Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

Os famosos e a publicidade ou os anúncios da tanga que dão na tv

Ora viva. "Em tempos de crise nada melhor do que figuras públicas (umas mais que outras) a publicitar os nossos produtos", deve ter sido o que pensaram as marcas e publicitários do nosso Portugal. Assim o pensaram, assim o fizeram. O problema é que, regra geral, estes anúncios são do mais ridículo que há: temos o anúncio do H&S, em que se pergunta o que é que o Ricardo Pereira tem na cabeça, embora eu ache que a grande questão reside no que ele não tem na cabeça (massa cinzenta); o Cristiano Ronaldo a dar toques numa embalagem de champô (não há anúncio em que o CR7/CR9 entre em que não tenha que dar toques numa coisa qualquer, ainda gostava de o ver a fazer um anúncio a produtos para as hemorróidas a ver se também dava toques); temos os já mais antigos anúncios do Millenium BCP; a outra (não sei o nome dela) que faz publicidade a um detergente; a Fátima Lopes com o trânsito intestinal; a coisa com as tintas dos cabelos; os anúncios do MEO com os Gato Fedorento (anúncios esses que vão piorando cada vez mais), etc. e coiso e tal e tal e coiso.
Há anúncios com famosos (a maioria com aspas) para todos os gostos, tendo a maioria duas coisas em comum: são parvos e fazem por ter piada, mas, sem nunca o conseguir.
Pois foi só para mostrar à malta que trabalha em publicidade como é que se faz um anúncio (no caso um cartaz) em cinco minutos, que tenha mesmo piada (mas que seja parvo na mesma) e que ainda por cima esteja ligado ao que se passa na actualidade, que eu escrevi este post. Só para verem quem manda aqui tomem lá este "anúncio", ó publicitários:
 
 Vêem? Assim é que se faz meus meninos. O quê? Também não tem piada? Vocês também, pá...não perdoam nada...
Nota: Desculpem lá a fraca resolução da foto, mas a caixa de texto não me permite pôr isto maior.
Nota 2: Não tem nada a ver com o texto, mas ontem fui ao cinema ver o "Inglourious Basterds" e porra que o filme é muito bom, catano. E o desempenho do Christoph Waltz (Coronel Hans Landa) é do caraças. Mas mesmo do caraças.

 

Escrito por: João Cacelas às 13:41
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (24) | favorito
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

O Kamasutra Político: aprenda a arte de bem burlar

Olá aos três. Este post bem que podia ser uma continuação daqueles dois que andam a vadiar algures ali em baixo (sobre a pornografia), mas só porque quem manda aqui sou eu, não vai ser. Dias Loureiro, Oliveira e Costa, João Rendeiro, Fátima Felgueiras, Avelino Ferreira Torres, Major Valentim Loureiro, etc, etc. O que têm em comum estas criaturas abençoadas por Deus, Nosso Senhor O Cristo? Sim, além de serem extremamente sensuais (com particular destaque neste capítulo para Oliveira e Costa), conseguiram f***r Portugal ou um número considerável de portugueses à grande através de uma série de negociatas em que eles saíram escandalosamente favorecidos e apesar de mais tarde terem sido detidos, pouco ou nada lhes aconteceu. Eu poderia ter chamado a isto "pornografia política" e dizer que os políticos fornicam a seu bel-prazer Portugal e/ou os portugueses, mas não quero ir por aí. Também poderia dar sugestões para filmes mas para ver políticos a fornicar Portugal basta ver a AR TV e a coisa dá-se. Não são cá precisos mais filmes, mas, onde se podia inovar nesta coisa da fornicação política era ao nível da literatura, criando o "Kamasura Político: 1001 formas de f***r Portugal e os portugueses em geral". Uma coisa parecida com aquele livro do João Rendeiro, onde ele explica como se ser um banqueiro de sucesso, mas escrito de forma honesta, porque o Rendeiro não explica no livro como se devem desviar somas gigantes de dinheiro para contas offshore ou como aplicar dinheiro de contas-poupança de clientes em capitais de risco, entre outras coisas. É que isso é que lhe deu fortuna e é precisamente o que ele não nos conta, o egoísta. Assim, juntavam-se as alminhas ali de cima para explicar como se faz a coisa. Atenção que isto é material que se destina a políticos e não a seres humanos como nós, ok? Este é o segmento da indústria porno indicado para eles e que mais lhes dá gosto: fornicar-nos a todos nós.
O Kamasutra Político é muito parecido com o normal, mas aplicado ao bonito mundo da falcatrua e do crime de colarinho branco. Em vez de se ensinar a arte de amar, ensina-se a arte de roubar, de burlar, de ludibriar. Exemplos:
"N. º 1: Este é o primeiro ensinamento do Kamasutra Político e talvez o mais importante: Tenha dupla nacionalidade (e passaporte sempre à mão), de preferência brasileira. Assim, caso tenha problemas com a justiça pode perfeitamente fugir para o Brasil, sem que o/a possam deter e trazer para Portugal. Uma vez no Brasil poderá dar entrevistas a telejornais portugueses clamando a sua inocência, fazendo-se de santo/a e de vitíma. Esta estratégia é ideal para ganhar eleições."
"N. º 38: Como obter lucros de 1000% com a venda de um terreno. A receita é muito simples: compra-se um terreno onde não se possa construir, a um tipo por poucos milhares de euros. Põe-se o terreno em nome de um primo que vive na Suiça (primo fictício). Depois há que arranjar uma licença de construção, mas como se não se pode construir? Vá falar com o presidente da câmara, ah, que coincidência! O presidente da câmara é você! Quando já tiver a licença tratada, apresente na câmara municipal um projecto para construir um imóvel de interesse público que por obra e graça do destino se irá localizar precisamente na zona desse terreno, que por mero acaso é o único que está disponível. O "primo" da Suiça faz-se de difícil e não quer vender o terreno de maneira nenhuma e é aí que você avança com uma proposta de milhões, daquelas irrecusáveis. O "primo" aceita e assim entram uns milhões para a sua conta bancária da Suiça (uma conta offshore, onde ninguém lhe pode tirar o dinheiro). Deixe o dinheiro marinar uns meses para não levantar suspeitas e depois use a gosto e goze-o como bem entender, desde que isso não envolva miúdas de Leste porque, regra geral, andam metidas com tipos da Máfia Russa e esses tipos são capazes de aleijar."
Se é autarca, deputado, político, ministro ou presidente da Junta este livro é para si! Compre já, antes que esgote! Ah, o livro também dá para presidentes de bancos e para administradores de empresas estrangeiras que estejam à beira da falência e que de forma a sacar algum dinheiro ao Estado, ameaçam que vão sair do país e despedir milhares de pessoas a não ser que tenham ajuda financeira do Estado. Nesse caso ficam por cá, até receberem o dinheiro do Estado e só depois é que se põem daqui para fora.
Escrito por: João Cacelas às 18:03
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (4) | favorito
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

Vale e Azevedo

Diga-se o que se disser sobre Vale e Azevedo, o que é certo é que o homem é bom naquilo que faz. E dizer bom é dizer pouco, Vale e Azevedo é um génio, o grande Einstein do crime do colarinho branco.

Senão vejamos: em Portugal já enganou meio mundo, em Inglaterra idem, em França também já aldrabou uns quantos e agora, há coisa de umas semanas conseguiu burlar um Barão (ou é Conde?) alemão e a Unita, no valor de um milhão de Euros cada um.

E o mais espectacular nisto tudo é que toda a gente sabe que ele é um aldrabão mas ainda assim, ele consegue sempre enganar mais alguém, continuando sempre em liberdade e a viver à grande!

Até me dá vontade de afirmar e escrever esta coisa tremendamente estúpida que vou escrever agora: João Vale e Azevedo é como a Duracell: e burla e burla e burla...

 

Nota: Tenho muitas razões para acreditar que quem inventou a expressão "a mentira tem perna curta" nunca chegou a conhecer João Vale e Azevedo. E ainda bem para essa pessoa, senão tinha sido outro a ser burlado. Eu pelo sim, pelo não, caso veja Vale e Azevedo na rua passo logo para o outro lado, não vá ele conseguir burlar-me só com o olhar.

 

Escrito por: João Cacelas às 19:38
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (10) | favorito

.Os oradores:

.Translator (para coisinhos de outros países e planetas)

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. Os famosos e a publicidad...

. O Kamasutra Político: apr...

. Vale e Azevedo

.tags

. todas as tags

.Cuscas e cuscos (ladies first)

Counters
Counters
Creative Commons License
O Hemiciclo by João Cacelas is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds