Sábado, 6 de Junho de 2009

Manuela Moura Guedes, és grande

Olá meus caros, tudo bem convosco? Tinham saudades da minha pessoa?

Parece que na semana passada, a grande Manuela Moura Guedes teve uma discussão acesa com o não menos grande Marinho e Pinto (bastonário da Ordem dos Advogados), em pleno Jornal Nacional de 6ª feira, brilhantemente apresentado por MMG. Houve troca de galhardetes entre ambas as partes, MMG acusou o Bastonário da Ordem dos Advogados de ser um "bufo" e foram mencionados mais um ou outro nome fofo, em suma, o exemplo acabado do que não se deve fazer em jornalismo. O motivo da "discussão", todos já sabemos qual foi: Sócrates e o caso Freeport.

Agora, há coisa de cinco minutos, estava eu a fazer "zapping" e paro precisamente na TVI, onde estava a dar uma reportagem sobre o Governo, bom, se calhar chamar reportagem áquilo é capaz de ser um bocado insultuoso para o jornalismo a sério, digamos que aquilo foi uma espécie de sketch pseudo-humorístico/jornalismo de trazer por casa/forma gratuita de insultar o Governo (sim, eu mando bocas ao Sócrates, mas eu não sou pivot de um telejornal)...

É pá, ó Manela...se continuas assim, não vais muito longe filha...é que qualquer dia ninguém quer ir ao teu telejornal amiga, se é que se pode chamar telejornal a isso que fazes. E depois quero ver como é que vais fazer para achincalhar pessoas em directo, na tv. Só se trocares o Vasco Pulido Valente pelo Professor Karamba e ele te meter em contacto com o mundo dos mortos para que possas continuar a insultar figuras públicas. Sim, está bem, o Professor Karamba não é tão "freak" como o VPV, nem chama "estúpida" a toda a gente como ele faz, mas fala com os mortos, o que já é uma vantagem em relação ao VPV. "Mas e como é que isso era, ó João?", perguntam vocês. Era mais ou menos assim:

"Boa noite, eu sou a Manuela Moura Guedes e este é o jornal de sexta feira, da TVI. Visto que já insultei e enxovalhei todas as pessoas vivas que havia para insultar, a partir de hoje vamos começar uma versão renovada do jornal de sexta feira, em que com a ajuda do Professor Karamba iremos entrar em contacto com o mundo dos mortos, para que eu possa insultar aqui, em directo, personalidades que já faleceram e nunca tiveram a oportunidade de ser insultadas por mim, aqui, no jornal nacional.

O nosso primeiro entrevistado é o rei Dom Sebastião, que afinal não foi assim tão difícil de encontrar, mas, é claro que estamos a falar do meu telejornal, que é o melhor de todos, ou não me tivesse a mim, com o meu estilo muito próprio de fazer jornalismo.

MMG: Boa noite, Dom Sebastião, sabe que segundo uns dados que tenho em minha posse, provenientes do British Institute of Fraud, você fugiu para Álcacer-Quibir porque tinha ligações a José Sócrates e ao caso Freeport. Tem alguma coisa a dizer em sua defesa?

Dom Sebastião: Eu?! Ligações com o caso Freeport? Mas ó minha senhora, eu desapareci em Alcácer-Quibir por volta de 1578 e isso do Freeport foi agora em 2005...

MMG: As datas não interessam, o que interessam são as minhas fontes, que são as melhores fontes que há. E essas dizem que você fugiu para Marrocos por causa dos favores que terá feito a José Sócrates.

Dom Sebastião: Ó senhora Moura Guedes: eu aceitei o convite com muito gosto para falar consigo, mas não era para isto minha senhora...

MMG: Eu só lhe estou a fazer questões baseadas em factos! E os factos dizem que o senhor deixou, antes de fugir para Marrocos, em 1577, um manuscrito que tem a sua assinatura, dando a autorização a José Sócrates para permitir que o Freeport fosse construído em zona protegida. Não fuja aos factos Dom Sebastião! Não seja cobarde! Não faça como fez em Marrocos! Você é um cobarde!

Dom Sebastião: É pá, se era para isto que me queria entrevistar, desculpe lá mas não conte mais comigo, com licença...

MMG: E pronto, uma vez mais provámos, com o nosso estilo de fazer jornalismo, isento e baseado apenas em factos concretos, que de facto José Sócrates é culpado no caso Freeport e deve ser responsabilizado por isso. Boa noite a até para a semana, onde iremos entrevistar Mahatma Ghandi, outro cúmplice de alguns negócios duvidosos de José Sócrates e uma vez mais iremos provar que nós é que temos razão."

Nota: Note-se que já mesmo, mesmo no final do telejornal, Manuela Moura Guedes aproveitou para achincalhar, com a preciosa ajuda de VPV, um livro da autoria de uma jornalista que só por acaso faz parte de uma entidade que na semana passada reprovou o comportamento de MMG no seu telejornal...só por acaso. MMG aproveitou ainda para rematar da seguinte maneira: "Se querem ler livros a sério, leiam este livro que tenho nas minhas mãos". O livro em questão é uma coisa do VPV sobre partes da História de Portugal. Para finalizar, MMG afirma: "Isto sim, é serviço público". Ao que eu respondo: "psst, ó Manela, isso é mas é publicidade gratuita, de uma forma um bocado grosseira, diga-se...".

Nota 2: Enquanto estava a ver o Tempo de Antena, deparo-me com um militante do PNR (partido de extrema-direita), cujo apelido é Branquinho. PNR, Branquinho, em suma, o rapaz nasceu para ser militante daquela malta...

Nota 3: Este texto foi escrito ontem à noite, mas por motivos de força maior, apenas foi publicado hoje.

Escrito por: João Cacelas às 14:10
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Parece que o Pinócrates encontrou o seu Gepeto

Marinho Pinto voltou hoje a defender José Sócrates com unhas e dentes, alegando uma vez mais que o caso Freeport terá sido "usado" para "tirar dividendos políticos". Quem sabe se com esta defesa acérrima a Sócrates o próprio bastonário não ganha também alguns dividendos políticos e aparecerá como candidato dos Socialistas às Presidenciais?

Montagem: João Cacelas (mas baseado numa outra que já existia com Cavaco Silva, à falta de imagens boas do Pinóquio com o Gepeto)

Nota: É impressão minha ou a "blogosfera", pelo menos para estas bandas, anda um bocado morta? Terá sido das amêndoas?

Escrito por: João Cacelas às 17:48
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

O novo outdoor do Freeport e um prémio de jovens que pensam

Antes de começar o post propriamente dito tenho que agradecer ao Treze, do blogue Porque é que o Mar é Azul? pela gentileza de me ter concedido o prémio "Jovens que pensam". Sei que as regras disto dizem que temos que reenviar a não sei quantos blogues e mais não sei o quê mas como todos os estaminés que frequento já foram galardoados, salto essa parte e já agora, as outras todas também até porque as regras foram feitas também para ser transgredidas.

Bom, passando agora ao post propriamente dito, já todos devem ter visto aqueles anúncios do Freeport de Alcochete, aqueles do tipo: "Ainda não sabe onde há roupas de marca a 50% de desconto? Não se preocupe, o Freeport dá um desconto!" Não? Não interessa na mesma. O que interessa é que o Hemiciclo teve acesso ao novo outdoor do Freeport (uma vez mais, antes de tudo e todos) e o vai publicar aqui no estaminé para que todos o possam apreciar. Ora aí está ele:

Espécie de montagem: João Cacelas

Escrito por: João Cacelas às 18:16
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (4) | favorito
|
Terça-feira, 31 de Março de 2009

Isto do Freeport começa a soar para o estranho

O escritório da advogada do homem que denunciou o caso Freeport foi assaltado esta madrugada, tendo sido roubado o computador portátil que continha documentos importantes do processo.

Mas tu queres ver que...não, não pode ser. Será que foram "altos poderes" a ordenar este "assalto"?

Esta coisa do caso Freeport já começa a parecer uma telenovela. Acho que a malta da TVI podia começar a tratar disso, punham aquela música do Jorge Palma, o "Deixa-me Rir" no genérico e a Rita Pereira a fazer de José Sócrates. Acho que era porreiro, pá. 

Ou então, caso se comprove a culpa do primeiro-ministro a SIC que faça uma minissérie ao estilo "Godfather", tipo assim: 

Montagem: João Cacelas.

 

Nota: Escrevi que devia ser a SIC fazer a minissérie e não a TVI porque neste campo a SIC dá mais cartas. Basta ver pela amostra d' A Vida Privada de Salazar. Ainda vínhamos a descobrir que Sócrates era um garanhão e que assinou os papéis para a autorização da construção do Freeport na banheira.

Nota 2: Engenheiro Sócrates, não me leve a mal por esta montagem. Isto é apenas uma suposição, SE o senhor tiver algumas culpas na coisa. Não estou a dizer que tem, ok?

Escrito por: João Cacelas às 20:23
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. Manuela Moura Guedes, és ...

. Parece que o Pinócrates e...

. O novo outdoor do Freepor...

. Isto do Freeport começa a...

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds