saltos todo contente para nos cumprimentar.
A Cadelita apareceu cá um dia, de mansinho, sem ninguém dar por ela com um filhote recém-nascido. Era um animal muito assustado, que parecia ter sido vítima de maus-tratos, tal era o medo que tinha das pessoas. O seu olhar era profundamente triste. Infelizmente, o seu filhote morreu, vítima de uma anomalia no cérebro, mas ela permaneceu por cá. Começou a dar-nos mais confiança, o seu olhar, outrora triste, dava mostras de alegria e também de agradecimento, pois parecia que nos dizia "obrigado" sempre que nos olhava. Tinha-se tornado numa cadela feliz, que sabia que tinha um sítio onde se refugiar, a que podia chamar de casa. Há cerca de 3 semanas, deu à luz dois bebés, saudáveis e bonitos, mas que agora ficaram sem mãe. E sem tio.
E tudo isto por causa da estupidez de um homem que se deve julgar Deus para tirar assim a vida a dois animais inocentes e que nunca perturbaram a vida a terceiros. No preciso momento em que estou a escrever, apodera-se sobre mim um sentimento de raiva tão grande e a minha única vontade é de encher essa besta de porrada, mas não é assim que se resolvem as coisas...
E isso, infelizmente, não traria o Rafeirinho e a Cadelita de volta. 
Duas vítimas inocentes da mesquinhez e da estupidez humana. Dois animais que tinham tanto direito a viver como nós, um muito feliz e outra que finalmente estava a saber o que era ser feliz.
Que continuem felizes e bem para onde forem... pois por cá, vão deixar saudades. Muitas saudades.
Até sempre, Rafeirinho e Cadelita.
Escrito por: João Cacelas às 16:17
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (4) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. As homenagens póstumas em...

. Um hino à parvoíce. E à e...

. Biologia portuga: a Unhac...

. Seitas

. Portugal no futuro

. A manifestação do Primeir...

. Um post egocêntrico (e se...

. Estudo que revela quais o...

. Parece que agora a crise ...

. Mais uma pérola do CR7

. Lily Allen: um exemplo de...

. Porque é que

. Mas afinal o que vem a se...

. Conversa de morte

. Ao Rafeirinho e à Cadelit...

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds