Domingo, 30 de Agosto de 2009

Biologia portuga: o Tubarão-Póia

Esta espécie rara, parente relativamente afastado da família dos tubarões, tem como habitat natural as águas cristalinas do Algarve. Não se pense no entanto que, tal como acontece com os tubarões em geral, o Tubarão-Póia só aprecie a água quente, pois também é um bicho que se possa encontrar em águas mais frias, embora prefira as quentes porque lá se está melhor.
O Tubarão-Póia é a prova provada que o portuga é amigo dos animais, pois sem ele esta espécie nunca poderia sobreviver nem prosperar como tem feito. Por isso, parem lá de dizer que o portuga não é amigo dos animais e tal e coiso porque se não fosse o portuga, espécies como o Tubarão-Póia, o Peixe Garrafa, o Garrafão Baleia ou o Balde-Marinho, nunca poderiam viver em paz e harmonia na natureza. Sem os portugas nas praias para alimentar o Tubarão-Póia esta espécie nunca poderia existir e quantos mais portugas estiverem nas praias, mais Tubarões-Póias "dão à costa", o que mostra uma certa relação "íntima" entre os portugas e os Tubarões-Póia, cujo porquê os biólogos ainda não conseguiram desvendar...
Tal como acontece com os chineses, as pessoas têm a mania de dizer que os Tubarões-Póia são todos iguais, mas isso é tão falso como a produção da Maya para a FHM, visto que há diferenças entre as várias subespécies do Tubarão-Póia: o seu tamanho, cor e forma podem variar consoante a alimentação. Por exemplo, um Tubarão-Póia que funcione à base de fibras terá uma coloração mais escura e será maior do que um que funcione à base de fritos. Também pode haver uma diferença ao nível da textura, de espécie para espécie, mas isso deixo para quem queira ter um frente-a-frente com esta temível criatura, descobrir.
Apesar de ser uma criatura muito temida (e com razão), não há até hoje registos de mortes causadas por ataques do Tubarão-Póia, quando muito houve alguns vómitos e uma ou outra pessoa engasgada, mas nada demasiado grave. No entanto, há que estar sempre alerta pois esta espécie é extremamente silenciosa e furtiva, podendo atacar quando menos se espera. Eu que o diga, que ia sendo atacado por um, não tivesse sido alertado por banhistas que tiveram a bondade de me livrar de um possível encontro imediato com o Tubarão-Póia, também conhecido como O Grande Cócó Castanho.
A fama do Tubarão-Póia tem vindo a crescer de tal maneira nos últimos tempos que até já chegou a Hollywood, onde Steven Spielberg se prepara para começar a rodar uma sequela do blockbuster "O Tubarão", baseada nesta espécie, cujas filmagens feitas no Algarve no próximo ano.
Escrito por: João Cacelas às 21:34
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (14) | favorito
Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Porquê Maya? Porquê?

Eu tinha um punhado de coisas muito giras para escrever. A sério que tinha, mas depois de ter visto a sessão "fotográfica" da Maya para a FHM o meu cérebro parou por completo. Quem se seguirá a Maya na próxima capa da FHM? A Lucy? E não, não é essa Lucy que estão a pensar. É esta. Assim como assim, até é capaz de dar menos trabalho a retocar as imagens. E depois seguiam a Odete Santos e a Lili Caneças, não?
Espero conseguir recuperar desta experiência traumática este fim de semana, a fim de na próxima semana brindar-vos com algo ligeiramente engraçado. Bom fim de semana a todos.
Nota: Incluo a Lili nesta lista porque houve dois indivíduos que vieram parar ao Hemiciclo graças à "rainha do Jet Set", através das bonitas frases "Lili Caneças em topless" e "Lili Caneças nua". Isto ele há com cada pancada...antes ver carcaças de gazelas putrefactas a serem devoradas por abutres e por hienas. Já quanto à Odete...tem todo o mérito em ser capa da FHM, aquele buço deixa-me doido.
Escrito por: João Cacelas às 13:37
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (27) | favorito
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

Uma pequena correcção que tenho que fazer a Maya

Maya, essa grande personalidade da nossa praça cometeu uma gafe de todo o tamanho em declarações ao Correio da Manhã. Gafe essa que deve ter passado despercebida à maioria das pessoas mas aqui ao menino não. A "tia Maya", como ela se auto-intitula, afirmou ao CM, a propósito da perseguição de um cubano que afirma ser namorado dela que a situação em que ela se encontra "é surrealista".

Cara amiga Maya: será que não queria dizer antes "surreal"? Hum? Olhe que eu acho que sim...é que vamos lá a ver: surrealista é uma palavra que tem origem no surrealismo que por sua vez foi (e ainda é) um movimento artístico que começou nos anos 20 (não é correcto dizer que este ou aquele movimento começou nesta ou naquela data mas o facto é que o surrealismo teve dia e hora marcada para começar, através do manifesto surrealista) em Paris na literatura e mais tarde na pintura e cinema e nas restantes formas de arte existentes e que teve como principal "fundador" André Breton, famoso escritor surrealista e que foi fortemente influenciado pelas teorias psicanalistas de Sigmund Freud, esse grande maluco.

Assim sendo, será que Maya queria dizer que a situação em que se encontra com o tal cubano se insere no movimento surrealista? Em que contexto?  Que é influenciada pelas teorias de psicanálise de Freud? Também não me parece...se bem que me no meio desta coisa toda há uma pessoa a precisar urgentemente de psicanálise: o moço cubano que com tanta mulher relativamente conhecida bonita em Portugal, foi logo escolher a Maya que já agora, tem um nariz digno de uma obra surrealista. Enfim, uma cena surreal...

Desculpem lá a maçada mas entristece-me ver pessoas que se dizem com conhecimentos a cometerem gafes destas. É assim que se vê o que se liga à Arte neste país. Pessoas que se dizem cultas e que vão a inaugurações de exposições, embora na verdade só lá ponham os pés por causa dos canapés...

Escrito por: João Cacelas às 18:17
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (14) | favorito
Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

E depois da Playboy...

Olá, como todos vocês sabem, na semana passada saiu para as bancas a edição número um da Playboy portuguesa, com uma moça nua na capa, com mais moças nuas no interior da revista, uma moça nua num poster e uma entrevista de 10 páginas a um futebolista, ou seja, mais uma das muitas revistas de mulheres nuas que há nas bancas que não acrescenta nada de novo, basicamente é mais do mesmo. Porém, na mesma semana em que saiu a Playboy uma outra revista de mulheres "peladas" foi lançada no mercado português. "Mais uma", pensam vocês. Mas pensam mal pois esta revista vem revolucionar por completo o segmento do mercado em que se insere, pois além de mulheres nuas também é sobre filosofia. É a Filoboy e o Hemiciclo esteve à conversa com Carlos Miguel, estudante de Filosofia na Faculdade de Letras de Lisboa e co-fundador da Filoboy:

Escrito por: João Cacelas às 10:33
Ligação directa | Comentar | Os que já comentaram (8) | favorito

.Os oradores:

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Caso queira pesquisar sobre coisas, assuntos ou temas:

 

.Intervenções mais velhotas, assim a cheirar a mofo:

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Intervenções recentes:

. Biologia portuga: o Tubar...

. Porquê Maya? Porquê?

. Uma pequena correcção que...

. E depois da Playboy...

.tags

. todas as tags

.O meu e-mail, ou melhor emel. Caso queiram deixar alguma sugestão ou crítica, enviem para aqui:

joao_cacelas@hotmail.com

.subscrever feeds