Sábado, 27 de Março de 2010

Passos Coelho é o novo presidente do PSD

Olá coisas fofas. Nesta semana que passou estive a modos que muito ocupado e o pequeno órgão que possuo chamado cérebro foi esmiuçadinho ao máximo e como tal, não houve nem tempo nem imaginação para vir aqui ao estaminé, nem para ir aos blogs que costumo ler.

Passando à actualidade...ontem houve eleições no PSD e o sucessor de Manuela Ferreira Leite na liderança do partido vai ser Pedro Passos Coelho (PPC), que venceu as eleições directas com uns expressivos 61%.

No discurso de vitória, PPC apelou à união dos sociais-democratas alertando ainda que a tarefa que tem em mãos não vai ser fácil e colocará todos os militantes do partido à prova.

O novo presidente do PSD afirmou ainda que não será fácil derrotar os socialistas nas próximas eleições mas afiançou que com muito esforço e união por parte do partido, poderão conseguir uma vitória sobre José Sócrates já no Verão, quando o primeiro-ministro e PPC competirem no Sexy Platina, prestigiado pelo jornal "O Correio da Manhã", naquele que será o primeiro combate eleitoral entre Passos Coelho e José Sócrates.

Escrito por: João Cacelas às 14:37
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (12) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Março de 2010

Dia mundial da Poesia com uma adaptação dos "putos" de Ary dos Santos

Vós sabeis que brevemente é o dia mundial da Poesia, certo? E que por todo o país haverá momentos de celebração da poesia, sendo um deles o concerto do projecto Rua da Saudade, onde Susana Félix, Viviane, Mafalda Arnauth e Luanda Cozetti cantam poemas do grande Ary dos Santos.

Ora, não sabendo cantar nem recitar, tomei a liberdade de celebrar o dia da Poesia de uma forma um pouco peculiar: adaptando o famoso poema de Ary dos Santos - "Os Putos" - para uma versão mais adequada relativamente aos dias que correm. Cá vai.

 

Os Corruptos

 

Uma caixa de robalos, chicharros

Um relógio Montblanc, coisa barata

Um negócio traquina, uns barcos

E o Godinho a lucrar, na sucata

 

O ex-gestor ganha bónus de milhões

Um pardal de gravata, astuto

Que até aldrabou um dos patrões

E vai ser julgado como corrupto

 

Parecem bandos de pardais à solta

Os corruptos, os corruptos

Banqueiros, políticos, empresários, da alta
Os corruptos, os corruptos
Mas quando a mentira cai

E se descobre a verdade
Sentam-se ao colo do pai
E juram honestidade
Em comissões de inquérito
Nunca sabem de nada
São os corruptos deste povo
A aprenderem a ser boys

 

Uma licenciatura dominical

Basta um fax e é-se engenheiro

É só saber inglês "technical"

E ter um amigo reitor é bem porreiro

 

Parecem bandos de pardais à solta

Os corruptos, os corruptos

Banqueiros, políticos, empresários, da alta

Os corruptos, os corruptos

 

Nota: desculpa lá qualquer coisinha, ó Poesia.

Escrito por: João Cacelas às 20:25
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (13) | favorito
|

As birras dos meninos na AR

Depois da birra que os deputados socialistas protagonizaram no Hemiciclo (lá no deles, o das parvoíces) com as tampas dos computadores (vide aqui) eis que surge mais um episódio do género envolvendo José Lello (um dos protagonistas do episódio dos computadores).

Desta feita, o episódio deu-se no refeitório da AR, onde José Lello protestou contra a ementa, dizendo que não queria comer a sopa, nem brócolos e muito menos uma peça de fruta. A gota de água terá sido quando Lello pediu um danoninho de morango e lhe disseram que não havia.

Dona Odete, funcionária que atendeu José Lello no refeitório conta-nos tudo: "ele veio para aqui a dizer que queria um danoninho de morango e eu disse-lhe que não tínhamos, os únicos danoninhos que aqui temos são de banana, que eram os que o Dr. Paulo Rangel gostava mas ele foi lá para fora e nunca mais encomendámos disso. Mas ele disse queria era de morango e quando dou por ela, já me estava a rebolar pelo chão que nem um doido. Até me fez lembrar o meu Pupu, que era o meu caniche. Que Deus o tenha..."

E acabamos de receber uma notícia de última hora: parece que José Lello se terá barricado no WC da AR. Dizem-nos que tal se deve ao facto de não haver toalhitas Kandoo Frutos Tropicais na casa de banho. Num comunicado escrito a lápis de cera, Lello reinvidica que os Frutos Tropicais lhe deixam o rabinho mais confortável durante mais tempo. Além disso, também pede um boião de fruta com sabor a maçã. De preferência da Blédina.

Aqui fica uma foto da situação, tirada à socapa por um jornalista:

Escrito por: João Cacelas às 16:05
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (2) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

Mais uma bomba de Sócrates

Ainda sobre o "caso Mário Crespo", eis que rebenta mais uma bomba relacionada com José Sócrates e os media.

Além de MC e Medina Carreira, também foram citados como "problemas a resolver" os nomes de Pedro Passos Coelho, Diogo Infante e Paulo Pires, putativos rivais de José Sócrates na luta pelo prémio Sexy Platina 2010 do jornal O Correio da Manhã.

Segundo a mesma fonte, em 2009, José Sócrates terá ligado para a redacção do suplemento "Vidas" (revista responsável pela votação do Sexy Platina) e terá exigido ao director da revista integrante do CM que colocasse fotografias dos seus principais adversários ao título Sexy Platina em ângulos pouco favoráveis, para que este pudesse ficar favorecido e assim recolher mais votos e vencer, como viria a acontecer.

A mesma fonte refere que Sócrates terá feito pressões para aparecer na capa da revista Playboy.

Sócrates terá dito ao director da revista: " se o Ricardo Araújo Pereira posou na vossa capa, porque não posso posar eu que sou muito mais elegante e fofinho e além disso, eu não me importo de posar em lingerie ou em pelota. A Vitoria Secrets está com uma colecção que é um mimo, pá". 

Escrito por: João Cacelas às 11:56
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Um hino à parvoíce. E à estupidez. E ao nonsense. E à impertinência. E à falta de piada. Uma palhaçada. Em suma, mais um texto sobre política portuguesa

 

Depois das declarações proferidas no debate contra José Sócrates, eis que Manuela Ferreira Leite volta a estar envolvida em mais uma polémica relacionada com comboios e espanhóis.

Segundo revelou ao Hemiciclo fonte próxima da presidente do PSD, o seu neto pediu-lhe um TGV que se encontra à venda em exclusivo numa das lojas do El Corte Inglés para o Natal. No entanto, a dedicada avó disse que não ao seu amado netinho pois isso seria estar a  fazer um jeitinho aos espanhóis. O petiz não gostou da nega da avó e acusou-a de sectarismo, fazendo birra ao não comer a papa toda como forma de protesto. Segundo a mesma fonte, a criança terá ainda dito à sua avó que com José Sócrates como avô, ele teria o seu TGV pelo Natal.
Outra Manuela - Moura Guedes - falou ao Hemiciclo sobre esta situação, afirmando que José Sócrates está por trás desta polémica do TGV do El Corte Inglés. A ex-pivot da TVI vai ainda mais longe, mencionando que tem em sua posse vários documentos que comprovam a sua teoria: um vídeo de um primo de José Sócrates oferecendo ao neto de MFL três sacos de gomas diversas (em forma de tijolo, de banana, de frutos silvestres, de garrafa de coca-cola, etc.) e o talão de compra das gomas são algumas das provas daquela que teria sido a última investigação de Manuela Moura Guedes para o Jornal de Sexta da TVI.

 

Escrito por: João Cacelas às 18:18
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

Os famosos e a publicidade ou os anúncios da tanga que dão na tv

Ora viva. "Em tempos de crise nada melhor do que figuras públicas (umas mais que outras) a publicitar os nossos produtos", deve ter sido o que pensaram as marcas e publicitários do nosso Portugal. Assim o pensaram, assim o fizeram. O problema é que, regra geral, estes anúncios são do mais ridículo que há: temos o anúncio do H&S, em que se pergunta o que é que o Ricardo Pereira tem na cabeça, embora eu ache que a grande questão reside no que ele não tem na cabeça (massa cinzenta); o Cristiano Ronaldo a dar toques numa embalagem de champô (não há anúncio em que o CR7/CR9 entre em que não tenha que dar toques numa coisa qualquer, ainda gostava de o ver a fazer um anúncio a produtos para as hemorróidas a ver se também dava toques); temos os já mais antigos anúncios do Millenium BCP; a outra (não sei o nome dela) que faz publicidade a um detergente; a Fátima Lopes com o trânsito intestinal; a coisa com as tintas dos cabelos; os anúncios do MEO com os Gato Fedorento (anúncios esses que vão piorando cada vez mais), etc. e coiso e tal e tal e coiso.
Há anúncios com famosos (a maioria com aspas) para todos os gostos, tendo a maioria duas coisas em comum: são parvos e fazem por ter piada, mas, sem nunca o conseguir.
Pois foi só para mostrar à malta que trabalha em publicidade como é que se faz um anúncio (no caso um cartaz) em cinco minutos, que tenha mesmo piada (mas que seja parvo na mesma) e que ainda por cima esteja ligado ao que se passa na actualidade, que eu escrevi este post. Só para verem quem manda aqui tomem lá este "anúncio", ó publicitários:
 
 Vêem? Assim é que se faz meus meninos. O quê? Também não tem piada? Vocês também, pá...não perdoam nada...
Nota: Desculpem lá a fraca resolução da foto, mas a caixa de texto não me permite pôr isto maior.
Nota 2: Não tem nada a ver com o texto, mas ontem fui ao cinema ver o "Inglourious Basterds" e porra que o filme é muito bom, catano. E o desempenho do Christoph Waltz (Coronel Hans Landa) é do caraças. Mas mesmo do caraças.

 

Escrito por: João Cacelas às 13:41
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (24) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Avelino Ferreira Torres, o Todo Terreno

Olá. Acho absolutamente inadmissível que já com as eleições (autárquicas e legislativas) quase à porta eu não tenha escrito um único post sobre o assunto e vou continuar sem o fazer porque é de evitar escrever sobre cócó muitas vezes seguidas, mas, sobre uma coisa tenho que escrever: o cartaz de campanha de Avelino Ferreira Torres. E sim, há por aí muito mau cartaz a merecer uma boa quantidade de posts, mas este é o único que contém Avelino Ferreira Torres, aliás, que contém três Avelinos Ferreira Torres, o que é deveras espectacular. E parvo. Mas sem grandes delongas, passo-vos a mostrar o cartaz em questão aqui.
Logo para começar, um encontro imediato com três Avelinos Ferreira Torres a flutuar, em três versões distintas: o autarca honesto, o cidadão, com uma toalha de mesa no tronco...ah, não, é mesmo uma camisa e o agricultor, que traja um fato de macaco e uns botins comprados à pressa para a sessão fotográfica. A seguir temos a frase "Marco confiante com Ferreira Torres". Apesar de saber que Avelino é candidato a Marco de Canavezes, isto mais parece que há um tipo chamado Marco que confia em Ferreira Torres. E acredito que seja o único. Um pouco mais abaixo, Avelino classifica-se como um "Todo Terreno", que é como quem diz, Deus (Todo Poderoso) no Céu, Avelino Ferreira Torres (Todo Terreno) na Terra ou então, enganaram-se a escrever "todo-o-terreno".
Descontente com esta versão, que pouco dignifica Avelino Ferreira Torres resolvi pôr mãos à obra e desenhei um cartaz que realmente represente tudo o que Ferreira Torres é.
Ora pois então. Finalmente algo à altura de Ferreira Torres. Continuamos a ter os três Ferreira Torres flutuantes do primeiro cartaz, mas agora temos os outros dois que o designer do primeiro cartaz se esqueceu de incluir, que são o autarca com pinta de mafioso/chulo (nota-se logo um outro à vontade, em relação à versão honesta, um pouco estranha a AFT) e o Avelino "Parte Tudo à Biqueirada" Ferreira Torres. Agora sim, os Ferreira Torres estão completos. 
Para estabelecer uma relação de confiança do candidato com o eleitorado, nada melhor do que revelar quais são os seus hobbies (do candidato) às pessoas, o que foi feito no rectângulo vermelho. E como é conhecida a paixão de Avelino pela poesia, nada melhor do que terminar com uma rima bem catita.
Agora vou tratar do jantar, pois tenho que aproveitar enquanto ainda posso comer comida sólida porque quem brinca com o Avelino, coiso...
P.S: Note-se que além de ser um "Todo Terreno", Avelino Ferreira Torres estava-se a candidatar às eleições erradas. O autarca do Marco era candidato às autarquicas 2009 e não às autárquicas 2009. No entanto, já o alertei para a situação e já corrigi isso no último cartaz.

 

Escrito por: João Cacelas às 20:29
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

"Autarcas Sacanas sem Lei"

Todos vós sabeis que estreou na passada semana a mais recente obra-prima de Quentin Tarantino, "Sacanas sem Lei"*, certo? O vocês não sabem é que, além de "Sacanas sem Lei", estreou outro filme do realizador americano, em exclusivo para o mercado português! Ah, pois é! A película chama-se "Autarcas Sacanas sem Lei" e conta a história de uma brigada secreta de autarcas corruptos que têm como missão desviar o maior montante possível de dinheiros públicos para as suas contas pessoais. A brigada, liderada pelo Major Valentim Loureiro, conta ainda com Isaltino "The Innocent" Morais e Avelino "Biqueirada" Ferreira Torres.
Além destes três estarolas, temos a agente dupla Fátima "A Santa" Felgueiras, que se vai fazendo de boazinha, enquanto enche a sua conta bancária à custa do seu charme, com que facilmente engana os eleitores.
Para lavar os dinheiros públicos desviados pelos autarcas sacanas, existe Alberto João Jardim, que se vestiu de travesti (de nome artístico Albertona) no Carnaval da Madeira e gostou de tal maneira da experiência que agora não quer outra coisa, tendo até aberto um cabaret. É precisamente no seu cabaret que o dinheiro é lavado. João Jardim ajuda os autarcas sacanas porque estes prometeram que depois de terminada a sua missão, o ajudariam a expulsar o comunismo da Madeira.
"Autarcas Sacanas sem Lei", um filme realizado por Quentin Tarantino em exclusivo para Portugal, estreia brevemente, num cinema perto de si.
Montagem: João Cacelas
 
*título original: "Inglourious Basterds"
Escrito por: João Cacelas às 18:12
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (16) | favorito
|
Sábado, 25 de Julho de 2009

O Sócrates é o maior (mas isso é ele a dizer)

Mais forte e resistente que um Magalhães; mais rápido que um TGV; amigo do ambiente; protege as áreas protegidas (como a de Alcochete) evitando que lá se construam Freeport's; só anda com boas companhias (Hugo Chávez e Kadafi, duas jóias de moços, entre outros); está sempre disposto a ajudar os amigos (Jorge Coelho e a Mota-Engil que o digam, tal como os ingleses do Freeport); adora jornalistas (há quem diga que até já "ajudou" alguns a escrever artigos); é mais modesto e humilde que o Gandhi; é super-trabalhador e inteligente (não se importou de ir à Universidade Independente a um domingo, a fim de terminar a sua licenciatura que tanto batalhou para conseguir) e ainda por cima, combina as gravatas com os fatos como ninguém. Ora, com todas estas qualidades, é bastante natural que ele se considere o melhor PM de sempre. Agora, parece-me exagerado que diga que ainda está para nascer alguém que o suplante. Então, com o Magalhães a ajudar a desenvolver super-génios para a Nação - graças aos seus softwares de aprendizagem extremamente avançados - não existirão já dignos sucessores de José Sócrates? Do Super Sócrates? Não acredito...

 

João Cacelas

Mas, tal como todos os super-heróis, Super Sócrates também tem um ponto fraco: as "luvas". Não lhe podem acenar com uma que perde logo todas as forças, não conseguindo assim resistir às forças do mal...

 

Escrito por: João Cacelas às 22:57
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (13) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Cá está este chato com mais uma merda para lermos

Olá aos dois, ah, agora é só um. Tudo bem contigo?

"Padres do centro de Lisboa apoiam Santana contra António Costa", segundo os padres Armando Duarte, Mário Rui e João Seabra, Santana é o homem ideal para a CM de Lisboa porque é um homem que "ama a cidade", "é um homem de palavra", "que tem visão" e "que tem vergonha". Bom, se ele amasse mesmo Lisboa, o melhor que tinha a fazer era não se candidatar, para não estragar ainda mais a cidade. Lá palavra tem ele, lábia não lhe falta...e visão também não, pelo menos para as "santanetes". Quanto à vergonha, nem vale a pena comentar...

Escrito por: João Cacelas às 11:32
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

O Kamasutra Político: aprenda a arte de bem burlar

Olá aos três. Este post bem que podia ser uma continuação daqueles dois que andam a vadiar algures ali em baixo (sobre a pornografia), mas só porque quem manda aqui sou eu, não vai ser. Dias Loureiro, Oliveira e Costa, João Rendeiro, Fátima Felgueiras, Avelino Ferreira Torres, Major Valentim Loureiro, etc, etc. O que têm em comum estas criaturas abençoadas por Deus, Nosso Senhor O Cristo? Sim, além de serem extremamente sensuais (com particular destaque neste capítulo para Oliveira e Costa), conseguiram f***r Portugal ou um número considerável de portugueses à grande através de uma série de negociatas em que eles saíram escandalosamente favorecidos e apesar de mais tarde terem sido detidos, pouco ou nada lhes aconteceu. Eu poderia ter chamado a isto "pornografia política" e dizer que os políticos fornicam a seu bel-prazer Portugal e/ou os portugueses, mas não quero ir por aí. Também poderia dar sugestões para filmes mas para ver políticos a fornicar Portugal basta ver a AR TV e a coisa dá-se. Não são cá precisos mais filmes, mas, onde se podia inovar nesta coisa da fornicação política era ao nível da literatura, criando o "Kamasura Político: 1001 formas de f***r Portugal e os portugueses em geral". Uma coisa parecida com aquele livro do João Rendeiro, onde ele explica como se ser um banqueiro de sucesso, mas escrito de forma honesta, porque o Rendeiro não explica no livro como se devem desviar somas gigantes de dinheiro para contas offshore ou como aplicar dinheiro de contas-poupança de clientes em capitais de risco, entre outras coisas. É que isso é que lhe deu fortuna e é precisamente o que ele não nos conta, o egoísta. Assim, juntavam-se as alminhas ali de cima para explicar como se faz a coisa. Atenção que isto é material que se destina a políticos e não a seres humanos como nós, ok? Este é o segmento da indústria porno indicado para eles e que mais lhes dá gosto: fornicar-nos a todos nós.
O Kamasutra Político é muito parecido com o normal, mas aplicado ao bonito mundo da falcatrua e do crime de colarinho branco. Em vez de se ensinar a arte de amar, ensina-se a arte de roubar, de burlar, de ludibriar. Exemplos:
"N. º 1: Este é o primeiro ensinamento do Kamasutra Político e talvez o mais importante: Tenha dupla nacionalidade (e passaporte sempre à mão), de preferência brasileira. Assim, caso tenha problemas com a justiça pode perfeitamente fugir para o Brasil, sem que o/a possam deter e trazer para Portugal. Uma vez no Brasil poderá dar entrevistas a telejornais portugueses clamando a sua inocência, fazendo-se de santo/a e de vitíma. Esta estratégia é ideal para ganhar eleições."
"N. º 38: Como obter lucros de 1000% com a venda de um terreno. A receita é muito simples: compra-se um terreno onde não se possa construir, a um tipo por poucos milhares de euros. Põe-se o terreno em nome de um primo que vive na Suiça (primo fictício). Depois há que arranjar uma licença de construção, mas como se não se pode construir? Vá falar com o presidente da câmara, ah, que coincidência! O presidente da câmara é você! Quando já tiver a licença tratada, apresente na câmara municipal um projecto para construir um imóvel de interesse público que por obra e graça do destino se irá localizar precisamente na zona desse terreno, que por mero acaso é o único que está disponível. O "primo" da Suiça faz-se de difícil e não quer vender o terreno de maneira nenhuma e é aí que você avança com uma proposta de milhões, daquelas irrecusáveis. O "primo" aceita e assim entram uns milhões para a sua conta bancária da Suiça (uma conta offshore, onde ninguém lhe pode tirar o dinheiro). Deixe o dinheiro marinar uns meses para não levantar suspeitas e depois use a gosto e goze-o como bem entender, desde que isso não envolva miúdas de Leste porque, regra geral, andam metidas com tipos da Máfia Russa e esses tipos são capazes de aleijar."
Se é autarca, deputado, político, ministro ou presidente da Junta este livro é para si! Compre já, antes que esgote! Ah, o livro também dá para presidentes de bancos e para administradores de empresas estrangeiras que estejam à beira da falência e que de forma a sacar algum dinheiro ao Estado, ameaçam que vão sair do país e despedir milhares de pessoas a não ser que tenham ajuda financeira do Estado. Nesse caso ficam por cá, até receberem o dinheiro do Estado e só depois é que se põem daqui para fora.
Escrito por: João Cacelas às 18:03
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (4) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Este Governo dava um filme (até dava mais mas por ora um chega muito bem)

José Sócrates, em jeito de resumo daquilo que foram os cerca de 4 anos e meio de mandato do seu Governo, afirmou que este fora uma "tempestade perfeita", numa espécie de alusão a modos que parva ao filme homónimo (título original: The Perfect Storm) em que entram, entre outros, George Clooney, Diane Lane e Mark Wahlberg. 

E realmente, esta comparação não podia estar mais correcta: neste filme, se não me falha a memória temos Clooney, o capitão do barco que é extremamente tacanho e teimoso: ele quer, pode e manda, tal e qual como Sócrates neste Governo; temos dois personagens que são muito, mas muito parvos, tal e qual como Lino e Pinho (embora sem papas Maizena, desertos e corninhos) e temos uma senhora que está lá quase só para fazer figura de corpo presente, como a nossa ministra da (des)educação, Maria de Lurdes Rodrigues.

Relativamente à história do filme, a coisa também bate certo: começa tudo muito bem, mas à medida que o tempo vai passando as coisas vão piorando até que uma tempestade encarrega-se de naufragar o navio. Assim foi com este Governo: começou tudo a festejar a maioria absoluta, dizia-se que este era um super Governo, cheio de super ministros e com um grande primeiro-ministro, mas depois...começaram a aparecer as barracadas até ao verdadeiro naufrágio que foram as eleições europeias.

Mas, se vocês são daquele tipo de pessoas que gostam de um bom filme de terror, com uns rasgos de comédia pelo meio não podem perder este filme que estreará em breve em todos os cinemas do país: "4 anos e meio de Governo PS: A Tempestade Perfeita". Não percam porque nós também não!

Nota: só aqui entre nós que ninguém nos ouve, o que o Sócrates queria com esta alusão era comparar-se ao George Clooney, penso eu de que... 

Escrito por: João Cacelas às 12:43
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

As eleições europeias, elos perdidos, mulheres cheiinhas com 55 kg e o fim das Kátias Vanessas

Durante a minha ausência pelo mundo dos blogues houve poucos acontecimentos que fossem dignos de nota. Poucos, mas bons.

Falo das eleições europeias e da descoberta do elo perdido de Charles Darwin. Com muita pena minha, não pude escrever sobre o grande Vital Moreira como desejaria e já agora, aproveito para dizer que o Vital Moreira é, de longe, muito mais parecido com o Gepeto (do Pinóquio) do que com o Avô Cantigas. E sendo José Sócrates o Pinócrates, faria muito mais sentido e teria muito mais piada (digo eu),  Vital Moreira ser o Gepeto...

Outra nota que vale a pena destacar sobre as eleições europeias foi um fenómeno muito raro, que segundo os especialistas só acontece a cada 30.000 anos: Manuela Ferreira Leite sorriu em público.

Em relação ao elo perdido de Darwin, só tenho a dizer que estou muito contente que o Major Valentim Loureiro tenha encontrado a prima direita da qual se tinha desencontrado há uns anos atrás. Valentim Loureiro ficou tão contente que de imediato distribuiu um microondas, um plasma com ecrã LCD e um frigorífico combinado que tem um azul petróleo muito bonito por todas as gentes de Gondomar, enquanto gritava o nome da sua querida terra como se não houvesse amanhã.

Aproveito ainda para dar os meus parabéns ao pessoal do Sapo Mulher pelo excelente artigo sobre moda para as mulheres mais "cheiinhas". Gostei muito, especialmente das modelos, que não devem ter mais que 60 quilos...confirmem aqui, se quiserem.

Para terminar, hoje li um artigo no jornal O Público que me deixou extremamente triste: há cada vez menos Kátias Vanessas em Portugal. Dói saber, mas é a verdade. Enquanto que as Kátias Vanessas vão desaparecendo, vão surgindo mais indivíduos chamados João. João! Como se isso fosse nome de gente...penso que está na altura do nosso PM, José Sócrates, lançar um programa de recuperação de Kátias Vanessas, Rolandas Cristinas e Marisas Lilianas, com incentivos financeiros e sacas de 50 kg de ração para o pessoal. Trata lá disso ó Sócrates e é se queres o meu voto.

Escrito por: João Cacelas às 21:49
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (2) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Humor (pseudo)intelectual (2)

Os políticos portugueses são como os bonobos*. Passam a vida a f****-se uns aos outros.

 

* Uma vez mais, há que notar que temos que ter o conhecimento de que os bonobos (uma espécie de chimpanzé anão), têm uma vida sexual extremamente activa. O sexo faz parte do seu dia-a-dia, como forma de socialização. Todos os bonobos fazem sexo uns com os outros. Machos com machos, fêmeas com fêmeas, filhos com mães, etc. Não é por serem depravados, é antes a forma que eles têm de socializar. Em vez de dizerem "bom dia", têm relações sexuais. Fantástico não é? Pois não, não é.

Escrito por: João Cacelas às 11:30
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (4) | favorito
|
Domingo, 26 de Abril de 2009

Coming soon: TvStar Wars - O primeiro-ministro contra-ataca

Na semana passada, o primeiro-ministro José Sócrates em entrevista à RTP1 voltou a fazer aquilo que melhor saber fazer: fazer-se de coitadinho. E disse e "redisse" que o telejornal da TVI da sexta à noite era um "telejornal travestido" que só existia para o atacar de forma odiosa. Ora bem, confesso que não sou o maior fã da Manuela Moura Guedes e muito menos do estilo jornalístico da TVI, mas existe uma coisa que se chama liberdade de expressão (ainda por cima na altura do 25 de Abril) e se o senhor Sócrates não gosta do que vê na TVI tem bom remédio: não veja. Cavaco Silva e Mário Soares foram ainda mais atacados pelos media do que Sócrates e nunca vieram a público dizer barbaridades destas. Por seu turno, José Eduardo Moniz saiu em defesa da estação de tv que dirige e disse mesmo que vai processar José Sócrates. É caso para dizer que começou uma guerra entre a TVI e o primeiro-ministro. Foi a pensar nesta guerra que o Hemiciclo resolveu realizar um filme, de seu nome "TvStar Wars - O primeiro-ministro contra-ataca". Um filme que promete ser o "blockbuster" do ano. Aqui ficam o cartaz oficial e o trailer do filme. Enjoy:

 

 

 

 

Montagem e vídeo: João Cacelas

Nota: No trailer, há um erro, ao qual sou totalmente alheio, que tentei resolver de todas as formas possíveis mas não dá. Queria referir ainda que acabei de ver no programa dos recordes do Guiness, um homem que estava a tentar bater o recorde do Guiness de tentar partir o maior número de tampos de sanita com a cabeça num minuto. Não conseguiu. Curiosamente, o recorde também é dele. O que até é compreensível, visto que acredito que a maioria da população mundial tem mais que fazer que andar a partir tampos de sanita com a tola.  

Escrito por: João Cacelas às 00:00
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (22) | favorito
|

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. Passos Coelho é o novo pr...

. Dia mundial da Poesia com...

. As birras dos meninos na ...

. Mais uma bomba de Sócrate...

. Um hino à parvoíce. E à e...

. Os famosos e a publicidad...

. Avelino Ferreira Torres, ...

. "Autarcas Sacanas sem Lei...

. O Sócrates é o maior (mas...

. Cá está este chato com ma...

. O Kamasutra Político: apr...

. Este Governo dava um film...

. As eleições europeias, el...

. Humor (pseudo)intelectual...

. Coming soon: TvStar Wars ...

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds